Tem duas formas de se assustar com essa pergunta: A primeira, é quando você realmente não sabe o que são ovários policísticos e a segunda é será que é isso que está impedindo você de engravidar?

Uma terceira informação pode lhe deixar ainda mais assustada. Um estudo feito pela Escola Paulista de Medicina da UNIFESP constatou que 71% das mulheres brasileiras não sabem o que é a SOP, sigla para a Síndrome dos Ovários Policísticos.

Se é este seu caso, não se sinta mal. Confira as informações aqui e converse com seu ginecologista em sua próxima visita. Se estiver tentando engravidar sem sucesso, marque essa consulta com mais urgência, a resposta pode estar aí!

O que é SOP – Síndrome dos Ovários Policísticos

A Síndrome dos ovários policísticos é um ditúrbio causado pelo desequilíbrio hormonal. Sem uma causa conhecida, a SOP interfere no processo de ovulação padrão da mulher e como consequência, é identificado a formação e permanência definitiva de cistos nos ovários.

Em uma dinâmica saudável, estes cistos também apareceriam, mas seria eliminados a cada ciclo menstrual.

Imagem: Pinterest

Imagem: Pinterest

A situação atípica pode aumentar em até três vezes o tamanho do útero, fazer com que o organismo libere mais hormônios masculinos e reaja a essa modificação, aumentando a oleosidade da pele, aumentando o número de acnes (ou voltando a ocorrer fora da adolescência) e também o crescimento anormal de pêlos no corpo, com presença inclusive no queixo, buço e seios.

Não tem uma causa propriamente conhecida, e pode se dizer que tem origem genética, pois o número de casos aumenta quase em 50% em filhas e irmãs de mulheres que possuem SOP. Uma das possíveis causas é o aumento da produção de insulina pelo organismo, que provoca um desequilíbrio hormonal.

Principais sintomas da SOP

  • Menstruação irregular ou ausência de menstruação.
  • Aumento de pêlos masculinos (hirsutismo), causada pelo excesso de testosterona
  • Sobrepeso ou obesidade
  • Aumento da oleosidade da pele e até aparecimento de acnes
  • Favorecimento da diabetes (considerando sua relação com a insulina no corpo)
  • Dificuldades para engravidar

Tratamento da Síndrome dos Ovários Policísticos

Quanto antes o tratamento for iniciado, melhor e mais rápido poderá ser o resultado. Ainda que não seja com o objetivo de engravidar, o tratamento da Síndorme dos Ovários Policísticos deve iniciar o quanto antes, pois como dito acima, trata-se de um desequílibrio hormonal que não afeta somente o aparelho reprodutivo da mulher, mas todo seu organismo, inclusive sua auto-estima, considerando os efeitos físicos causados.

O ginecologista analisará através de exame ultravaginal e exames de sangue (que vão indicar o volume de insulina e outros componentes) o quadro e poderá indicar o uso de anticoncepcionais e demais medicamentos que podem estimular a ovulação, por exemplo.

Para o caso das mulheres que estão tentando engravidar, o emagrecimento e uma vida com atividades físicas regulares pode aumentar consideravelmente as chances de engravidar, principalmente se associadas aos anticoncepcionais que visam regular a menstruação da mulher.

Se você acompanhar fóruns de discussão e grupos do Facebook, vai encontrar relatos de mulheres que identificaram a SOP na primeira menstruação e ida ao ginecologista, e outras que só identificaram depois da segunda gravidez. Organismos são diferentes, reagem diferente. Algumas relatam que não tem nenhum dos principais sintomas, mas que precisam estar sempre alertas à insulina e controle de diabetes. Outras relatam uma série de desconfortos com o uso dos medicamentos.

A verdade é que a mulher precisa conhecer seu corpo, pois muitos sintomas são parecidos e comuns mas podem esconder causas mais sérias, como a SOP e a endometriose (que você tem mais informações AQUI). Não deixe de se informar, conversar com outras mulheres e também de se observar!