Parto em casa: Porque essa foi a escolha da Gisele Bundchen

Imagem: Celebridades UOL

Quem viu a entrevista que a Ana Maria Braga fez com a top Gisele Bundchen no Mais Você em agosto de 2014 deve lembrar que ela relatou como foi o parto em casa da filha mais nova, a Vivian Lake, quando a entrevistadora disse que sua filha estava prestes a dar a luz em casa para seu segundo neto.

Em resumo ela contou que depois de pesquisar uma série de informações sobre os tipos de parto (gente como a gente!), decidiu que gostaria de ter seus dois filhos na água, em casa. O primeiro, Benjamin, teve um parto em casa mais demorado, mas Vivian nasceu mais rapidamente e empelicada.

Não sei se você se emociona como eu, mas nesse dia achei a Gisele Bundchen mulher mais “top” do que a Gisele Bundchen modelo . Ela disse que preferiu o parto em casa pois se sentia mais segura. E que como sua rotina incluía todos seus afazeres de mãe do Benjamin, que seu corpo foi preparando para o parto da Vivian ao longo de dois dias, até que em uma tarde, enquanto provava algumas lingeries, a dor das contrações intensificou (sim, ela já estava sentindo as dores nesses dois dias, já tinha uma certa dilatação, mas continuava a rotina normal por não ser a hora certa do parto) e ela decidiu chamar sua parteira e a bebê nasceu poucas horas depois.

Imagem: Th Bith Photographer
Imagem: Th Bith Photographer

Quando o parto em casa é recomendado?

Posso soar radical demais, mas acho pouco provável algum médico “recomendar” o parto em domicílio. Isso porque o obstetra por sua profissão cercada de cuidados e procedimentos obrigatórios tende a escolher um ambiente mais controlado e por isso, essa não seria a melhor opção para ele.

Quais as características do parto em casa?

As vantagens e desvantagens parecem andar de mãos dadas e somente seu posicionamento pode dizer se determinada característica é uma vantagem ou desvantagem.

Ex: Não possuir uma série de equipamentos médicos.

Isso aparentemente parece de extrema necessidades para um parto, já que no Brasil a maioria acontece nos hospitais, e que por consequência todos esses equipamentos são utilizados. Mas fora do Brasil, como na Holanda e nos Estados Unidos como foi o caso da Gisele Bundchen, o número de partos em domicílio pode chegar até 40% dos partos de baixo risco realizados no país, e com estatísticas que demonstram que sua “eficácia” é igual ou maior do que os partos normais em Hospitais e por isso tais equipamentos não são absolutamente necessários.

No parto em casa, o número de analgesia, de episiotomia, uso de fórceps e indicação para cesáreas é bem menor do que aqueles realizados em hospitais. Além disso, o parto em casa também facilita o início do aleitamento logo após o parto, uma sensação de segurança e conforto para a parturiente e um repouso mais real para o corpo e a mente dos envolvidos depois da chegada do bebê, além de trazer para casa toda as boas energias e vibrações desse momento.

Como realizar seu parto em casa?

Eu prefiro encarar a realidade de forma positiva. Dessa forma, devo dizer que está cada vez mais fácil realizar um parto em casa, pois o número de doulas e médicos aptos a realizarem partos humanizados tem crescido no Brasil e isso favorece principalmente a gestante, que passa a ter um direito básico de ESCOLHA.

Se esta é a sua vontade, procure o quanto antes um médico que realize partos humanizados e/ou uma doula que possa lhe oferecer todo o apoio informacional e de estrutura para a realização do seu desejo. Como eles ainda estão em pouco número, faça isso rápido!

Dessa forma fica claro o motivo pelo qual a Gisele Bundchen escolheu o parto em casa. Primeiro, porque ela tinha consciência de que isso seria o melhor para ela e seus filhos e também porque tinha junto dela pessoas preparadas para realizar isso em segurança.

Aproveito para convidar você a entender um pouco melhor sobre o leite materno. Ele é super-poderoso, mas poucas pessoas sabem o porque! Neste post AQUI você vai entender ainda mais o porque a amamentação exclusiva deveria ser mais incentivada.

Você se sente segura para fazer o parto em casa? Você fez o seu assim? Conte para a gente!

Comente com o Facebook

comentários