Amarelinha Africana - o que é, como se joga e quais os benefícios?

Amarelinha Africana – o que é, como se joga e quais os benefícios?

Você conhece a brincadeira Amarelinha Africana? Não??? Então continue nesse post para saber como é essa brincadeira e quais seus benefícios.

O Brincar faz parte da infância, e também tem uma grande importância para o desenvolvimento emocional, físico, social e cognitivo da criança. É dessa forma, que ela melhor aprende sobre o mundo a sua volta, compreende as relações interpessoais, aprende a utilizar o seu corpo, seus sentidos, a explorar seus limites, a superar seus medos, a reconhecer as falhas, aprender sobre esperar, sobre frustração, sobre cooperação e amizade.

As brincadeiras também passam por desenvolvimentos, conforme a criança vai crescendo as brincadeiras vão mudando, se tornando mais imaginativas, reproduzindo o mundo real, ou criando um mundo imaginário de fábulas, dessa forma a criança desenvolve a criatividade, a imaginação, a independência, a capacidade de resolver problemas e também vai amadurecendo suas habilidades sociais.

“Pela brincadeira, devemos introduzir nas crianças valores fundamentais para a vida futura, como honestidade, companheirismo, lealdade, responsabilidade, persistência e competitividade construtiva.”

Fábio Picchi (pediatra)

Uma das brincadeiras mais tradicionais no nosso país e em muitos países do mundo é a Amarelinha, uma brincadeira clássica da infância, além de divertida ela desenvolve a consciência corporal, a capacidade de se equilibrar e saltar em um pé só, aprender a esperar pelo outro, a obedecer regras, além de trabalhar a sequência numérica que é preciso ter noção para poder brincar de amarelinha.

A criança, ao brincar de amarelinha é incentivada a desenvolver o raciocínio lógico matemático e o desenvolvimento motor como agilidade, força e coordenação corporal.

Curiosidade: Aqui no Brasil a Amarelinha tem vários nomes, na região Sul, é chamada de sapata; no Nordeste, é conhecida como academia; no Norte, é chamada de macaca; no Sudeste, é chamada também de maré.

E em outras culturas do mundo ela também apresenta outros nomes, e também outras formas de brincar, como a Amarelinha Africana, ou Teca-Teca que mistura o ritmo da música “Minuê”, tornando a brincadeira mais divertida e emocionante, promovendo a cooperação e muita diversão. E o legal de apresentar para a criança brincadeiras vindas de outras culturas é que é uma forma de promover a diversidade e trabalhando esse assunto de uma forma lúdica com elas.

A diferença entre a amarelinha brasileira tradicional com a amarelinha africana, é que na amarelinha africana não se usa pedrinha, não tem céu ou inferno, inclusive seu formato é diferente. Pode-se jogar em dupla ou em grupo e nesse caso o nível de dificuldade aumenta, uma vez que duas ou mais crianças pulam ao mesmo tempo.

Não é uma brincadeira de competição, ou seja, não há ganhadores ou perdedores, sendo necessário trabalhar em equipe com a cooperação de todos os integrantes. Ela utiliza música, e é necessário o número exato de quatro participantes para executar a coreografia de forma simétrica e simultânea, por isso a necessidade de uma música. Na África existe festivais dessa amarelinha , cada grupo cria a sua coreografia e escolhe a música que será usada na brincadeira.

É recomendado que essa brincadeira de origem africana seja jogada, do jeito mais simples, com crianças a partir de 5 ou 6 anos. E as mais velhas podem tentar formas mais elaboradas do jogo, como a de 4 participantes. Sendo uma brincadeira aberta, sem regras fixas, pode-se criar qualquer outra forma, dependendo apenas da criatividade.

 Assim sendo, são trabalhadas várias características empreendedoras como iniciativa, eficiência, estabelecimento de metas, planejamento e autoconfiança, e vale ressaltar o quanto está presente o processo de inovação, visto que podem criar maneiras diferentes e ousadas para se alcançar um resultado diferente, dessa forma a criança desenvolve a criatividade , inovando e criando diversas formas de realizar a atividade.

Como funciona a brincadeira da Amarelinha Africana:

amarelinha africana
https://www.ccqc.pt/

Você precisa desenhar no chão o traçado do jogo. Pode ser com giz ou fita crepe. É preciso formar um quadrado, com 16 quadrados menores dentro.

Depois de fazer o desenho da amarelinha, cada participante começa a brincadeira de um lado do gráfico, com cada pé em um quadrado. Eles devem pular para os quadrados à direita ao mesmo tempo e depois de pular para os dois quadrados ao lado eles voltam para o lugar onde começaram o jogo.

Aí pulam para os quadrados em frente, pulam para os que estão ao lado e retornam. Em seguida, voltam para os quadrados de trás e pulam de novo para os quadrados ao lado. Dali, eles pulam para a terceira linha de quadrados e repetem os movimentos, até que um participante fique de costas para o outro. Quando isso acontece, eles pulam de novo para o quadrado ao lado e voltam. Depois pulam para a última linha e repetem o movimento.

Aí é só dar meia volta, deixando o pé direito no quadrado em que está e colocando o pé esquerdo no quadrado de trás e recomeçar o jogo trocando os lados do quadrado principal, até que um dos jogadores erre a sequência ou pise na linha.

A música da brincadeira é a seguinte:

“Minuê, minuê, le gusta la dance.
Le gusta la dancê, la dança, minuê”


Aproveite e confira:


Objetivo:

Como na Amarelinha Africana não há perdedores, nem ganhadores as crianças teem como objetivo o trabalho em equipe, a coordenação corporal e se divertir.

close