Entrevista com a mamãe Daniela Araújo, mãe da Sofia e da Aurora

Hoje vamos conhecer um pouquinho da super mamãe Daniela Araújo, mãe de duas lindas meninas a Sofia de 4 anos e a pequena Aurora de 4 mesinhos.

Ela é mãe tempo integral e nas horas vagas trabalha como personal trainer. Ela é muito ligada na saúde e bem-estar da sua família, vamos conhecer um pouquinho mais dela hoje.

1. Qual foi a maior coisa que você teve que abrir mão nesses últimos anos?

Sono!! Amo dormir! Minha mãe sempre conta que eu fui daqueles bebês dos sonhos que precisa ser acordado para se alimentar… Não dormir me deixa cansada e irritada, não consigo produzir. Minha primeira filha teve muita cólica e refluxo oculto, então eu tive muita dificuldade com isso (claro que não era culpa dela, ela sentia muito desconforto!). A segunda tem um pouco de refluxo, mas não atrapalha ela em relação ao sono então está bem mais fácil dessa vez.

2. O que você faria se tivesse 3 horas a mais no seu dia? 3h livre?

Sou professora de Educação Física e amo corrida de rua e musculação, com certeza seria isso. Sou daquelas que passa 2h treinando fácil… Hoje com uma menina de 4 e outra de 3 meses, consigo fazer meia hora e não é todos os dias.

3. Ser MÃE fez você ficar mais careta?

Não… acho que hoje em dia as mães andam bem moderninhas… Eu me cuido mais, procuro sair arrumada e bonita… procuro voltar ao meu peso, ainda mais sendo mãe de meninas… acho importante porque o nosso exterior também comunica o que está lá dentro… e gosto de passar para as minhas filhas e outras mães que a maternidade melhora você e não o contrário…

4. No momento o que você mais precisa? conversar ou ficar em silêncio?

Eu gosto de ter meus momentos de quietude, então com certeza é silêncio… Com crianças pequenas é difícil ter esse momento. Então aproveito a hora em que elas dormem pra ter meu momento de leitura e reflexão… é onde eu me organizo mentalmente.

5. O que mudou nas suas amizades desde que seus filhos nasceram?

Eu sou uma pessoa que ama preservar todas as minhas amizades. Gosto de incluir, de agrupar. Sendo mães ou não… A maternidade me trouxe uma porção de novas amigas… a gente se identifica mais com quem está passando pelas mesmas situações. Mas sempre vou mantendo minhas amigas de infância, escola e faculdade. Elas são parte da minha construção pessoal.

6. Você tem medo de que?

Da perda… de todo tipo de perda… seja física ou espiritual… Minha mente natural quer minha família viva e sã, e me esforço para que aprendam a andar com Deus e conhecê-lo.

7. O que você aprendeu com seus filhos?

Minha vida era corrida demais… Trabalho, casa, estudo, concursos, não tinha tempo pra nada. Com minhas meninas aprendi a observar mais, a ser mais paciente, a ouvir sem pressa. Seja numa ida a pracinha contemplando as florzinhas, as formigas e toda natureza perfeita de Deus ou ouvindo suas conversinhas no escurinho do quarto antes de dormir.

8. Qual foi o maior desafio que você enfrentou com a maternidade?

Nas duas vezes, o parto. Nunca temi pelo parto… Sabia que era algo natural… mas tive uma experiência péssima no 1º sendo “forçada” a optar pela cesárea, na qual minha filha foi machucada. Lidar com isso me trouxe dor por um bom tempo. Não queria passar por isso novamente. mas graças a Deus no 2º consegui uma boa médica, e graças a Deus tudo saiu como eu sonhava.

9. Cite 3 coisas pelas quais você pode ser grata hoje.

Saúde, peço sempre capacitação a Deus para cuidar da minha família da melhor forma que posso.

Alimento e roupas – “tendo o que comer e com que vestir-nos, estejamos com isso satisfeitos” 1 Tm 6:8

10. Dê uma dica de mãe para mãe

Confie no seu instinto! Acima de qualquer dica, leitura ou palpite.
Nós conhecemos nossos filhos melhor do que ninguém. A maioria das coisas não funciona igual pra todos. Seja feliz nas suas escolhas e tente não ceder a críticas e pressões. Faça seu melhor naquilo que você acredita. e principalmemte: “Confia ao Senhor as tuas obras, e teus desígnios serão estabelecidos.
Provérbios 16:3”

Comente com o Facebook

comentários