Entrevista com a mamãe Adriana do Filhos na Bagagem!

Hoje a entrevista é com a mamãe Adriana Martins do face Filhos na Bagagem.

Adriana é mãe de 2 meninos e na sua página Filhos na Bagagem dá várias dicas de programas e lugares para ir com filhos no Rio Grande do Sul.

Vamos conhecer um pouquinho da Adriana e de sua vida como mãe!

1. Qual foi a maior coisa que você teve que abrir mão nesses últimos anos?

Desde que meus filhos nasceram eu diminui muito a minha rotina profissional, diminui viagens, compromissos há noite.

2. O que você faria se tivesse 3 horas a mais no seu dia?

Com a rotina puxada de trabalhar fora, acompanhar o temas da escola e demais rotinas diárias, se eu tivesse 3 horas a mais, conseguiria dar um pouco mais de atenção ao meu marido e a mim mesma. Acabamos sempre nos colocando em segundo plano para ficar com as crianças.

3. Ser mãe fez você ficar mais careta?

Mais careta, acredito que não, talvez mais atenta. Coisas que não me preocupavam tanto agora são prioridades. Gosto de acompanhar os jogos que meus filhos gostam, as músicas, os assuntos que estão rolando na Internet, etc… É importante estar por dentro das coisas, até para orienta-los sobre o que não é legal.

4. No momento o que você mais precisa? conversar ou ficar em silêncio?

Gosto das duas coisas, mas tem dias que sinto falta de um tempinho com a casa só para mim.

5. O que mudou nas suas amizades desde que seus filhos nasceram?

Sou uma pessoas que cultiva muito as amizades, tenho amigos que conheci desde a infância, nos encontramos várias vezes ao longo do ano. Mas é claro que hoje em dia, a convivência maior, passou as ser com os pais dos amigos das crianças, no clube, nas festinhas de aniversário, os convites para brincar na casa do amigo.

6. Você tem medo de que?

Da violência, cada vez maior.

7. O que você aprendeu com seus filhos?

A ter paciência, sem dúvida! Explicar a mesma coisas várias vezes, controlar as disputas entre irmãos, ensinar as dividir, sempre tentar entender os dois lados de cada situação. É um aprendizado diário.

8. Qual foi o maior desafio que você enfrentou com a maternidade?

Sempre tive muito contato com crianças, desde pequena, ajudei a cuidar de meus sobrinhos, então as questões práticas tipo banho, fraldas, mamadeiras, etc… não me geraram ansiedade. Aprender a lidar com a personalidade dos meus filhos, tentar ao mesmo tempo respeitar e ensinar, dar o exemplo, isso sim para mim é desfio.

Depois que se é mãe, agente revê muitas atitudes, afinal mais do que falar você tem que ser o exemplo. Eu volta e meia deixava escapar um “palavrão”, principalmente no trânsito, hoje mudei muito, estou muito mais calma, prefiro relevar coisas sem importância.

9. Cite 3 coisas pelas quais você pode ser grata hoje.

Pelos meus filhos terem saúde;

Por ter uma família maravilhosa que está sempre ao meu lado;

Por ser uma pessoa positiva, que não se deixa abater facilmente;

10. Dê uma dica de mãe para mãe.

Criar filhos não é fácil, não se deixe levar pelas matérias de revistas ou conselhos de amigas, que pintam isso como um conto de fadas. Você vai errar, acertar, vai se decepcionar algumas vezes, mas o amor e a vontade de uma boa mãe, conseguem superar tudo. Encontre o seu jeito de fazer as coisas, não importa se nas outras famílias não é assim, se dar certo para você, então faça. O importante é criar um ambiente harmonioso, de respeito e amor para a sua família.

 

 

Comente com o Facebook

comentários