Mamadeira – Você sabe quando e como tirar?

Imagem: Pinterest

Quando você procurou uma lista de produtos para montar o enxoval do seu bebê, ou até mesmo fazer sua lista de chá de bebê, você se deparou com uma quantidade enorme de tipos mamadeira, não foi mesmo?

Tinha mamadeira para água, para chá e outras tantas para dar o leite. E mesmo com a intensão de amamentar exclusivamente no peito, você comprou ou ganhou todas elas e agora não sabe como dar adeus à elas, seja porque seu filho não usou, ou porque ele não vive sem elas. Bom, é hora de apresentar o copo de transição e o mundo além da mamadeira para ele!

Quando é hora de dar tchau para a mamadeira?

Se você complementa a amamentação, usa leite materno armazenado ou de bancos de leite na alimentação do seu filho, o ideal é que este procedimento de transição para o copo aconteça por volta dos 18 meses, quando outros líquidos e alguns sólidos já fazem parte do cardápio e não depois dos 3 anos, pois pode prejudicar a dentição da criança.

Como tirar o hábito da mamadeira?

Se você usa carro para ir para o trabalho e precisa vendê-lo, com certeza já sabe quais são suas opções alternativas, como ônibus e caronas de amigos, certo? Com a mamadeira deve acontecer da mesma maneira. Antes de sumir com elas, é preciso apresentar o copo, o canudinho e as outras opções para tomar o precioso leitinho!

Outra dica é começar a substituição gradual, oferecendo a bebida “igual do irmão mais velho” ou “da mamãe”. Exemplos são sempre bem-vindos! Comece tirando a mamadeira da tarde, depois da manhã e por último a da noite. Quando fizer isso, ofereça primeiro um alimento sólido e depois o líquido, assim ele compreenderá que a saciedade também se dá através de alimentos sólidos.

Deixe seu filho escolher o copo que ele usará e use recursos divertidos para tornar o copo mais interessante, como canudinhos e adesivos dos personagens preferidos.

Imagem: Pinterest
Imagem: Pinterest

Não faça a retirada da mamadeira junto com a retirada da chupeta, que também falamos à respeito AQUI. Deixar dois hábitos ao mesmo tempo pode ser mais difícil para a criança.

A conversa é sempre a melhor arma para ajudar seu filho nessas etapas da evolução. Explique que ele já não é tão pequeno para usar a mamadeira e utilize recursos visuais para demonstrar que ele terá o mesmo no copo. Aqui em casa eu preparava a mamadeira, e na frente dele, despejava no copo. Nas primeiras vezes ele fez a pirraça típica, mas persisti. Em outros momentos, colocava leite para ele e para mim e propunha um brinde e ele adorava!

Caso ele recuse o leite de todas as maneiras, não se desespere. Ofereça outras fontes de cálcio nas demais refeições e persista na rotina do copo. Com paciência e tranquilidade, ele aceitará o copo mais rápido do que você imagina.

Algumas pesquisas sugerem que o uso prolongado das mamadeiras pode aumentar o risco de obesidade infantil, prolongar a permanência da lactose (açúcar do leite) nos dentes e possível incidência de cáries, além de poder atrapalhar o sorriso do seu filho. Por isso, quanto mais rápido, melhor.  Nós sabemos da mão-de-obra que é viajar com o “kit mamadeira, potinhos de fórmula, esponjas para limpar, esterilizadores e afins”. Você tem todos os motivos para começar já, não é mesmo?

 

Quer mais informações sobre universo materno?

Mandamos conteúdos exclusivos sobre educação infantil, chá de bebê, enxoval, e muito mais!

Comente com o Facebook

comentários