10 motivos para levar seu filho para a feira e para a cozinha

Hoje temos a participação da Leticia Mantovani, designer, estudante de gastronomia, curiosa da nutrição e mãe da Alice, 4 anos. Criadora do Tá na Mesa Culinária Consciente Infantil. Confira suas dicas!

Você acha o caos levar seu filho à feira? Seu filho não reconhece verduras e frutas? Ele acha que o leite vem da caixinha do mercado? Hummm, acho que tem algo errado nessa história.

Levar o seu filho na feira e no mercado é muito mais do que só uma rotina – pode ser um passeio cheio de aprendizados. Nessas saídas, é possível ativar a curiosidade do seu filho, mostrar para ele os cheiros, as cores, as formas, as texturas e explicar sobre cada alimento – se aquela fruta estava em uma planta pequena ou em uma árvore enorme, por exemplo, se tira a casca ou se come com casca. Não deixe de perguntar se ele quer experimentar. Só conhecendo é que a criança vai querer provar. Dê o exemplo: nossos filhos são nossos espelhos. Seu filho come aquilo que você come. Isso se chama costume, rotina, tradição, origem.

A mesma ideia serve para você levar seu filho para a cozinha! Convide-o para te ajudar na preparação das refeições. Pode ser de qualquer idade, menino ou menina, e com tarefas das mais simples às mais complexas. Crianças gostam de ajudar e vão gostar de comer os alimentos que eles ajudaram a escolher e a preparar. Elas vão começar a entender que o bolo é feito do ovo, que vem da galinha, que também vai leite, que não é da caixinha e sim da vaca, que ervas são plantas e assim vai.

Lugar de criança também é na cozinha

  1. Torne a cozinha segura, limpa e organizada. Retire objetos cortantes, fios elétricos, panelas quentes, tudo que achar que pode levar a algum acidente.
  2. Mostre que lavar as mãos é muito importante e não só antes de cozinhar e de comer, mas também quando tocar alimentos crus
  3. Do forno à torradeira, ensine sobre todos os perigos da cozinha
  4. Ensine tudo sobre facas, que precisam ter muito cuidado, mas não precisam ter medo
  5. Se o seu filho ainda é muito pequeno, planeje receitas mais simples e já deixe tudo à mão – eles não têm muita paciência
  6. Para os maiores, peça ajuda desde o começo da receita, assim você também consegue trabalhar frações e matemática na cozinha
  7. Crie receitas lúdicas e infantis. Crianças adoram mexer com massas, colheres, enfeitar, fazer formatos e temperar as receitas.
  8. Não saia de perto, sempre fique de olho. Em um segundo tudo pode acontecer
  9. Envolva seu filho desde a hora de comprar os ingredientes e escolha junto com ele a refeição do dia
  10. Não fique tenso(a) com os perigos e aproveite para passar momentos únicos com seu filho.

 

E para você que está pensando “mas nem eu sei cozinhar quanto mais ensinar meu filho” descubra que organização é tudo na cozinha e que o freezer pode ser um ótimo aliado. Anota uma receitinha ótima para fazer com as crianças.

 

Receita bolinho de espinafre

 alimentação-infantil-feira

 

1 maço de espinafre

1 cebola pequena ralada

1 dente de alho picado

2 ovos caipiras

1/2 xícara de farinha de trigo integral

1 colher de manteiga

parmesão ou meia cura ralado a gosto

1 pitada de sal

MODO DE PREPARO

  1. Pique o espinafre em tamanhos pequenos
  2. Adicione todos os ingredientes e misture (talvez precise menos ou mais de farinha de trigo, é só para dar liga)
  3. Faça os bolinhos no formato que preferir
  4. Asse por 20’ em 200oC

Traga esse conhecimento para seu filho. Além de ser enriquecedor de conhecimento e nutrição também traz momentos ótimos e divertidos.

Leticia Mantovani

Ta Na Mesa – Culinária Consciente Infantil

 

Comente com o Facebook

comentários