Cocô do bebê: o que é normal e o que não é

o que é normal no cocô do bebê?

O cocô do bebê gera muitas dúvidas para as mamães de primeira viagem.

Afinal, elas não estão acostumadas com isso e temem que não percebam alguma alteração importante nas fezes. Porém, não precisa se preocupar!

Neste artigo, apresentaremos todas as características do que é ou não normal para o cocô do bebê, principalmente durante os primeiros meses de vida. Assim, você será capaz de identificar qualquer anomalia para cuidar da saúde do seu filho.

Tenha sempre em mente que você pode contar com o seu médico para garantir o bem-estar da criança a qualquer momento. Se você achar que algo não está normal, não hesite em entrar em contato para que ele possa avaliar a situação. É sempre melhor prevenir do que remediar!

Agora, vamos começar a falar um pouco sobre as características das fezes do neném.

Quantas vezes por dia o bebê faz cocô?

o que é normal ou não no cocô do bebê
O que é normal e o que não é normal no cocô do bebê? Imagem: Carone

Não existe uma resposta única para essa pergunta. Tudo depende do organismo de cada criança e da sua alimentação.

Se o seu bebê se alimenta com leite materno, é comum que ele faça cocô mais vezes ao dia. Porém, também é normal que ele faça uma vez a cada dois ou três dias. Tudo depende realmente do seu organismo.

O que você deve sempre prestar atenção para saber se a situação é normal é se as fezes são pastosas e se causam dor no neném. Por exemplo, se ele costuma chorar enquanto defeca, então talvez seja uma boa ideia conversar com o seu médico.

Com o tempo, você será capaz de identificar a frequência normal do seu bebê.

Agora, se ele se alimenta por meio de fórmulas, a prisão de ventre é mais comum. Portanto, se você perceber qualquer desconforto, não hesite em conversar com a sua equipe médica.

Como é a aparência do cocô do bebê?

Logo após o parto, as fezes têm uma aparência preta esverdeada, como uma meleca. Esse material é chamado de mecônio e trata-se de algo que se acumulou no intestino durante a gravidez.

Após essa primeira fase, o cocô pode assumir diversas cores e consistências. Por isso, não é uma boa ideia levar em conta as fezes do bebê de uma amiga ou parente.

Lembre-se de que cada organismo é diferente e isso não significa que existe algo de errado com o seu neném!

É normal que ele apresente cor mais amarela e até mesmo alguns pequenos grãos. Da mesma forma, é normal que ele seja mais consistente.

Assim que o bebê passar do leite materno para o leite em pó, é normal também que a aparência do cocô mude completamente.

O que não é normal no cocô do bebê?

Preste atenção nos seguintes sinais para saber se o cocô do seu bebê está com alguma anormalidade:

Diarreia

No caso da diarreia, o cocô fica bastante líquido e a sua frequência aumenta. Essa condição é mais comum para bebês que tomam a fórmula ou o leite em pó, já que o leite materno possui nutrientes que inibem a proliferação dos microorganismos que causam a diarreia.

Infecções

Os bebês que tomam leite em pó também ficam sujeitos a infecções. Portanto, você deve sempre esterilizar as mamadeiras e copinhos utilizados. Caso ele esteja com alguma infecção, a aparência do cocô também será líquida e sua frequência será maior.

Prisão de ventre

A constipação inclui sintomas como a dificuldade para defecar, cocô em formato de pedrinhas, dor abdominal, enrijecimento da barriga e irritabilidade. Caso você perceba qualquer um desses sinais, entre em contato com o seu médico para ajudar o seu bebê a fazer cocô sem dor e de forma saudável.

Cocô verde

O cocô do bebê verde e espumoso pode indicar que a criança está recebendo lactose demais. Isso acontece devido à erros no processo de amamentação. Por isso, é imprescindível que você se certifique de que o bebê está esvaziando totalmente um lado do peito antes do outro.

Isso porque existe uma substância chamada leite posterior, que é mais rica em calorias e vem no final da amamentação.

Se você alterar o processo e nada mudar em 24h, consulte o seu médico.

Sangue nas fezes

Traços de sangue no cocô do bebê podem ser um sinal de prisão de ventre ou de pequenas fissuras na pele do ânus, ou ainda algum outro problema. Caso você identifique esses traços, entre em contato com o seu médico para identificar a causa.

Agora você já sabe o que é e o que não é normal no cocô do seu bebê e pode ficar mais tranquila! Não se esqueça de que, com o tempo, ficará muito mais fácil identificar os aspectos importantes das fezes da criança e identificar os padrões de comportamento do seu organismo.

Caso você ainda tenha alguma dúvida, entre em contato para que possamos ajudá-la da melhor forma possível!

Quer mais informações sobre universo materno?

Mandamos conteúdos exclusivos sobre educação infantil, chá de bebê, enxoval, e muito mais!

Comente com o Facebook

comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here