O que é Puericultura? (especialidade médica e produtos)

A palavra puericultura deriva do latim (puer, pueris que quer dizer “juvenil”, “infantil”) e é uma especialidade médica contida dentro da pediatria, que trata exclusivamente do bem-estar e saúde dos bebês desde o seu nascimento até os seus primeiros anos de vida.

Compreendendo que a criança é um ser que está em desenvolvimento constante e possui muitas particularidades por isso é tão importante um olhar atento nesse processo, para averiguar todo o conjunto bio-psico-sócio-cultural.

Ela é comumente utilizada desde o nascimento dos bebês mas ela também é responsável pelo tratamento pré-natal prevenindo prováveis doenças ou anormalidades que possam colocar em risco a qualidade de vida e bem-estar da criança. Seria a famosa ida ao pediatra anterior a concepção, muito indicado pelos obstetras justamente para iniciar o processo de puericultura já com o bebê na barriga, avaliando o desenvolvimento do bebê na gestação.

A finalidade da puericultura é proteger a criança contra algum agravo que possa interferir em seu desenvolvimento físico e mental. Ela se difere de uma consulta normal de pediatra que geralmente as crianças vão quando ocorre alguma queixa específica (dor de ouvido, dor de garganta, etc. ) a consulta de puericultura é destinada para uma avaliação completa do paciente desde a pesagem, capacidade auditiva, capacidade visual, desenvolvimento neuropsicomotor até sua sexualidade.

” A consulta de puericultura é pautada na premissa de que também compete ao médico pediatra a orientação da família sobre a proteção integral à criança. Além disso, permite uma intervenção mais rápida e eficaz quando identificado algum desvio fora da normalidade na criança ou adolescente.” (UNIMED)

Abaixo segue alguns pontos avaliados nas consultas de puericultura:

puericultura
Puericultura. Imagem: Clínica Pró-Saúde
  • Avaliação do estado nutricional da criança pelos indicadores clínicos definidos pelo Ministério da Saúde;
  • Avaliação do histórico alimentar;
  • Avaliação da curva de crescimento pelos parâmetros antropométricos adotados pelo Ministério da Saúde;
  • Estado vacinal segundo o calendário oficial de vacinas do Ministério da Saúde;
  • Avaliação do desenvolvimento neuropsicomotor;
  • Avaliação do desempenho escolar e dos cuidados dispensados pela escola;
  • Avaliação do padrão de atividades físicas diárias conforme parâmetros recomendados pelo Ministério da Saúde;
  • Exame da capacidade visual;
  • Avaliação das condições do meio ambiente conforme roteiro do Ministério da Saúde;
  • Avaliação dos cuidados domiciliares dispensados à criança;
  • Avaliação do desenvolvimento da sexualidade;
  • Avaliação quantitativa e qualitativa do sono;
  • Avaliação da função auditiva;
  • Avaliação da saúde bucal.

(Dados tirados do site da UNIMED)


Aproveite e confira:


As consultas de puericultura após o nascimento do bebê serão periódicas, geralmente uma vez por mês durante o primeiro ano do bebê, aonde o pediatra irá observar a criança com um olhar atento, indagará aos pais sobre as reações da criança frente a estímulos para averiguar seu desenvolvimento, perguntará sobre as atividades que a criança realiza para averiguar como é seu cotidiano, sobre sua alimentação para averiguar se precisa haver alguma mudança como incluir alguns determinados alimentos ou até mesmo fazer reposição de vitaminas, se as vacinas estão em dia, irá pedir informações de como ela brinca, aonde dorme, condições de higiene que ela vive, etc.

Todas essas informações são importantes porque o médico pediatra irá avaliar em que condições a criança vive e se ela está de acordo com sua idade se desenvolvendo adequadamente.

Outros pontos avaliados na consulta são as evoluções físicas de seu crescimento, através da aferição periódica de peso, altura e do perímetro cefálico pois a análise de ambos em gráficos são indicadores das condições de saúde das crianças. Pois o crescimento (ganho de peso e altura) seguem se desenvolvendo até o final da adolescência enquanto o desenvolvimento motor que significa aprender a fazer coisas sozinho, criando habilidades é um processo contínuo.

Nesse contexto observa-se como é importante a escolha do pediatra que irá fazer o acompanhamento da saúde dos seus filhos, entenda aqui saúde compreendida no seu sentido amplo bio-pisco-sócio-cultura, desde o nascimento até o fim da adolescência.

É preciso criar um vínculo de confiança e comunicação entre a família e o médico pediatra, de forma a promover uma mútua cooperação, tendo a família alguém de confiança a quem recorrer nos casos de dúvidas (que por sinal são muito frequentes nos primeiros anos) e para o acompanhamento de forma preventiva do crescimento e desenvolvimento do seu filho e nos casos de haver alguma doença alguém que seja habilitado para ajudar e cuidar adequadamente do seu filho.

Também é importante que seu filho se sinta confortável com o pediatra escolhido, para que ele se sinta a vontade nas consultas de forma a cooperar com as avaliações médicas.

Quanto aos artigos de puericultura temos a classificação de leve e pesada:

A puericultura leve:

são os produtos, artigos ou objetos utilizados para facilitar o conforto e desenvolvimento do bebê nos seus primeiros anos de vida. Geralmente são itens de de uso pessoal e único como por exemplo: mamadeiras, chupetas, pratos, fraldas, mordedores, entre outros.

A puericultura pesada:

são produtos, artigos ou objetos utilizados para facilitar o conforto e desenvolvimento do bebê mas não são de uso único e pessoal. Como por exemplo: berços, bebê conforto, carrinho de passeio, assentos de segurança e etc.

Deixe um comentário

close