Veja como o pai pode ajudar no pós-parto

http://www.suzanacafruni.com.br/tema-tabu-entre-homens-depressao-pos-parto-atinge-um-em-cada-dez-pais/

Ter filhos é um momento único na vida,uma vida nova na verdade, e tudo que é novo precisa de adaptação para as coisas engrenarem. Dentro dessa adaptação da vida com filhos, o pós- parto é o “start” e todo início é mais trabalhoso, mais cansativo, cheio de novidades e desafios é também um período muito delicado, é a mistura da alegria indescritível de ter um bebezinho em seus braços unida ao cansaço, noites sem dormir, mamadas infinitas, muitas trocas de fraldas, limpeza de coto, sem falar das milhões de preocupações que passam pela cabeça das mamães, e nesse processo todo é fundamental a presença do pai, para que juntos o casal possa se apoiar, se encorajar, se animar e isso tudo acabará unindo muito mais o casal. Mas para isso acontecer é necessário principalmente que as mamães de plantão compreendam que elas precisam se deixar ser ajudadas pelos seus parceiros e também permitir que eles participem da vida do bebê.

Pois é muito normal nesse período que as mães acabem monopolizando os bebês para si e fazendo isso acabam por perder duas frentes de batalha, distanciando os seus parceiros de si mesmas e também do bebê.

Por causa disso é bem normal que os pais se sintam meio perdidos, sem saber exatamente como podem ajudar tanto a mamãe quanto o bebê. Para ajudar os pais de plantão seguem algumas dicas de quais frentes de batalha seu empenho é mais que importante:

Ajudando nos cuidados com o bebê

  • Existem muitas atividades dos cuidados do bebê que o pai pode participar que não dependem exclusivamente da mãe. Como por exemplo dar o banho no bebê, um momento gostoso que permite que o bebê estreite relações com o pai e também aliviando a mamãe nesse momento para poder tomar um banho, dar uma descansada, relaxar um pouquinho;
  • Se o bebê mamar no peito o pai pode ajudar colocando o bebê para arrotar. Se o bebê mama na mamadeira ele pode ajudar alternando com a mãe na hora de dar mamar;
  • Pode ajudar com a troca de fraldas, limpeza do coto, etc;
  • Passear com o bebê, nem que seja apenas uma voltinha no pátio;
  • Fazer massagens quando o bebê estiver com cólicas ou gases.

Ajudando nos cuidados com a casa

A casa acaba ficando um pouco de lado quando o bebê nasce, até porque bebês demandam mais tempo e atenção e certamente ele é a prioridade nesse momento. O pai pode dar uma força lavando a louça, preparando uma refeição gostosa ou lavando as roupas, tarefas essenciais do dia a dia que irão permitir que a mamãe dê uma descansada para restabelecer as energias.

Sendo um suporte para a mãe

Para as mulheres além de toda mudança hormonal que ocorre nesse período, ainda tem o cansaço, a cobrança, o stress do parto, que fazem com que a mulher se sinta por vezes incapaz de dar conta de tudo. Também neste período é comum ocorrer o famoso baby blues aonde os hormônios da mulher estão um pouco alterados e fazem com que ela se sinta mal, chorosa, incapaz e é justamente nessa hora que é fundamental a presença do pai. apoiando, amando, cuidado, encorajando…Tenha atitudes práticas de amor, faça uma massagem relaxante, elogie ela pelo seu empenho, lhe dê flores ou presentes que ela goste, prepare uma refeição gostosa, etc…demonstre de formas únicas o quanto você compreende pelo o que ela está passando.

Acredite é apenas um período e ele vai passar, mas sua ajuda pai SEMPRE será fundamental.

Veja mais itens relacionados:

Puerpério, Puer o quê?

Baby Blues, como identificar

Puerperio a fase delicado do pós-parto

Pós-parto: mitos e verdades

 

 

Quer mais informações sobre universo materno?

Mandamos conteúdos exclusivos sobre educação infantil, chá de bebê, enxoval, e muito mais!

Comente com o Facebook

comentários