Como se planejar para uma gravidez?

Muitas mulheres têm dúvidas sobre como se planejar para uma gravidez, pois estão envolvidas em questões emocionais e práticas ao longo desse processo. Contudo, com um planejamento, é possível aproveitar esse período mágico plenamente.

Primeiramente, antes do casal pensar em como se planejar para uma gravidez, a situação do relacionamento deve ser avaliada. No caso de algum conflito, é melhor revolvê-lo para que o bebê chegue em um lar feliz e com uma base forte.

Assim que você e seu parceiro chegarem a um consenso, é hora de começar as jornadas da maternidade e paternidade.

Aproveite e confira:

Qual o primeiro passo?

Procure um ginecologista de confiança para que ele lhe auxilie com o desenvolvimento de como se planejar para uma gravidez.

Os procedimentos demandarão tempo. Deste modo, é importante controlar toda a euforia e a ansiedade para não sofrer ao longo desse período.

Quais exames devo fazer?

No processo de como se planejar para uma gravidez, os históricos clínicos do pai e da mãe devem ser avaliados, pois, podem influenciar no desenvolvimento de doenças crônicas. Procurem uma clínica ginecológica de confiança e fiquem atentos à:

  • Hepatite B
  • Hepatite C
  • Toxoplasmose
  • Citomegalovírus
  • Sífilis, HIV
  • Rubéola
  • Zika
  • Chikungunya
  • Doenças hereditárias, como, por exemplo, anemia falciforme;
  • Doenças metabólicas/nutricionais/endocrinológicas, como obesidade;
  • Doenças cardíacas, renais, cânceres.

Preciso tomar vacinas?

Durante a gestação e, após o nascimento, os anticorpos da mãe chegam ao bebê por meio da amamentação. Deste modo, mesmo sem injeções, seu filho estará protegido contra algumas doenças nos primeiros meses de vida.

Assim sendo, algumas vacinas são devem ser tomadas antes ou durante a gestação. São elas:

  • Influenza;
  • Hepatite B;
  • Tríplice Bacteriana Acelular do Tipo Adulto (DTPA) ou Dupla do Tipo Adulto (DT).

Em casos específicos, a mãe pode precisar tomar vacinas para Hepatite A e Meningite. No entanto, a instrução deve ser do ginecologista responsável pelo acompanhamento da gravidez.

Posso ingerir algum medicamento?

A princípio, medicamentos não são recomendados nesse período, a menos quando absolutamente necessários, pois, podem afetar o desenvolvimento do feto.

Antes de tomar qualquer medicamento ou um suplemento dietético, converse com o seu ginecologista sobre os riscos e os benefícios do uso desse itens. Ele pode recomendar que a mulher tome certas vitaminas e minerais durante a gravidez, como o ácido fólico, por exemplo.

É necessário realizar mudanças nos hábitos alimentares?

O ideal é que a futura mamãe tenha uma alimentação saudável e equilibrada para que o desenvolvimento do bebê não seja comprometido. Além disso, é essencial ficar de olho no sobrepeso, que pode trazer riscos à gestação.

Se você não sabe como se planejar para uma gravidez em relação à alimentação,aqui estão algumas recomendações:

  • Leite e derivados – são ricos em cálcio, o que afetará na formação de ossos e dentes do bebê;
  • Couve, espinafre ou brócolis – contém ácido fólico, um tipo essencial de vitamina B não produzido pelo organismo que pode ser encontrado em alimentos ou suplementações;
  • Carnes ou ovos – ricos em proteínas, são fundamentais para a produção das células e dos tecidos novos da mãe e do bebê;

·      Feijão, castanhas ou carne vermelha – estes alimentos evitam a anemia durante a gravidez e complicações no parto;

  • Por fim, carboidratos – fornecem as calorias adicionais de que a grávida necessita.

Fumantes, hora de dizer adeus ao cigarro, assim como ao álcool e outras drogas. Essas substâncias são prejudiciais ao desenvolvimento do bebê e podem reduzir a fertilidade. 

Devo praticar exercícios físicos?

Os exercícios físicos são indispensáveis quando falamos sobre como se planejar para uma gravidez, pois, eles prepararão o corpo da mulher para todas as alterações que ocorrerão ao longo da gestação.

Porém, nada de exagerar! Prefira exercícios leves e, no caso de iniciantes, na água. Entre as principais opções, temos:

  • Caminhada;
  • Corrida leve;
  • Pilates;
  • Hidroginástica;
  • Bicicleta ergométrica;
  • Alongamentos;
  • Finalmente, musculação leve.

O que mais ponderar sobre como se planejar para uma gravidez?

Além de garantir as questões sobre a sua saúde, analise o seu dia-a-dia para dar o primeiro passo.

Condições Financeiras

Um filho exige que parte do orçamento seja separado para gastos durante a gravidez e durante a vida da criança.

Espaço físico

É recomendado que você separe um local da casa para o bebê. Também, para a segurança da criança, os cômodos devem ser adaptados para que quedas ou choques sejam evitados.

Carreira

Filhos nunca devem ser vistos como impecilhos para o avanço profissional, mas eles necessitam de atenção extra. Portanto, você e seu parceiro devem elaborar uma organização para que nenhum dos dois seja prejudicado.

Deu para ver que muitas coisas devem ser pensadas quando falamos sobre como se planejar para uma gravidez, não é mesmo? É sempre bom lembrar da responsabilidade e das dificuldades encontradas para gerar uma nova vida. Entretanto, se esse for seu grande desejo, não desista.

Referências extras para pesquisas: http://gnt.globo.com/maes-e-filhos/materias/cinco-alimentos-que-nao-podem-faltar-no-prato-das-gravidas.htm

https://www.tuasaude.com/melhores-exercicios-para-praticar-na-gravidez/
https://bebe.abril.com.br/gravidez/as-vacinas-indispensaveis-na-gravidez-e-no-pos-parto/

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here