Calculadora de ganho de peso na gravidez – como isso funciona?

calculadora de ganho de peso na gravidez
Imagem: noticias.bol.uol.com.br

Comer ou não comer eis a questão?! Comer é bom demais, e a gente come por prazer, come para aliviar o stress, come para confraternizar, come para estar junto, porque comer faz bem para o corpo e para a alma! A comida vai muito além de alimentar apenas o nosso corpo com nutrientes, mas ela nos faz nos sentir bem.

A grande questão é que as vezes extrapolamos os limites e claro que nem a balança e nem mesmo nossa saúde perdoam isso por muito tempo, mas o grande ponto não é simplesmente não comer, mas sim ingerir os alimentos adequados, na quantidade certa, e claro que te façam se sentir bem!

As gestantes tem o indicativo de comer de 3 em 3 horas, mas não será por isso que ela irá comer um pote de sorvete a cada 3 horas, então a questão está em ingerir alimentos balanceados em quantidade adequada para o desenvolvimento do bebê e da mamãe.

Claro que se nossa relação com a comida não estiver legal, vamos ganhar mais peso do que deveríamos ganhar. Por mais que digam que não devemos comer por dois ou três, o fato é que a gravidez dá muita fome!!!

Certo, existem algumas exceções, pois existem mulheres que não engordam nada, ou que não tem o apetite alterado na gestação, ou ainda que se sentem tão enjoadas que não tem fome para comer nada, ok, tirando esses casos no geral a maioria das gestantes engorda na gestação.

Mas como controlar o peso? Qual é o peso aceitável de engordar na gestação?

Primeiro você precisa saber que tudo é relativo, pois cada gestante é uma gestante, cada bebê um bebê, existem muitos estudos que indicam que o peso aceitável médio é de 14kg, mas esse resultado não leva em conta o biotipo de cada gestante, então fique tranquila, o mais importante é a saúde de vocês, e não os números que a balança mostra.

Mas, claro que isso não é desculpa para comer tudo que vê pela frente, o mais indicado seria que você procurasse ajuda de um profissional para avaliar o seu biotipo em específico, sua rotina, os alimentos que consome regularmente e assim lhe fornecer uma dieta equilibrada e dentro do que será o melhor para você e seu bebê.

Você também precisa saber que nem tudo que a balança indica é ganho de peso em gordura.


Aproveite e confira:


Curiosidades sobre o peso na gravidez:

* Você sabia que o bebê pesa em torno de 3,100kg?! Mas isso também varia, pois existem bebês que pesam mais que 4kg, e outros que nascem pesando 2,5kg e em ambos os casos os bebês nasceram saudáveis, ou seja, o peso (para mais ou para menos) não significa necessariamente que o bebê não está bem. Os médicos fazem o controle do ganho de peso da mãe e do bebê ao longo da gestação, mas esse fator sozinho não é suficiente para avaliar a saúde do bebê.

*Você sabia que a placenta pesa cerca de 1,100kg ?! Ela é responsável pela nutrição e oxigenação do bebê.

*Você sabia que o liquido amniótico na gestação pesa cerca de 1,200kg!? Convertendo os litros em peso, ou seja o volume de liquido amniótico é convertido em quilos, e temos que o “normal” é em torno de 1.300ml ou seja 1,300kg.

*Você sabia que com o crescimento do útero, já que ele se trata de um músculo, há um ganho de peso na gestação?! Isso mesmo, só o útero pode pesar em torno de 1,600kg.

*Você sabia que todas as pessoas tem uma reserva mínima que seja de gordura por baixo da pele?! Ou seja, toda gestante, tem por baixo da pele uma camada de tecido adiposo, podendo chegar até 4kg, podendo variar, pois depende de cada biotipo.

*Você sabia que o volume de sangue no corpo da mulher aumenta durante a gestação?! Isso ocorre porque para ajudar na boa circulação sanguínea pelo corpo da mãe e do bebê, o sangue se torna mais fluido. Cerca de 30% a mais de água no sangue sendo produzido pela mãe, ou seja, 1,700kg a mais de ganho de peso na gestação.

No primeiro trimestre, geralmente é quando a maioria das gestantes apresenta quadros de náuseas e vômitos que acabam por “barrar” o ganho de peso, pois além de perderem o apetite por conta das náuseas, ainda podem acabar perdendo peso pois o pouco que ingerem acabam “vomitando”. Portanto o ganho de peso ocorre mais significativamente no segundo e terceiro trimestre, devendo ficar entre 0,5kg por semana.

Em 2009 novas diretrizes mundiais foram estabelecidas, considerando que o ganho de peso gestacional ideal deveria variar de acordo com o índice de massa corporal (IMC) das mulheres antes da gravidez. Sendo assim mulheres mais magras poderiam “engordar mais” durante a gestação do que mulheres que já apresentavam sobrepeso anterior a gestação. Essas diretrizes estão em vigor até hoje determinam que:

Ganho de peso indicado para gravidez de feto único:

  • IMC menor que 18.5 kg/m2 (baixo peso) → ganho de peso gestacional desejado entre 12.5 e 18.0 kg.
  • IMC entre 18.5 e 24.9 kg/m2 (peso normal) → ganho de peso gestacional desejado entre 11.5 e 16.0 kg.
  • IMC entre 25.0 e 29.9 kg/m2 (sobrepeso) → ganho de peso gestacional desejado entre 7.0 e 11.5 kg.
  • IMC maior que 30.0 kg/m2 (obesidade) → ganho de peso gestacional desejado entre 5.0 e 9.0 kg.

Ganho de peso indicado para gravidez de gêmeos:

  • IMC menor que 18.5 kg/m2 (baixo peso) → os estudos ainda não conseguiram produzir dados suficientes para que um valor possa ser indicado.
  • IMC entre 18.5 e 24.9 kg/m2 (peso normal) → ganho de peso gestacional desejado entre 16.8 e 24.5 kg.
  • IMC entre 25.0 e 29.9 kg/m2 (sobrepeso) → ganho de peso gestacional desejado entre 14.1 e 22.7 kg.
  • IMC maior que 30.0 kg/m2 (obesidade) → ganho de peso gestacional desejado entre 11.4 e 19.1 kg.

(Dados tirados do site MD.Saúde.)

Mesmo com essas informações você quer acessar também uma calculadora de ganho de peso na gravidez para saber quantos quilos você pode engordar nesta gravidez?

Acesse esse link: Calculadora Peso Gestacional