Ideias de como ensinar os números para crianças

Imagem: hellowonderful

Os números são símbolos que correspondem a uma determinada quantidade, a criança pode até decorar os números mas não fazer idéia de quanto cada um deles significam. Por isso muito cuidado na hora de ensinar os números para as crianças, pois elas primeiro precisam aprender a quantificar e depois aprender a simbologia deles.

A quantificação, começa cedo, sem necessidade de papel, lápis ou qualquer decoreba, é na vida prática que a criança vai se deparar com esse aprendizado, contando os pratos que serão colocados na mesa, contando quanto pés ela tem, quantos dedinhos tem em sua mão, quantas pessoas moram em sua casa, iniciando do 1-5 e depois dando sequência do 6-10 e por aí em diante. Primeiro ela precisa estar muito familiarizada com a noção de quantidade, ou seja, quanto significa a quantidade um, dois, três, etc.

Símbolos são decoreba, quantificação é aprendizado. Há quem pense que se a criança sabe reconhecer os números (simbologia) ela sabe quantificar e aí está o grande erro, uma coisa não pode vir antes da outra, pois queimar etapas no aprendizado, acaba por atrapalhar o desenvolvimento da criança.

Primeiro a criança começa se familiarizando com noções de tamanho, entendendo o que é maior e menor, noções de grandeza como pequeno, médio e grande, depois ela passa a aprender as sequências lógicas, a classificação, a seriação e a quantificação e por último então é apresentada aos números como símbolos que representam determinada quantidade.

” A criança da faixa etária entre 2 e 7 anos está construindo a conservação do número, e para isto necessita do contato com materiais concretos, precisa tocar, manipular e experimentar. Se dermos a uma criança pequena vários cubinhos de madeira, a primeira reação será pegar, virar de um lado para outro, bater um com o outro, e por fim atira-lo longe. Nesta situação, ela pode reconhecer o objeto, construiu um novo conhecimento, necessitou perceber a singularidade do objeto para agir sobre ele, organizando suas percepções e relações entre formas, peso, tamanho, espessuras. Uma criança um pouco maior, a qual já fez este tipo de relação parte para um novo conhecimento, o da classificação, a qual já é capaz de perceber semelhanças e diferenças. Um exemplo é o trabalho com os blocos lógicos, o importante é deixa-lo ao alcance da criança para que explore o material. Assim que manteve um bom contato, podemos lançar desafios para que formule hipóteses: – Dê uma peça como esta. – Dê mais uma como esta. – Agora separe os parecidos. – Existe outra maneira de separar os parecidos? – Podemos separar os parecidos de outra forma ainda? O importante é que a criança crie estratégias, ela deverá perceber que existem os grupos das cores, do tamanho, das formas, das espessuras. A próxima etapa é a da seriação, a qual é explorado a construção de série. Exemplo de atividades: – formar fila por tamanho dos alunos (do maior ao menor); – propor atividades com diversos tamanhos de cabo de vassoura para ordená-lo; – ordenar brinquedos da sala de aula. O trabalho com a classificação, seriação e quantificação são decorrentes das relações que a criança faz entre os objetos. Estas atividades iniciais auxiliam a criança a construção d o número, a relacionar o numeral à quantidade. ”

(Trecho extraído do texto ” A construção do número na Educação Infantil de Constance Kami, no blog marypoppins.com.br )

Uma criança ativa e curiosa não aprende matemática memorizando e repetindo, mas resolvendo situações-problema, enfrentando obstáculos cognitivos e utilizando os conhecimentos que sejam frutos de sua inserção familiar e social.

A criança pequena aprende brincando, então a melhor coisa é trabalhar com jogos e brinquedos didáticos, livros e brincadeiras. Quanto mais lúdico mais leve e mais profundo o aprendizado da criança.

Ideias de como ensinar os números (noções matemáticas) para crianças:

Imagem: funwithmama

Papel e adesivo de bolinhas:

Em um papel risque uma linha e crie uma sequência com os adesivos de bolinhas, depois peça para a criança seguir a sequencia com os adesivos na linha.

Copos plásticos + cards com sequência:

Faça cards com desenhos de copos plásticos coloridos, em diferentes sequências. Depois forneça a criança os cards + copos plásticos e peça a ela para reproduzir.

Pompons + caixa de ovo + cards:

Faça cards com desenho dos pompons coloridos em diferentes sequências, depois colocando cada pompom dentro de um espaço da caixa de ovo, peça a criança para reproduzir as sequências dos cards.

Para aprender os números (simbologia), você pode fazer cartões com os números e do lado a quantidade que cada um representa, por exemplo: número 1 e 1 animal (mostrando que aquele número representa a quantidade um), e deixar esses cartões expostos para a criança explorar.

Bolinhas + rolos de papel com numeração:

Escreva os numeros de 1-5 ou de 1-10 em rolos de papel higiênico e forneça a criança bolinhas para ela ir colocando dentro dos rolos de acordo com a quantidade descrita.

Números com papel crepom:

Com o auxilio de papel crepom peça a criança para fazer bolinhas de papel crepom e colando em forma do número proposto.

Números + massinha de modelar:

Brinque com a criança de criar os números usando a massinha de modelar.

Botões + números:

Escreva os números em um papelão e peça a criança para colocar as quantidades de botões de acordo com o número descrito.

Miçangas + limpadores de cachimbo:

Utilizando limpadores de cachimbo, peça a criança para colocar as miçangas nos limpadores de acordo com a quantidade descrita em cada um.

Variando os materiais mas utilizando a mesma lógica, você pode criar varias atividades legais para estimular a criança a despertar o interesse pelo aprendizado da matemática.