Desenvolvimento Infantil: Meu primeiro brinquedo

Hoje temos participação especial do pessoal da PAEDI, um grupo multidisciplinar especializado em desenvolvimento infantil, fundado em 2008. Procura compartilhar informações sobre a primeira infância, seja por meio de cursos, atendimento domiciliar de famílias e desenvolvendo projetos em escolas de educação infantil. Confira suas dicas!

Uma das grandes preocupações das mães são os brinquedos que comprará para seu pequeno. Muitas coisas são oferecidas nas lojas, mas na verdade, o que o bebê precisa são de coisas muito mais simples… Mais simples que você possa imaginar.

Quando o bebê está no berço se mexendo, percebe que seus movimentos faz ele ver algo estranho: suas mãos! Ele não sabe que a mão é dele mas sente que seus movimentos trazem e levam este “objeto estranho”. No momento que o bebê descobre as mãos, ele nunca mais estará sozinho, pois sempre a terá para brincar. E o bebê começa a “jogar” com esta mãozinha: observa, analisa e testa suas possibilidades. Sendo assim, ofereça a oportunidade para seu pequeno entreter consigo mesmo, com seu corpo. Ele tem muito a descobrir.

Depois ele passa a se interessar pelos os objetos que estão próximos. Deixar o bebê (e estamos falando de bebê novinho… entre 2 a 4 meses!) brincar no chão com brinquedos ao lado dele permite que ele alcance o que chama atenção. E o que suscita a curiosidade do bebê não é necessariamente brilhante ou faz barulho. Objetos leves e fáceis de agarrar, feitos de vários materiais e de diversas formas geram grande fascínio para o bebê. Um lenço pode ser um brinquedo muito interessante para seu pequeno! Ele consegue segurar o lenço que muda de forma e se cair não o machuca! Outras ideias são argolas, objetos vazados (como uma cestinha), cones, potes, cubos… Qualquer objeto seguro pode virar brinquedo!

Também é interessante oferecer mais de um objeto do mesmo tipo. Objetos semelhantes levam o bebê a aproximá-los, bater, tentar encaixar um no outro, fazendo comparações e associações, o que proporciona ao bebê um mundo de novos aprendizados.

Cada mãe consegue ler seu bebê de forma única. Observe seu pequeno e a quantidade de descoberta que ele faz a cada segundo! É uma tarefa apaixonante.

Aproveite e confira 5 dicas para o desenvolvimento do bebê.

Nadja Azevedo e Leila Saita
Fisioterapeutas
Equipe PAEDI

Quer mais informações sobre universo materno?

Mandamos conteúdos exclusivos sobre educação infantil, chá de bebê, enxoval, e muito mais!

Comente com o Facebook

comentários