Método Montessori: o que é e como atua na prática?

Método Montessori: o que é e como atua na prática?

O Método Montessori de ensino é um modelo educacional desenvolvido pela italiana Maria Montessori. Essa metodologia foi feita inicialmente com o intuito de auxiliar crianças com distúrbios de comportamento e aprendizagem.
Entretanto, ao passar do tempo, o Método Montessori passou a ser útil para todas as crianças. O objetivo principal desse método é estimular e auxiliar a criança a obter autonomia, para adquirir confiança necessária para aprender sozinha.
Dessa forma, ela vai desenvolver um estágio de autoconhecimento e aprendizagem que vão ajudar durante as decisões intelectuais mais complexas no futuro, como por exemplo escolher uma profissão, comprar um apartamento dentre outras escolhas na vida.
Portanto, preparamos esse artigo completo para você ficar por dentro de todas as informações necessárias sobre o Método Montessori. Continue sua leitura e confira a seguir!

Como surgiu o método Montessori?

Primeiramente, você precisa saber que o Método Montessori, que surgiu por volta de 1907, foi feito por Maria Montessori, uma das primeiras mulheres a se formar em medicina na Itália.
Quando começou a trabalhar com crianças, a italiana analisou que o desenvolvimento dos pequenos acontece de forma individual e que esse crescimento ocorre com algumas particularidades específicas.
Entretanto, Maria Montessori também trabalhou com estudantes com necessidades especiais. Depois disso, ela decidiu fundar a Casa da Criança, para implantar todo o conhecimento que adquiriu ao trabalhar com crianças.
Dessa forma, ela pôde analisar o comportamento dos alunos, e com isso conseguiu criar a estrutura do Método Montessori, que é uma estrutura que auxilia positivamente no processo de alfabetização.
Além disso, como falamos acima, é um método que ajuda diretamente no desenvolvimento da capacidade de autonomia da criança.

Como o método Montessori funciona?

Método Montessori:
Como o método Montessori funciona?

Você precisa entender que o Método Montessori ocorre por meio de etapas que são reconhecidas como Planos de Desenvolvimento.

Portanto, é importante compreender que cada plano é feito para uma faixa de idade, que mostra o formato de aprendizagem específico para cada um deles. Veja!

  • Primeiro plano (0 a 6 anos): Nesse plano as crianças possuem a necessidade de aprender como o mundo funciona;
  • Segundo plano (6 a 12 anos): Nessa etapa os alunos já sabem se cuidar, entretanto, precisam conhecer coisas novas e explorar a imaginação;
  • Terceiro plano (12 a 18 anos): Aqui nessa fase os jovens precisam adquirir independência social e entender como a sociedade se comporta;
  • Quarto plano (18 a 24 anos): Nesse plano, normalmente estão os jovens adultos que estão na universidade e além disso estão em busca de compreensão do motivo de suas existências. 

Além disso, você deve saber que o Método Montessori possui alguns princípios que tem o foco na liberdade da natureza do aluno.

Quais os seus princípios?

O Método Montessori entende que as crianças são seres que constroem o mundo e são indivíduos ativos que se preparam para exercer um papel fundamental na sociedade futuramente.
Portanto, as crianças devem ter o pensamento forte e independente para estarem prontas para o futuro. Diante disso, é importante saber quais são os 6 princípios que o Método Montessori utiliza.

Autoeducação

No método Montessori acredita-se que as crianças possuem a capacidade para se desenvolver de forma livre e independente.
Entretanto, é necessário estar inclusa em um ambiente saudável e adequado para conseguir desempenhar melhor seu processo de aprendizagem.
Além disso, o Método Montessori também acredita que o convívio com outros indivíduos é fundamental para essa aprendizagem. Dessa forma, é possível observar e experimentar situações distintas, e aprender com elas.

Adequação do ambiente

Como falamos acima, o ambiente é essencial para o método Montessoriano. Por meio desse ambiente, a criança terá o auxílio ideal para potencializar todas as etapas de aprendizagem.
Portanto, você precisa entender que a criança precisa ter liberdade, porém, é necessário ter um incentivo físico e psicológico dos adultos, com a presença de materiais didáticos.
Além disso, é importante que a criança tenha um ambiente mais acessível, com algumas situações ao seu alcance.
Dessa forma, ela terá maior autonomia, como por exemplo beber água, ir ao banheiro dentre outras ações dentro de um ambiente familiar.

Educação como ciência

Você deve saber que o Método Montessori dirige uma aula diferente da forma de educação tradicional. Na escola montessoriana, a condução é feita como se fosse um projeto científico.
Dessa forma, o mentor transmite o conteúdo para os alunos sem precisar utilizar um formato rígido e vertical que muitas vezes são vistos na educação tradicional. No método Montessori, o conhecimento é feito por toda a turma com a mediação do professor.
Além disso, é importante entender que o método é feito com base no método científico de observação, teorias e hipóteses que os alunos apresentam durante as pesquisas.

Educação cósmica

Esse princípio auxilia a compreensão da criança em relação ao mundo. Na educação cósmica, o conteúdo precisa ser feito de uma forma que a criança entenda que todas as coisas estão conectadas.
Portanto, o mentor utiliza histórias, perguntas e outros estímulos para manter a curiosidade da criança bem ativa. Dessa forma, é possível analisar como o desenvolvimento da imaginação vai influenciar positivamente para a criança entender o  seu papel neste mundo.

Adulto preparado

O método Montessori possui esse princípio porque essa é uma das objetivos mais importantes para a criança. O educador deve preparar e auxiliar a criança para realizar todas as tarefas com o máximo de autonomia possível.
Com isso, ela vai estar pronta mentalmente e com condições suficientes para encarar todas as etapas da vida adulta, e realizar suas escolhas com sabedoria.

Criança equilibrada

É preciso entender que o Método Montessori é essencial para a criança se desenvolver de forma livre e feliz. Dessa forma, a criança consegue expressar todas suas próprias características com equilíbrio.
Lembre-se que uma criança equilibrada consegue se desenvolver melhor, e diante disso é possível conquistar autonomia com mais facilidade que outras crianças. Além disso, ajuda diretamente nas escolhas que ela terá que fazer durante a vida adulta.

O método Montessori em casa

É essencial você saber que o método Montessori também pode ser feito em casa. A utilização dos quartos montessorianos está em crescimento no país.
Esses quartos são feitos com a maioria dos móveis na altura da criança, ou seja, bem acessível e com a autonomia que a criança precisa, práticas simples como por exemplo ir ao banheiro, subir e descer de locais, escovar os dentes, dentre outras.
Entretanto, é preciso compreender que você deve analisar todo o processo de desenvolvimento da criança, sem precisar impor exigências sobre ela.
Dessa forma, vai aprender todos os detalhes do desempenho da criança e vai poder estimular o crescimento dela. No entanto, lembre-se que cada criança possui suas próprias particularidades.

Conclusão

Depois de todas essas informações que preparamos para você sobre o Método Montessori, é importante se atentar em alguns detalhes para aplicar essa metodologia da melhor maneira nos ambientes do seu imóvel.
Assim, procure ambientes acessíveis que possam garantir o desenvolvimento da sua criança, como é o caso de cômodos como por exemplo quarto, sala e banheiro.
Entretanto, além desses exemplos, você precisa analisar quais são os melhores cômodos do seu imóvel para aplicar o Método Montessori. 

close