Hoje temos a participação de Gizele Monteiro, personal gestante e coach de mamães, desvendando os “Mitos e Verdades” sobre atividade física durante a gravidez.

1 – Exercícios são arriscados para a gestante e bebê?

MITO.

verdade é que os exercícios durante a gravidez trazem inúmeros benefícios, tanto para a futura mamãe quanto ao seu bebê, mas eles devem ser praticados com moderação e somente com a liberação médica.

2 – O exercício aumenta o risco de sangramento no início da gestação?

MITO

verdade é que no primeiro trimestre, o risco de aborto natural é maior, mas não por causa do exercícios físico (SE ESSE ESTIVER DENTRO DA INTENSIDADE CORRETA), e que sejam liberados pelo médico. Ele sabe o estado de saúde da paciente. Mas, é importante salientar que, em caso de sangramento, a atividade deve ser interrompida imediatamente e o médico comunicado. Dessa forma, até a causa seja diagnosticada.

3 – Mulheres que não praticavam exercícios não podem iniciá-lo na gravidez?

MITO

verdade é que se a grávida está sedentária pode sim praticar os exercícios, desde que liberados pelo seu médico. A intensidade e o tipo de exercícios devem ser de acordo com aptidão de cada pessoa.

4 – A grávida curte sua nova forma física?

MITO

verdade é que as gravidinhas que têm uma melhor aceitação do seu corpo durante a gestação são aquelas que conseguem controlar seu peso. Quanto mais peso ela ganha, mais sua autoimagem e autoestima são alteradas. Muitas gestantes se sentem feias, inchadas e gordas, principalmente quando começam a perder suas roupas. A medida que a  forma física muda, começa a se sentir desconfortável, tanto fisicamente, como emocionalmente. Então, minha dica aqui é ter total atenção a um estilo de vida saudável com os exercícios e com alimentação balanceada.

5- Gestante precisa comer por dois?

MITO

verdade é que, além de não ter essa necessidade energética e nem nutricional, essa prática fará a futura mamãe ganhar muito peso. Esse peso excessivo, além de comprometer a estética e ainda deixá-la muito mais cansada, poderá causar complicações para ela e seu bebê, tanto agora como no futuro. Manter o ganho de peso dentro do limitado é um desafio e requer conhecimento, foco e disciplina.