Maternidade Insana: Hall das mães que invejo

Se você leu meu post sobre o que não te contaram sobre a gravidez, sabe que eu criei um Hall das mães que invejo. Vou dividir essa insanidade com você já adiantando que eu sei que “inveja” é uma coisa feia passível de castigo no “cantinho do pensamento”, mas é mais forte do que eu, simplesmente não consigo evitar. Por exemplo, o que dizer de Luana Piovani?!

Mães que sabem ligar o botaozinho do f0d@-S€

Luana Piovani, mãe de um, grávida de outros dois e casada com um surfista com apelido de desenho animado (Scooby) não tem papas na língua. Xinga e bate boca horrores com quem fala mal dela ou do seu estilo de vida dela. Sabe aquela? Não devo nada para ninguém, sou eu que pago minhas contas, então vai cuidar da sua vida? Cara, como eu queria ligar esse botaozinho para algumas pessoas que tentam me dizer como educar meus filhos!

Mães que não sentiram nada na gravidez

Provavelmente algumas de vocês voltaram na coluna maternidade insana hoje para saber quem foi a mãe que me mandou seu nome para entrar nesse Hall. Aparentemente todas sofreram na gravidez, nem que seja um pouquinho, ou não quiseram ficar famosas. Fato é que morro de inveja das mães que saem no jornal com manchetes do tipo “Achou que estava com gases e deu a luz à um menino”. A gravidez foi tão “não programada” e sem sintomas (o que as vezes pode ser até ruim, porque sentir o bebê mexendo é tudo de bom!), que a mãe vira mãe no susto. Aliás,a mulher tem que ter muito episódio de gases para achar por nove meses que ela só teve isso, né?!

*Atualizando: Renata Rocha, que comentou no post anterior do que não te contaram sobre a gravidez ganhou uma cadeira cativa no meu coração!

Mães que ficaram mais lindas do que já eram

Uma coisa eu sei, tem gente que tem mais inveja do que eu. Quando Claudinha Leite apareceu com a barriga chapada depois de poucos dias do parto, muita gente disse que ela aproveitou “a sessão” e fez uma lipo junto. Mas na vida real, conheço outras que ficaram mais lindas e magras do que eram antes, então dou o crédito para o abdómen de Claudinha Leite, porque a minha barriga ficou parecendo um pudim estragado no pós-parto. Hoje está melhor, claro, continua parecendo um pudim, mas sem ser estragado.

E nessa ainda tenho que incluir Carolina Dickman, Letícia Spiller,  Juliana Paz e Giovanna Antonelli. Juliana Paz é deusa!

Mães que os filhos comem de tudo (e gostam)

O povo pode cair matando em cima da Bela Gil, mas o fato é que a filha dela come de tudo saudável e não faz cara de nojinho. As vezes quando faço batata baroa para meus filhos, fico imaginando o muro de lamentações que será durante o almoço. Nossa, como seria bom se eles amassem a ponto de pedir para levar de lanche igual a filhota da Bela Gil! Sem contar que eu também teria uma dieta mais saudável!

Mães que pensam em tudo

Essas são #fdp! Vocês combinam um passeio no parque, e quando chegam lá, ela levou duas toalhas para picnic, suco (igual, para não ter briga) para todas as crianças, sanduíches (sem azeitona para seu filho mais velho, porque ela lembra que ele não gosta), frutas, água, blusa de frio, sunga, vários trios de brinquedos iguais (para não ter briga), bolinha de sabão, pintura facial, boné, protetor solar, um pacote de fraldas, guarda-sol, guarda-chuva, repelente, remédio e termômetro.

Você lembrou de passar o protetor solar nos meninos, levou boné, água e duas bolas. Diante da super produção, você só consegue se sentir mal por não ter trago uma terceira bola para não ter briga e achar tudo aquilo um exagero. Mas a vida é tão #fdp que mesmo você achando que tudo aquilo é um exagero, você acaba pedindo o repelente emprestado porque os mosquitos estão comendo você inteira.

Mães que participam

A escola manda um bilhetinho pedindo ajuda de voluntários para a organização da olimpíadas. Você se esconde debaixo da mesa de tão envergonhada que é. Mas você sabe que a mãe de fulano vai estar lá com mil bandeiras maravilhosas que ela fez, com o rosto todo pintado “o campeão voltou”, fazendo acrobacias na abertura e cantando o Hino Nacional no microfone enquanto você discretamente balança uns balões que você encontrou em casa da última festa que rolou.

Mães que não cansam

Tenho uma certa relutância em crer que a segunda gravidez me deu um status definitivo de estar cansada, mas o fato é que eu estou sempre cansada, principalmente quando vejo o ânimo de outras mães. As vezes eu acordo e penso “Hoje eu vou levar os meninos na piscina, depois no parque de diversões, vamos jogar bola e à noite faço pipoca para assistirmos um filme”. Depois de algumas brincadeiras e alguns “não afogue seu irmão” na piscina, eu já estou decidida a pular direto para o filme com pipoca, e de microondas porque é mais rápido.

Aonde fica o potinho de energia dessas mães que fazem de tudo, cara?! Simplesmente não entendo.

Ainda tem a Angelina Jolie e seu marido Brad Pitt. Ele pode estar velho que continua bonito, mas a real é que durante toda a minha adolescência ele foi o gato da revista “Querida”, então continuo invejando Angelina, que ainda por cima é embaixadora da ONU. Ela é tipo mega power invejável. Tem a Kate Middleton, que tudo que veste vira best seller, e ainda é casada com um príncipe. Tem muita mulé por aí invejável, e talvez inspiradoras para que possamos melhorar. Mas eu sei que tenho meu charme materno também, e que a maior inspiração para ser uma mãe melhor são os meus filhos. Por isso, da próxima vez vou levar repelente.

 

“Desejo a todas inimigas vida longa!”

 

Comente com o Facebook

comentários

2 COMENTÁRIOS

  1. Adorei o post! mas minha listinha é um pouquinho diferente…. as primeiras mães que invejo muito são as organizadas… aquelas que tem albuns dos bebes, conseguem revelar e organizar as fotos, atualizam o livro do bebe com todas as informações, fotos, mechas de cabelo, dentinhos, etc….. essas eu invejo DEMAIS pq eu nunca vou conseguir ser assim!!!! Depois invejo as que ficam com os filhos em casa durante a semana…. ou que ao menos tem horários flexíveis pra ficar mais tempo com eles…. eu invejo as mães de 3 e até 4 filhos (louca eu?) porque sim lá no fundo eu queria ter pelo menos 3, mas provavelmente não terei nem tempo e nem orçamento, então eu invejo a sua coragem!!

  2. Não sou mãe mas tenho 4 (quatro!!) amigas entre grávidas e recém-nascidas… Comecei a acompanhar o blog pra entender o que elas passavam, e na boa, eu invejo vocês! Sou fã das postagens simples e sinceras, estou me preparando pra quando chegar a minha vez… Minha mãe foi uma dessas powers mães que era organizada, preparada pra absolutamente tudo, participativa, criou duas crianças elétricas praticamente sozinha e olha, definitivamente não sei como ela conseguiu… Mas valeu à pena! Fiquem tranquilas, vai sempre valer à pena! Boa sorte meninas, continuem inspirando outras futuras mamães! Beijos

Comments are closed.