Remédio caseiro para azia

remédio caseiro para azia
Como se livrar da azia. Imagem: DicaVida

Um excelente remédio caseiro para azia é comer 1 torrada ou 2 biscoitos cream cracker, pois eles absorvem o ácido que está provocando a acidez na laringe e na garganta, diminuindo a sensação de queimação.

Outras opções são chupar um limão puro no momento da azia porque o limão, apesar de ser ácido, diminui a acidez do estômago, ou comer uma fatia de batata crua porque a batata também é capaz de neutralizar a acidez do estômago, combatendo o desconforto em poucos instantes.

No entanto, existem outras receitas de remédio caseiro para azia que podem ser facilmente preparadas em casa e utilizadas ao longo do dia, especialmente em quem sofre com refluxo e vive tendo crises de azia.

Algumas das receitas de remedio caseiro para azia são:

Importante: Se você está grávida clique nessa caixa azul e confira o post especial sobre azia para gestantes:
-> Azia na gravidez, como se livrar dela?

1. Bicarbonato de sódio

O bicarbonato de sódio quando está diluído em água tem efeito alcalinizante no tubo digestivo e, consequentemente, diminui a acidez do estômago, reduzindo a inflamação do esôfago e aliviando o desconforto da azia.

Ingredientes

  • 1 colher (de café) de bicarbonato de sódio;
  • 100 ml de água.

Modo de preparo

Misturar os ingredientes e tomar esta mistura em pequenos goles.

2. Chá de gengibre

O chá de gengibre contém antioxidantes e outras substâncias que ajudam a aliviar a inflamação do esôfago, além de diminuírem as contrações do estômago, o que acaba reduzindo a sensação de azia.

Ingredientes

  • 2 cm de raiz de gengibre cortada em fatias;
  • 2 xícaras de água.

Modo de preparo

Coloque o gengibre e a água numa panela e deixe ferver. Depois, desligue o fogo e deixe a panela tampada por, pelo menos 30 minutos. Por fim, remova os pedaços de gengibre e beba um copo do chá 20 minutos antes de cada refeição.

3. Chá de espinheira-santa

O chá de espinheira-santa também pode ser indicado porque possui propriedades digestivas, que além de melhorarem a má digestão, também aliviam a azia.

Ingredientes

  • 1 xícara de água fervente;
  • 1 colher de sopa de espinheira-santa.

Modo de preparo

Ferver a água e adicionar a espinheira-santa, deixando repousar por 5 a 10 minutos. Coar e tomar sem adoçar, 2 a 3 vezes por dia.

Quem não gosta de chá pode optar por tomar um suco de pera acabado de fazer porque ele também ajuda a combater a azia e queimação, auxiliando na digestão. Para preparar basta bater no liquidificador 2 peras maduras com um pouquinho de água e, se preciso, adicionar algumas gotinhas de limão para que o suco não escureça.

A pera é semi-ácida, rica em vitaminas A, B e C, assim como sais minerais, como sódio, potássio, cálcio e ferro que ajudam a diluir o ácido estomacal e a aliviar o desconforto e a queimação causados pela azia.

Além disso, outras frutas, que possuem as mesmas propriedades, que podem ser utilizadas para fazer um suco e incluem a banana d’água madura, a maçã (vermelha) e o melão.

Causa

A azia pode ser causada por fatores como má digestão dos alimentos, excesso de peso, gravidez e ter o hábito de fumar. O principal sintoma de azia é a sensação de queimação que inicia no final do osso esterno, que está entre as costelas, e que vai até a garganta.

Essa queimação é causada pelo retorno do suco gástrico para o esôfago, que por ser ácido acaba lesionando as células do esôfago e causando dor.

Veja a seguir as 10 principais causas da azia e saiba o que fazer em cada caso.

1. Fumar

As substâncias químicas que são inaladas ao fumar podem causar má digestão e favorecer o relaxamento do esfíncter esofágico, que é o músculo que fica entre o estômago e o esôfago, responsável por fechar o estômago e manter o suco gástrico lá. Assim, quando o esfíncter esofágico está enfraquecido, o conteúdo gástrico pode facilmente retornar em direção ao esôfago, causando refluxo e azia.

Nestes casos, a solução é parar de fumar para que o organismo se livre das toxinas do tabaco e volte a funcionar normalmente.

2. Tomar bebidas com cafeína

Exagerar no consumo de bebidas com cafeína, como café, refrigerantes de cola, chás preto, mate e verde, e chocolate também é uma grande causa de azia. Isso acontece porque a cafeína estimula a movimentação do estômago, o que facilita o retorno do suco gástrico para o esôfago.

Para resolver este problema, deve-se evitar o consumo de alimentos e bebidas ricos em cafeína ou, pelo menos, reduzir o seu consumo e observar se os sintomas melhoram.

3. Fazer grandes refeições

Ter o hábito de consumir grandes volumes de alimentos durante as refeições também é um dos motivos da azia, pois o estômago dica muito cheio e distendido, dificultando o fechamento do esfíncter esofágico, que impede o retorno da comida para o esôfago e garganta. Além disso, exagerar nos alimentos gordurosos também dificulta a digestão e o trânsito intestinal, fazendo com que o alimento fique mais tempo no estômago, o que pode causar azia.

Nestes casos, deve-se preferir fazer pequenas refeições de cada vez, distribuindo os alimentos em várias refeições por dia e evitando especialmente frituras, fast food, carnes processadas como salsicha linguiça e bacon, e comida pronta congelada.

4. Gravidez

A azia é comum especialmente no 2º e 3º trimestre de gravidez, pois a falta de espaço para os órgãos no abdômen da mulher juntamente com o excesso de progesterona dificultam o fechamento adequado do esfíncter esofágico, causando refluxo e azia.

Nestes casos, as mulheres grávidas devem fazer pequenas refeições ao longo do dia e evitar se deitar pelo menos por 30 minutos após as refeições, além de ter uma alimentação saudável e equilibrada.

5. Medicamentos

O uso frequente de medicamentos como aspirina, Ibuprofeno, Naproxen, Celecoxib, e vários remédios para quimioterapia, depressão, osteoporose e pressão alta podem causar azia por irritar o esôfago e causar relaxamento do esfincter esofágico, que não bloqueia adequadamente a passagem entre o estômago e o esôfago.

Para tratar a azia, deve-se evitar o uso frequente desses medicamentos e lembrar de não deitar por pelo menos 30 minutos após o uso dos remédios. Caso os sintomas persistam, deve-se falar com o médico para que ele troque a medicação ou aconselhe outra forma de uso.

6. Beber líquidos durante as refeições

Beber líquidos durante as refeições faz com que o estômago fique muito cheio, dificultando o fechamento do esfíncter esofágico, especialmente quando há o consumo de bebidas gaseificadas como refrigerantes.

Nestes casos, é importante evitar beber líquidos 30 minutos antes e depois das refeições, para que a digestão ocorra mais rapidamente.

7. Excesso de peso

Mesmo pequenas elevações no peso podem causar azia, especialmente em pessoas com histórico de má digestão ou gastrite. Isso acontece provavelmente porque o acúmulo de gordura abdominal aumenta a pressão contra o estômago, favorecendo o retorno do conteúdo gástrico para o esôfago e causando a sensação de queimação.

Para resolver o problema, deve-se melhorar a alimentação, evitar alimentos ricos em gordura e perder peso, para que o trânsito intestinal volte a fluir com mais facilidade.

Gostou de saber mais sobre sobre as causas da azia e algumas receitas de remédio caseiro para azia?