Gravidez com câimbra? Saiba o que fazer

Imagem: Pixabay

Existe um “lado B” sobre a gravidez que poucas mulheres se lembram dele ou se atrevem comentar para não tirar a beleza e a energia desse momento, dizem inclusive que alguns hormônios da gravidez ajudam a esquecer a dor do parto e só lembrar do nascimento do bebê. Bom, eu acho que a câimbra também deve estar neste “pacote de esquecimentos” dos hormônios.

Como outros sintomas da gravidez, nem todas as mulheres grávidas sofrem com as temidas câimbras, mas provavelmente já sentiram o desconforto em outra fase da vida e vão querer evitar de todo jeito que elas ocorram durante a gestação.

O que é a câimbra?

A câimbra é um espasmo muscular causado por um movimento súbito e involuntário. Nossos músculos trabalham à todo momento contraindo e relaxando para que possamos fazer os mais diversos movimentos, mas quando um ou mais músculos tem este espasmo por tempo maior, é chamado de câimbra.

Por ser involuntário (porque vamos combinar, né?! Câimbra no dedinho do meio do pé esquerdo não é lá um movimento que você precisava e estava querendo fazer, não é mesmo?), você não consegue interrompê-lo imediatamente, mesmo fazendo massagens. Mas se estiver ocorrendo, mesmo com dores intensas, é preciso fazer um movimento contrário à puxada, mesmo que com o auxílio da parede, do chão e etc.

Porque temos câimbras na gravidez?

Durante o período de gestação vários fatores podem contribuir para o aparecimento de câimbras ou o aumento de seus episódios no corpo da mulher, e por isso os motivos podem ser vários. Alguns deles são:

  • Desidratação: Se você considerar que carregar seu bebê na barriga para todo canto é um exercício físico dos grandes, muito provavelmente seu organismo está liberando ácido lático no sangue como resultado químico. O ácido lático em proporção maior causa câimbras, e a forma de limpá-lo do organismo é bebendo muito líquido.
  • Sedentarismo: Como parte da explicação do item acima, se carregar seu bebê é o único exercício que você tem feito ultimamente, seus músculos estão sem memória de movimentos e tem maior propensão à falhar no “contrai, descontrai”.
  • Baixo nível de magnésio no organismo: Este nutriente é muito importante na gravidez amenizando também os efeitos da azia matinal comum na gestação e cansaço físico. O magnésio também previne contrações uterinas que ocorrem antes do período correto, sendo indicado para mulheres com histórico ou sintomas de pré-eclâmpsia.
  • Varizes nas pernas
  • Doenças metabólicas como hipotireoidismo e diabetes
  • Anemias, baixo nível de cálcio e deficiências de vitaminas do complexo B

Você deve estar sentindo falta da carência de potássio considerando que o costume popular indica sempre o consumo de banana para evitar câimbras por ser rica em potássio, não é mesmo? Então vamos falar sobre como evitar as câimbras que chegaremos na banana.

Como evitar as câimbras na gravidez?

Algumas atitudes podem mudar consideravelmente o quadro físico que favorece o aparecimento de câimbras, e o melhor é que elas ajudam também em outras condições de boa saúde.

  • Esteja sempre bem hidratada.
  • Antes de levantar e deitar na cama, faça um pequeno alongamento dos braços e das pernas (se estiver com aqueles biscoitinhos de água e sal ao lado da cama para amenizar a náusea e a azia matinal dos primeiros meses de gravidez, coma eles primeiro e espere um pouco!).
  • Pratique atividade física conforme orientação médica.
  • Algumas vitaminas podem ser recomendadas pelo médico como as do completo B.
  • Bananas? As bananas repõem principalmente potássio e carboidrato no corpo, que no caso dos praticantes regulares de esporte faz sentido pois durante o exercício o corpo consome primeiramente a energia (glicose) armazenada e depois outras fontes. Sem essas outras fontes, o corpo já começa a indicar um aumento da proporção de ácido lático, que é um dos desencadeadores das câimbras. Mas como é um alimento gostoso, saudável e prático de comer, se joga!

Meus episódios de câimbra na gravidez foram todos relacionados à meia de alta compressão. Vestir aquela meia sempre foi uma ginástica de posições nunca antes testada pelo meu corpo! E você, teve câimbras durante a gravidez ou está sentindo elas no momento? Em quais situações? Conte para gente!

Comente com o Facebook

comentários