Baby Check-in Lugares para ir com crianças
Grátis ×
Chá de Bebê Online
Roupinhas para bebês
Como fazer fotolivro
Ebook Atividades de 0 a 1 ano

Entrevista com a mamãe Ananda Etges do Projeto de Mãe

Última atualização em por

Hoje é dia de conhecer um pouquinho da mamãe Ananda Etges,  ela é mãe do Vítor, de 4 anos, e da Clara, de 3. Jornalista, compartilha no blog Projeto de Mãe um pouco sobre o universo
da maternidade, com muita praticidade e uma pitada de bom humor.

1. Qual foi a maior coisa que você teve que abrir mão nesses últimos anos?

Desde que me tornei mãe eu não cheguei a abrir mão de alguma coisa. O que aconteceu é que naturalmente os planos foram mudando e se moldando à vida com os filhos. Por exemplo: eu sempre quis fazer um mestrado. Fiz a seleção em uma universidade diferente da que planejava, por ser mais perto de casa e assim ficar mais viável de organizar dentro da minha rotina de
mãe. Consegui concluir o mestrado com dois filhos pequenos, justamente pela adaptação feita. Se tivesse mantido a ideia inicial de fazer na outra universidade talvez eu ainda não tivesse meu título.

2. O que você faria se tivesse 3 horas a mais no seu dia?

Com certeza eu iria dormir! Acabo resolvendo muitas demandas depois que as crianças dormem, para poder ficar mais tempo com eles durante o dia. Sendo assim, vou dormir muito tarde e acordo cedo com a minha dupla. Então, se tivesse mais tempo com certeza usaria para recuperar o sono.

3.  Ser mãe fez você ficar mais careta?

Não sei se careta, mas com certeza mais medrosa. Hoje sinto muito medo de morrer, de pegar a estrada, de acidentes domésticos. Coisas que antes dos filhos eu nem sequer pensava sobre.

4.  No momento o que você mais precisa? conversar ou ficar em silêncio?

Acho que ficar em silêncio. Ainda mais depois de 1 mês e meio de férias escolares com meus dois filhos, um pouco de silêncio para colocar as ideias em ordem cairia bem.

5. O que mudou nas suas amizades desde que seus filhos nasceram?

A maioria das minhas amigas não têm filhos. Por isso, sei que é difícil para elas entenderem os meus problemas e as minhas ausências. Acabei me afastando de algumas pessoas por isso.

6. Você tem medo de que?

Meu maior medo é não estar perto dos meus filhos.

7. O que você aprendeu com seus filhos?

Que o essencial é valorizar o simples. Eles não precisam de brinquedos caros, de roupas de marca, de coisas materiais. O que faz uma criança feliz é olhar no olho, sentar e brincar junto, demonstrar um amor sincero. Foi um verdadeiro ensinamento.

8. Qual foi o maior desafio que você enfrentou com a maternidade?

Não consigo pensar em um grande desafio, mas sim em pequenos desafios diários. Conciliar trabalho com maternidade, ter fôlego para brincar e dar atenção todos os dias, ter que acordar diversas vezes à noite. Enfim, uma série de pequenas coisas que fazem parte da maternidade, mas que não é sempre que temos vontade de encarar.

9. Cite 3 coisas pelas quais você pode ser grata hoje.

Pela saúde dos meus filhos, pela união da nossa família e pela oportunidade de sonharmos juntos.

10. Dê uma dica de mãe para mãe.

Minha maior dica é para a mãe olhar para o seu filho como um indivíduo único. Um ser precioso que precisa ser respeitado, amado e ensinado. Crianças não nascem sabendo, somos nós responsáveis por conduzi-las. E tal tarefa exige muito amor, entrega e paciência.

Você também pode gostar

Comente com o Facebook

comentários