Um homem chamado Richard Pringle, escreveu esse texto em seu perfil pessoal no facebook, texto que acabou sendo curtido e compartilhado por diversas pessoas.

Nesse texto Richard estava refletindo sobre a morte do filho, sobre coisas que ele como pai aprendeu durante 12 longos meses sem o filho Hughie que morreu aos 3 anos de idade depois de uma hemorragia cerebral.

“Ele era gentil, carinhoso e amável. Ele fazia tudo ficar mais divertido. Em apenas três curtos anos, ele nos deixou uma vida inteira de memórias incríveis“ Richard Pringle

Leia na íntegra o relato do pai:

As 10 coisas mais importantes que aprendi desde que perdi o meu filho

1. Nunca se pode beijar e amar demais.

2. Você sempre tem tempo. Pare o que está fazendo e brinque, mesmo que seja só por um minuto. Nada é tão importante que não possa esperar.

3. Tire quantas fotos e grave quantos vídeos for humanamente possível. Um dia pode ser tudo o que você terá.

4. Não gaste dinheiro, gaste tempo. Você acha que o que você gasta é importante? Não. O que você faz importa. Pule nas poças, vá a caminhadas. Nade no mar, construa um acampamento e divirta-se. Isso é tudo o que eles querem. Não consigo lembrar o que compramos para Hughie, só posso me lembrar do que fizemos.

5. Cante. Cantem canções juntos. As minhas memórias mais felizes são do Hughie sentado nos meus ombros, ou sentado ao meu lado no carro, cantando as nossas canções favoritas. As memórias são criadas na música.

6. Acredite nas coisas mais simples. Durante a noite, hora de dormir, lendo histórias… Jantares juntos, domingos preguiçosos… Acredite nos tempos mais simples. Eles são o que mais sinto falta. Não permita que esses tempos especiais passem despercebidos.

7. Beije sempre aqueles que amas e, se esquecer, volte e beije-os. Nunca se sabe se é a última vez que terás a oportunidade.

8. Torne as coisas chatas divertidas. Viagens de compras, viagens de carro, idas às lojas. Sejam tolos, façam piadas, riam, sorriam e aproveite-se. São só tarefas, se as tratares assim. A vida é muito curta para não se divertir.

9. Mantenha um diário. Escreva tudo o que os teus pequenos fazem, que ilumina o teu mundo. As coisas engraçadas que dizem, as coisas engraçadas que fazem. Só começamos a fazer isto depois de termos perdido o Hughie. Queríamos lembrar-nos de tudo.  Agora fazemos isso por Hettie e nós também faremos Hennie. Você terá essas memórias escritas para sempre e quando for mais velho você pode olhar para trás e apreciar cada momento.

10. Se você tem seus filhos com você, para dar um beijo de boa noite, para tomar café da manhã, para levar à escola, para levar à universidade, para assistir se casar: Você é abençoado. Nunca se esqueça disso.