Meu primeiro Natal como mãe!

Então é Natal, aquela loucurada de compras de presentes, amigos secretos, festas de confraternização, compras para ceia, programações….todos os anos eu entrava nessa mesma engrenagem, embora meu marido nunca foi muito adepto as festas natalinas, desde o ano passado quando descobrimos que eu estava grávida, pela primeira vez em 8 anos de casada pude comprar uma árvore de Natal, falei um pouco sobre isso nesse post AQUI, de lá para cá fomos mudando algumas coisas pensando nos filhos que viriam afinal achamos importante eles terem esse tempo em família aonde comemoramos juntos o aniversário de Jesus, mudamos muito quando os filhos chegam, algumas coisas passam a ter mais significado.

Mas então continuando esse Natal seria diferente pois não podiamos pensar apenas em nós, do tipo me arrumar, checar os presentes e partir maratona casa da familia…esse ano tinhamos que nos programar pois tinhamos uma bebê junto com nós. Sempre digo quando me perguntam se as coisas mudam muito depois que temos filhos e se conseguimos fazer as mesmas coisas de antes…a resposta é SIM, as coisas mudam muito e para sempre, e SIM voltamos a fazer as coisas de antes com alguns ajustes que chamo de PROGRAMAÇÕES…tudo precisa ser programado a partir de agora. É uma parte chata, complicada mas aprendemos a nos ajustar como tudo na vida.

Para mim a parte mais complicada era tirar a Beatriz da rotina, sim sou adepta da rotina. E quando eu tiver o segundo farei da mesma forma, porque acho que as coisas deram super certo, minha filha tem uma rotina estruturada, tem horário para acordar e para dormir, claro que durante o dia existem algumas variações mas no geral sei quando ela precisa comer, dormir e brincar tudo baseado na rotina, então desde os 4 meses Beatriz dorme a noite toda das 20h as 06h da manhã, e para meu desespero que horas se comemora o Natal??na véspera a meia-noite…e nesse horário quem estará dormindo????? BEATRIZ, pelo menos deveria estar dormindo mas meu marido bateu o martelo categoricamente que iriamos manter a maratona das famílias e por isso iriamos acordar a Beatriz no meio da noite para ir na casa dos familiares….imaginem minha cara ou melhor meu desespero!!!!!!!!!!Eu queria poupar ela e me poupar de tudo que viria depois, pois acordar um bebê no meio da noite para ir a uma festa e ver muita agitação, pessoas, etc…significa que depois não voltaria a dormir tranquilamente correto?! Então…ela estaria agitada e cansada e eu também. Mas como não posso impedir certas coisas de acontecerem e também não posso poupá-la de tudo, lá fomos nós.

Para amenizar as coisas minha família veio jantar conosco, então passamos o dia da forma mais tranquila que podiamos passar, mantive os horários dela religiosamente e coloquei ela para dormir no seu horário normal e então só após recebemos minha família em casa, jantamos, conversamos…e então perto da meia-noite fomos ao quartinho da Bia para acordá-la (confesso que meu coração estava na mão nessa hora, mas respirei fundo e fui) para minha surpresa nem precisei acordá-la, ao abrir a porta do quarto ela prontamente nos recepcionou com um lindo sorriso, parecia que ela sabia que iria sair da cama e estava megaaaaaa faceira (isso me deixou mais aliviada), arrumamos ela e partiu night! Ela ficou super bemmm não chorou nenhum momento, atenta a tudo, curtindo cada colo, cada brincadeira, amando tudo! Mas respeitamos o seu tempo, não nos estendemos muito ficamos com ela acordada cerca de 1:30 no total, e tão logo pudemos colocamos ela para dormir novamente. Claroooooo que não foi tão simples assim ela voltar a dormir depois de tanta folia, mas daí o paizão aqui em casa entrou em ação (já que a idéia foi dele…hehehhehe), ele gastou algum tempo tentando fazê-la dormir, mas conseguiu….aêeeeeeeeeee….fiquei aliviada que no fim tudo deu certo!Ufaaaaaaaaa……..

O próximo Natal acho que será mais divertido, pois a Bia vai estar com 1 ano e meio e já entenderá mais as coisas, e certamente estará mais participativa! Mas vamos vivendo cada dia né? Moral da história?? As vezes é bom fazer diferente, acho que essa é a graça de uma criança ser criada pelo pai e pela mãe, pois somos diferentes, pensamos diferentes e essa diversidade toda ajuda a formar a vida dos filhos, pois as diferenças olhando por esse ponto de vista somam ao invés de dividirem!

Ahhhhh, algo que vale compartilhar é que fizemos um mini ensaio de Natal, para registrar esse momento único, afinal o primeiro Natal nunca se esquece né?! Não foi só o primeiro Natal da Bia, mas o meu primeiro Natal como mãe e do meu marido como pai e isso deve ser registrado, daí fica minha dica registrem esse momento da melhor forma que puderem! Vale guardar na lembrança momentos tão especiais assim!

12357098_10208101341193919_4253032737996557_o 12363127_10208101329273621_7917776417455723218_o 12375258_10208101343873986_2305966084673018895_o 1933638_10208101327993589_1127558988948676429_o1926110_10208101345034015_6347435485636360552_o12374850_10208100664497002_3495605939730361524_o

Agora a próxima etapa é o ano-novo, mas daí já são outros “quinhentos”…..

Beijos e Feliz Ano Novo!

 

 

Quer mais informações sobre universo materno?

Mandamos conteúdos exclusivos sobre educação infantil, chá de bebê, enxoval, e muito mais!

Comente com o Facebook

comentários