5 dicas para manter a forma durante a gravidez

atividade-fisica-na-gravidez

O período gestacional promove diversas mudanças e adaptações fisiológicas na mulher, exigindo assim maior atenção e cuidados especiais para uma gravidez saudável. Como consequência das alterações físicas e psicológicas, muitas gestantes podem sentir desconfortos nesse período. Para proporcionar melhor qualidade de vida para a mãe e para o bebê, os exercícios físicos podem ser um bom aliado.

Aproveite e confira: 5 mitos e verdades sobre atividade física durante a gravidez 

Daniel Barsottini, mestre em Educação Física e criador do projeto Além das Curvas, programa de treinamento voltado exclusivamente para mulheres, com a missão de contribuir para o bem-estar e a autoestima feminina, dá dicas de exercícios físicos ideais para as gestantes manterem a boa forma de maneira saudável.

Exercícios físicos para manter a forma durante a gravidez:

1- Manter a regularidade de forma leve e moderada

Há um consenso em diversas pesquisas científicas de que o exercício físico praticado de maneira regular e contínua, realizado com uma intensidade leve a moderada, desde que não haja contraindicações a sua prática, proporciona diversos benefícios. Durante o período gestacional, exercícios físicos de alta intensidade devem ser evitados, assim como os praticados com a mulher deitada.

2- Exercícios certos são aqueles que diminuem a dor e fortalecem, mas cuidado…

Entre exercícios indicados para gestantes estão a musculação, o treinamento funcional, pilates, alongamento, hidroginástica, caminhada, bicicleta ergométrica e/ou atividades recreativas. A atividade física moderada durante a gestação também pode contribuir para o parto e no controle de peso, melhora da capacidade funcional e diminuição da intensidade da dor na região lombar, além do fortalecimento dos músculos do assoalho pélvico, que na gestação é de extrema importância pois diminui a incidência de incontinência urinária, durante e após o parto. Mas cuidado. É recomendado evitar atividades de contato ou com risco de queda, como lutas e ciclismo, e manter-se hidratada, para auxiliar no controle da elevação da temperatura da gestante e do bebê.

3- Avaliação médica para as gestantes que nunca fizeram exercícios

Mulheres que não praticavam exercícios antes da gestação ou que têm alguma restrição médica, devem passar por uma avaliação antes de começar a prática de atividade física. O acompanhamento médico é sempre necessário e as recomendações devem ser acrescentadas à rotina de exercícios das gestantes.

4 – Quantas vezes por semana treinar e qual a intensidade?

A Organização Mundial de Saúde, o Centers for Disease Control dos Estados Unidos, o Americam College of Sports Medicine, o American Heart Association e o American College of Obstetrician and Ginecology definem como recomendações de interesse na prescrição de exercícios durante a gravidez priorizar exercícios leves ou moderados, que envolvam grandes grupos musculares e ritmo contínuo, realizados pelo menos três vezes por semana, de 30 a 60 minutos.

5 – Recomenda-se seguir os exercícios após o parto

No pós-parto, não ocorrendo nenhuma complicação, a Sociedade Brasileira de medicina do Esporte afirma que os exercícios podem ter início em 30 dias após o parto normal e 45 dias após a cesariana – sempre com a liberação médica. A falta de atividade física regular é um dos fatores associados a um risco maior de doenças durante e após a gestação.

Aproveite e confira também: Manual prático sobre exercícios para gestantes e pós-parto neste inverno

Quer mais informações sobre universo materno?

Mandamos conteúdos exclusivos sobre educação infantil, chá de bebê, enxoval, e muito mais!

Comente com o Facebook

comentários