sarampo

Alerta Sarampo: pediatra esclarece principais dúvidas sobre a doença

Após 20 anos da última morte registrada em decorrência de sarampo no país, um bebê de oito meses morreu em no Rio de Janeiro. Vamos falar agora sobre sarampo.

1 – O que é Sarampo?

O Sarampo é uma doença viral aguda causada pelo Morbilivirus. A transmissão ocorre, principalmente, no inverno e primavera através de aerossóis respiratórios e gotículas. Mas, a epidemia de Sarampo é um fenômeno global. Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) mostram que, em 2017, a doença foi responsável por 110 mortes.

2 – Quais são as principais causas da doença?

A doença é infecciosa aguda, de natureza viral, e pode se manifestar em todas as idades, especialmente, em crianças, jovens e adultos. Ela é transmitida pela fala, tosse e espirro, por exemplo, e extremamente contagiosa. Mas, que pode ser prevenida com vacina.

3 – Quanto tempo o vírus demora a se manifestar no corpo?

O período de incubação varia de oito a 12 dias desde a exposição ao vírus e o início dos sintomas. Nos primeiros cinco dias pode haver manifestação de febre alta, tosse, coriza e conjuntivite. As manchas vermelhas características da doença surgem entre o terceiro e o sétimo dia, com início atrás das orelhas e distribuição para todo o corpo.

4 – Como se prevenir?

A melhor e única forma de prevenção é com a vacina. Não existe nenhuma medicação específica para o tratamento, portanto todos devem se vacinar.


Aproveite e confira:


5 – Quem já se vacinou quando pequeno deve tomar a vacina outra vez?

Quem já se vacinou quando criança deve receber a dose de reforço na adolescência ou quando adulto. Serão até duas doses dependendo da situação vacinal anterior. Quem está com a vacina atrasada ou nunca se vacinou deve procurar pontos de vacinação.

6 – Quais medidas os pais devem tomar para prevenir os filhos?

A melhor medida é vacinar os seus filhos. Atualmente, existe uma corrente contra vacinas e isso faz com que doenças, que até pouco tempo estavam controladas, voltem, como o próprio Sarampo. O medo e os mitos das vacinas estão levando a um surgimento de novos surtos de doenças, o que de fato está colocando, diretamente, toda a população em risco.

close