Maternidade: sexo depois dos filhos

Sabe aquela história de assobiar e chupar cana ao mesmo tempo? É a mesma impressão que temos quando pensamos em nossas relações amorosas depois do nascimento de um filho, que será impossível. Mesmo depois de um certo resguardo, a maternidade muda a vida do casal tanto, que pensar em sexo é quase um insulto às noites mal-dormidas.

Mas o momento da chegada de um bebê em uma família, seja ele o primeiro ou o vigésimo (#MCcatrafeelings), é um momento de fortalecimento da família, e o casal deve ser o alicerce desta nova composição da maternidade. Por isso, o casal não deve vir primeiro do que a maternidade, mas também não deve ser esquecido por conta dela! Então, hora de fazer um acordo com o marido, estabelecer os direitos e deveres de cada um para que essa relação tenha muito sucesso!

maternidade sexo depois dos filhos beijo com filho

Direitos e deveres do homem

    • Valorizar toda a beleza feminina. A mulher que gerou um filho e agora o amamenta tende a se achar muito poderosa como mãe, mas por ainda não ter voltado a sua antiga forma, por estar mais abatida e cansada e por vários outros fatores que a maternidade proporciona e podem ser desconfortáveis (ex: no início a produção de leite é meio louca, então “vazar” leite na blusa é comum e chato), ela precisa saber que o homem ainda sente atração por ela. Por isso, elogie, faça carinhos. Deixe bem claro sua admiração pela mãe que ela tornou, e mais claro ainda o quanto ela é bela como mulher.
    • (Quase) nada mudou. Se você não está sabendo bem como chegar, por onde começar e onde colocar a mão, uma dica. Sua esposa continua a mesma. Pernas, braços, seios, cabelos e etc. Haja naturalmente para não cortar o clima.
    • Não force a barra. As vezes simplesmente não dá. A mulher é um vulcão de hormônios. Para o período de amamentação, o corpo dela produz um hormônio show de bola que chama Prolactina. Esse hormônio dá uma bloqueada na testosterona, um dos responsáveis pelo desejo sexual. Com o tempo, a produção deste e de outros hormônios vai voltar ao normal (que nunca é normal, visto que continuamos a ter TPM e etc, mas, volta ao de costume) e o desejo dela também (se ele tiver alterado, é claro).
    • Não force a barra (e ajude)- parte II. Além das variações hormonais, o casal ainda vai estar muito cansado fisicamente por toda a mudança de rotina, principalmente a mulher. Então, ajude sempre que puder nos cuidados do bebê, além de fortalecer sua conexão com seu filho, você vai ganhar a admiração da sua mulher.
    • Veja sua casa com outros olhos. Então vocês decidiram colocar o bebê para dormir com vocês, né?! Que delícia (Se ainda está pensando nisso, não deixe de ler sobre criação com apego no SouMãe.). Agora é hora de explorar os outros ambientes da casa. O sofá, a cozinha, a despensa, são tantos lugares interessantes. E mais, não vai dar para sair para dançar ou jantar como antigamente? Que tal uma cervejinha (se não estiver amamentando..) na varanda, um papo legal e uma rede “para deitar”?

maternidade sexo depois dos filhos caramujos

Direitos e deveres da mulher

  • A arte da sedução. Nada melhor do que um sutiã de amamentação e uma calcinha beje para espantar qualquer possibilidade de um sexo rapidinho, né?! Pessoalmente, não acho isso não. Lógico que uma lingerie toda trabalhada no “Show das Poderosas” tem seu efeito, mas sinceramente, a arte da sedução pode ser muito mais que isso. Paquere seu marido durante todo o dia, encoste nele. Peça ajuda para amarrar o seu cabelo ou qualquer outro charme que não seja impróprio para bebês de poucos meses presenciarem. Além de ser saudável para uma criança ver uma relação de carinho entre os pais, isso vai acelerar muito as coisas para o momento em que vocês puderem ficar à sós.
  • Prepare-se. Você é linda. Não tá feliz com sua barriga? Nem eu, até hoje. Se isso te deixa desconfortável, que tal uma camisola que tampa a barriga mais valoriza o busto? Você tem que valorizar seus pontos fortes.
  • Inovando para seduzir. Então depois da maternidade vocês já não transam somente na cama, né?! Tá achando chato? Que tal introduzir brinquedos, massagens, filmes e afins para mudar um pouco? Já experimentou mandar vídeos e mensagens para o celular do seu marido?
  • Agora é só vocês dois. Mesmo que seja só para dormir abraçadinhos, tente não conversar sobre a rotina da maternidade. Fale sobre seus sonhos de viagem ou de uma noite especial que tiveram. O casal precisa alimentar a relação e demonstrar interesse um no outro como indivíduos, como homem e mulher.

Nem toda mulher diminui seu desejo sexual após o nascimento do filho, e nem todo homem também mantém seu desejo a mil. Indivíduos são diferentes, as relações à dois são diferentes, e tudo que acontece com ela ou em volta dela exige que o casal se reinvente e se una para continuar juntos. Esse é o companheirismo que tanto se fala. Dar a mão e continuar juntos, se ajudar, prestar atenção nas necessidades do outro, e não ser egoísta. É de suma importância que o casal não esqueça de ser um casal.

Tamanduás e tatus, fazem

Corajosos cangurus, fazem

Façamos, vamos amar!

Chico Buarque

Comente com o Facebook

comentários