Baby Blues, como identificar !

http://20minutospratudo.com.br/2015/11/04/o-parto-do-pos-parto/

O Baby Blues é uma alteração hormonal que se dá logo após o nascimento do bebê, devido a uma queda brusca dos hormônios atuantes na gestação e também a soma de outros fatores como o stress do parto, a responsabilidade de criar uma criança, etc. Costuma acontecer entre o 3° e o 5° dia após o parto, dura em torno de uns 14 dias e desaparece de forma espontânea.

Cerca de 60% a 80% das recém-mães passam pelo baby blues.

É necessário atenção, pois muitas vezes a depressão pós-parto é confundida com o baby blues, por isso fique atento aos sinais caso você já tenho histórico de depressão ou se há algum histórico familiar. Na depressão pós-parto a mulher tem idéias suicidas ou de incapacidade de cuidar de si mesma ou do bebê , nestes casos procure ajuda médica imediatamente, pois a recuperação não é espontânea como o da baby-blues.

Principais sintomas do baby blues:

  • Tristeza;
  • Irritabilidade;
  • Ansiedade;
  • Choro;
  • Fadiga;
  • Mudança de humor;
  • Mudança de apetite.

Como tratar:

Não tem como prevenir uma vez que se trata de uma questão hormonal  mas é possível lidar melhor com ela, veja algumas dicas para amenizar esse período:

  • Tenha uma dieta equilibrada, a falta de algumas vitaminas ou nutriente podem agravar a situação, bem como a ingestão de carboidratos de forma adequada podem ajudar e MUITO a melhorar seu humor; Não abuse mas se permita!
  • Converse com alguém que você tenha intimidade para falar sobre o assunto sem ser julgada, como por exemplo uma amiga que também é mãe, que entende o que você está passando, ajuda a aliviar a tensão. Uma vez que você percebe que não é a única a passar por essa situação, consegue lidar melhor consigo mesma;
  • Não se cobre tanto, aos poucos tudo vai se encaixando e as dúvidas e medos dos primeiros dias vão dando lugar a confiança e a segurança;
  • Tenha um tempo para si mesma, nem que seja para tomar um banho descansada, ajuda a relaxar. Ou se conseguir dar uma volta no shopping, fazer as unhas. Pode parecer bobagem mas não é, o fato de sair um pouco de casa ou da rotina intensa dos cuidados com o bebê permite que você possa espairecer os pensamentos e com certeza voltará mais renovada;
  • Peça ajuda ! Peça ajuda para amigos, familiares para as tarefas da casa, ou até mesmo para dar uma mão com o bebê! Você precisa! Acredite! Nesse início muitas vezes achamos que somos a mulher maravilha e que vamos dar conta de tudo, e de repente nos deparamos com a realidade de que não vamos conseguir, então nos frustramos e isso acaba por colaborar com o quadro do Baby-Blues. Portanto nada de se fazer de difícil, essa é a hora de pedir ajuda sem vergonha!

Melancolia e tristeza não são doença, seguindo as dicas acima você conseguirá lidar melhor consigo mesma e com a situação que estás vivendo de forma mais leve, sabendo que a maioria das mães passa por isso, que é uma questão hormonal e melhor ainda vai passar!

O papel do pai é fundamental

Maridos sem desespero! Sua mulher está bem e todo esse turbilhão vai passar, você só precisa deixá-la chorar, ouvi-la, regar ela com muitas palavras de amor e elogios e acima de tudo compreender que ela está se sentindo cansada e sobrecarregada e por vezes nem sequer conseguirá pedir ajuda. Mas tenha a iniciativa de ajudá-la nas tarefas da casa, lhe ofereça mimos, abraços, beijos e palavras encorajadoras. Fazendo isso os dias se tornarão mais leves e alegres, proporcionando um ambiente tranquilo e acolhedor para seu bebê.

 

Veja mais:

Puerpério : a fase pós-parto

Puerpério: relatos de uma mãe

10 coisas que não se deve dizer a uma recém mãe

 

Comente com o Facebook

comentários