Como fazer com que o cachorro se acostume com o bebê

como acostumar o cachorro com o seu bebê

A chegada de um bebê é um momento muito especial para toda a família.

E para quem tem um cachorro em casa, é comum haver um certo receio sobre como será essa relação, e como fazer com que o cachorro se acostume com o bebê.

Porém, não se preocupe!

pesquisas (em inglês) que já mostraram que essa relação é muito positiva.

Só que é válido acostumar o cão o quanto antes a conviver com as coisas do bebê.

Acompanhe o texto para saber mais.

Cachorros e bebês: cada caso é um caso!

Não podemos negar que haverá uma mudança no comportamento do cachorro. A reação dos cães é natural e eles mudam com tantas novidades.

E sim, eles vão sentir ciúmes, não dá pra fugir disso.

Só que não podemos afirmar que todo cachorro se torna agressivo após a chegada de um bebê. Até porque há histórias lindas sobre essa relação.

O que ocorre é que ele fica entediado pela falta de atenção, até mais apreensivo em virtude de tantas mudanças.

E para chamar a atenção ele vai latir, uivar, pular. Tudo isso para que alguém interaja com ele.

Só que ressaltamos, que fazer o cachorro se acostumar com o bebê é um processo que requer paciência e dedicação.

Não, não acontece de um dia para o outro.

E em alguns casos, os cães agem de forma mais tranquila, logo se tornando protetores dos bebês.

Já em outros casos, é comum haver um pouco de atrito nessa relação, mas nada que saia de seu controle para amenizar, e assim deixar o ambiente harmônico novamente.

Cachorros, bebês e higiene

Outra preocupação muito comum da chegada de um bebê, é em relação a higiene do cachorro e como isso pode afetar a saúde da criança.

Por isso, é importante aumentar o nível de limpeza da casa.

Passar aspirador, passar o pano diariamente e limitar, talvez no início, a circulação do cachorro no quarto do bebê.

Neste sentido, é aconselhável não permitir que o cão entre no quarto da criança e não deixar o cachorro e o bebê na mesma cama ou sofá.

Até porque o pelo de alguns animais pode agravar quadros de asma em crianças.

Sendo assim, a higiene na casa é fundamental. Mas isso depende da saúde de cada criança. Conversar com o seu médico é parte fundamental nessa etapa.

Portõezinhos podem ser úteis para manter o cachorro longe do quarto do bebê, principalmente nas primeiras semanas. Mas isso precisa ser uma decisão da família.

E muito cuidado para que você não tropece com o seu filho no colo quando for entrar no quartinho!

Se você não sabe como escolher produtos para cães, uma dica é conferir o site Amor aos Pets que faz análises de diferentes produtos para pets.

dicas para acostumar o cachorro com o bebê
Dicas para acostumar o cachorro com o bebê. Imagem: Pixabay

Prepare o cão antes do bebê nascer

Um bebê muda a rotina da família.

E com a chegada no novo membro, é muito comum os olhares de atenção se voltarem a ele, e o cachorro se sentir rejeitado.

Por isso, o mais indicado neste caso é preparar o cão para a chegada do bebê. E jamais espere até que o bebê chegue para fazer as mudanças que serão necessárias para a nova rotina do cachorro.

E como? Não se preocupe! Tudo começa aos poucos.

Por exemplo, se ele dorme com você, comece a ensiná-lo a ficar no chão, mas faça isso aos poucos.

Lembre-se, você tem alguns meses para fazer pequenas mudanças.

Confira algumas dicas que podem ajudar.

1) Atenção ao cachorro

Durante a gestação continue dando carinho ao cão, mas diminua um pouco o envolvimento.

Isso não quer dizer pra você deixar ele de lado ou se afastar.

Até para depois quando o bebê nascer ele não sentir uma mudança brusca de carinho.

E claro, mesmo com a nova rotina, os pais precisam dar atenção ao cachorro. Isso vai ajudar a evitar que ele fique com muito ciúme.

2) Fale do bebê

Você pode sim falar do bebê, e quando for falar, associar a coisas boas.

Lembre-se que alterações radicas costumam ser mais estressantes.

Durante conversas e carinhos, coloque a sua mão na barriga, e vá conversando com o cão, rindo, fazendo carinho.

3) Nada de disfarces

Não adianta esconder durante a gestação que vocês estão se preparando para a chegada de uma criança.

Os cães percebem movimentação nova na casa, desde novos objetos até o cheiro do bebê.

Por isso, disfarces não são válidos.

4) Não abandone o cachorro

Em um momento tão especial, como a chegada de um novo bebê, o cachorro não pode ficar de lado.

Mesmo que ele mostre um comportamento negativo, e isso é bem comum.

Mas jamais o abandone!

Falamos isso, porque acontece. Não se esqueça que ele foi seu parceiro por um bom período – hoje em dia é muito comum o cão ser membro da família.

5) Comandos básicos são essenciais

Se o seu cão ainda não lhe escuta, é bom começar aprender mais sobre adestramento.

Principalmente para ele compreender os comandos como “sentar”, “ficar”, “não pular”, “não”, “sai”…

Isso vai ajudar quando ele está próximo do bebê para que não ocorra nenhum problema.

6) Vacinação e a vermifugação do pet em dia

Durante os meses de enxoval é comum a atenção se valer para a chegada do bebê.

Por isso, neste período e também depois que a criança nascer, algo que não se pode esquecer é a vacinação e vermifugacão do pet.

Isso ajuda no controle de infecções e doenças.

Como o cão mora dentro da residência, é recomendando banhos semanais para a retirada dos excessos de pelos e boa higiene do animal.

7) Bebê e associações positivas

Sempre que possível quando falar do bebê, associe a coisas positivas.

E depois quando o bebê estiver junto, procure brincar com seu pet, dar brinquedos e petiscos.

E não o excluindo dessa relação.

De forma geral, com os cuidados básicos de higiene e uma certa distância de contato íntimo com o animal essa relação pode ser bem positiva para ambos (aqui tem outro estudo).

Ressaltamos que não é tão difícil assim.

Basta planejar e seguir algumas atitudes que vão tornar o mais saudável possível essa relação.

E depois você vai ver como o seu cachorro vai cuidar, tentar proteger, e brincar com a criança.

E ainda pode aproveitar e fazer lindos relatos fotográficos.

E você, já passou por algo semelhante? Deixe aqui embaixo nos comentários.

Quer mais informações sobre universo materno?

Mandamos conteúdos exclusivos sobre educação infantil, chá de bebê, enxoval, e muito mais!

Comente com o Facebook

comentários