Urticária em crianças: como identificar, prevenir e tratar

Foto: Aventuras Maternas

Você provavelmente já se preocupou com urticária na criança, certo? Principalmente quando somos mamães de primeira viagem, é muito comum nos assustarmos com qualquer mudança na pele do bebê. E, de fato, a urticária é algo em que precisa-se prestar atenção para aliviar o incômodo do bebê ou criança.

Porém, não se desespere! Ao longo deste artigo, você aprenderá tudo o que precisa saber sobre sintomas, prevenção e tratamento da urticária. Assim, você pode ficar bem mais tranquila e cuidar do seu filho com mais conhecimento.

Então, vamos saber mais sobre essa condição?

O que é e o que causa a urticária em crianças?

O nome urticária deriva da urtiga, uma planta que causa irritações na pele. Por isso, é comum acreditar que essa condição só existe quando a criança toca essa planta.

Porém, a urticária é caracterizada por manchas vermelhas ou pequenas bolhas que surgem na pele das crianças. Elas podem surgir por diversas causas, como:

  • Irritações na pele, como pontas de lápis, toalhas, mantas e etc;
  • Exposição prolongada ao sol;
  • Frio (podendo ser tanto o clima, como água gelada e objetos frios);
  • Suplementos alimentares;
  • Alimentos como leite, peixe, ovos ou nozes e;
  • Medicamentos como a penicilina.

Pelas causas, você pode perceber que a urticária em crianças é quase como uma alergia. Portanto, não existe uma forma de classificar as causas como únicas. Tudo depende do organismo de cada criança e da forma como a pele reage aos estímulos.

Quais são os sintomas da urticária em crianças?

A urticária pode apresentar os seguintes sintomas:

  • Pequenas bolhas brancas, em alto relevo;
  • Manchas avermelhadas pela pele e;
  • Ardor na região afetada.

Geralmente, as regiões mais afetadas pela condição são os braços, as pernas e o tórax. Porém, ela pode aparecer em qualquer parte do corpo. Logo, é preciso que você fique sempre atenta à qualquer condição anormal na pele da criança.

Os sintomas costumam duram poucas horas e podem reaparecer no período de 24h a 72h.

Quando procurar um pediatra?

Como mencionamos acima, os sintomas da urticária em crianças costumam durar poucas horas. Porém, será preciso consultar um pediatra no caso de problemas mais graves, que resultem em dificuldades para respirar ou para engolir.

Outras condições que exigem o acompanhamento médico incluem:

  • Febre;
  • Mal-estar;
  • Dores e inchaços.
  • Persistência das manchas avermelhadas por mais de 72h e;
  • Episódios recorrentes.

Vale lembrar que a urticária é bastante comum e, com todos os cuidados tomados, não é causa de preocupação. A condição ataca grande parte das crianças, mas pode ser tratada com muita facilidade. Por isso, não é preciso se desesperar!

Ao identificar a urticária, preste atenção aos sintomas adicionais e na persistência do problema. Assim, você saberá quando é a hora de levar a criança ao pediatra ou verá que os sintomas já desapareceram.

Como funciona o tratamento da urticária?

O tratamento da urticária em crianças é feita por meio de medicamentos. As doses são ajustadas de acordo com a idade, peso e altura de cada criança.

Os medicamentos mais recomendados são a cetirizina, desloratadina, fexofenarina, levocetirizina e loratadina. Porém, você não deve medicar a criança sem a indicação de um profissional da saúde.

O pediatra poderá avaliar qual é o melhor tratamento de acordo com cada caso. Por isso, não deixe de consulta-lo em caso de dúvidas. Como os medicamentos podem apresentar efeitos colaterais, o melhor a fazer é seguir as recomendações médicas.

Confira também:

Restou alguma dúvida sobre o tema? Então deixe o seu comentário no espaço abaixo. Assim, poderemos ajudá-la da melhor forma possível.

Não esqueça também de compartilhar o artigo nas redes sociais!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here