O que você nunca se perguntou sobre o sono do recém-nascido

Imagem: Pinterest

Antes mesmo do bebê nascer, você já tinha lido sobre o sono do bebê recém-nascido, não é mesmo?

Se ele ainda não nasceu, você está fazendo exatamente isso agora: lendo sobre o sono dele!

Nossa insegurança ou nossa necessidade de controle total nos faz racionalizar demais esses primeiros cuidados, mesmo insistindo que somos/seremos mães que agem somente por instinto.

Faço um desafio agora para você que já está com seu bebê: Quantas horas por dia o bebê deve dormir na fase que seu bebê está e quantas horas o seu bebê está dormindo? Tenho certeza que você já procurou uma tabelinha no Google que dissesse isso. E tudo bem, é natural. Isso é cuidar.

Quando eu falo racionalizar os primeiros cuidados, obviamente não estou incluindo as sessões de carinho, de troca de olhares, e de amor. Estou incluindo apenas as questões práticas desses cuidados.

Imagem: Pinterest
Imagem: Pinterest

Mas, olhando para seu recém-nascido dormindo, que eu sei que você faz isso tanto quanto eu fiz, você nunca se perguntou por exemplo “com o que será que ele sonha?” ou “porque ele dorme tanto?”?

Isso não tem nada haver com os primeiros cuidados do recém-nascido, que aliás não podem nunca serem negligenciados, mas tem haver com uma curiosidade que nos cerca e faz uma mãe olhar para seu bebê recém-nascido também com um olhar curioso.

Levantei algumas coisinhas curiosas e outras que envolvem o “sono” para a gente entender um pouco melhor o funcionamento do sono do recém-nascido.

As fases do sono para recém-nascidos

Os bebes recém-nascidos passam pelas mesmas fases do sono que as crianças maiores e os adultos, porém em proporções e velocidades diferentes. As fases do sono são divididas em REM, aonde os olhos se movem rapidamente e que acontecem os sonhos, e as NÃO-REM, que estariam divididas em:

1ª Fase: sonolência e cochilo (a típica cena do bebê resistindo para fechar os olhinhos)

2ª Fase: sono leve (aonde o “cair de uma pena” faz ele dar um pulo no berço e a mãe entrar em desespero!)

3ª Fase: sono profundo (“dormindo como uma pedra”)

4ª Fase: sono mais profundo ainda

Você pode dizer que seu filho nunca “dorme como uma pedra” e que isso não se aplica à ele, mas todos passam por essas fases, mesmo que de forma diferente. Enquanto um adulto passa em média 25% do tempo em sono REM, os recém-nascidos podem ficar até 50% em sono REM. E como um ciclo, nós e os bebês recém-nascidos passamos por estas fases várias vezes durante o sono, porém os bebês passam por elas de forma mais rápida nos primeiros três meses.

O que faz o recém-nascido dormir?

Os recém-nascidos, como nossas miniaturas, precisam do mesmo que os adultos. Melatonina. É um hormônio ativado pela luz, o que nos aproxima muito das flores, né?! (risos)

Tirando a parte engraçadinha, nosso organismo percebe a diminuição da luz do dia e inicia a liberação do hormônio no corpo. Os bebês recém-nascidos também são “adormecidos” por este hormônio, mas como o organismo deles ainda está em pleno desenvolvimento, o relógio biológico ainda não está ajustado e ele não consegue diferenciar o dia da noite. Na dúvida, o corpo libera melatonina à vontade.

É preciso lembrar também que o sono não é uma parada dos sistemas. Enquanto os recém-nascidos dormem, todos os sistemas estão se desenvolvendo e se aprimorando. O cérebro está absorvendo as informações e processando o que é relevante o que deve ser descartado. E mais do que um adulto, um recém-nascido precisa muito desse desenvolvimento, e por isso é importante que ele durma mais.

Imagem: Pinterest
Imagem: Pinterest

Como melhorar a qualidade do sono do recém-nascido?

Muito se fala do treinamento do sono, da cama compartilhada, dos riscos de morte súbita por sufocamento e várias outras polêmicas que envolvem o sono do bebê. Nessa hora aqui, vale realmente seu instinto materno. Você já procurou se informar de tudo, e agora decide à partir disso, o que é melhor para seu filho.

Imagem: Pinterest
Imagem: Pinterest

Algumas dicas que valem para todos, inclusive adultos:

  • Ao chegar o horário de dormir, diminua as luzes e os estímulos visuais (principalmente a televisão)
  • Se estiver amamentando, mantenha a livre-demanda. O estômago do bebê é muito pequeno para suportar longas horas sem alimentar-se
  • Não deixe o bebê chorando. O choro é comunicação, entenda o que ele quer dizer
  • Mantenha uma rotina também para a hora de acordar
  • Bebês devem dormir de barriga para cima (reforçando o post sobre Morte Súbita em bebês)
  • Para adultos e crianças maiores, refeições leves antes de dormir
  • Crie uma rotina para o sono. Alguns minutos antes, diminuir as luzes. Escovar os dentes, ler uma história ou escutar uma música relaxante. Não associe comida com a hora de dormir.

E você, tem uma dica interessante para a hora de dormir? Compartilhe com a gente!

 

Comente com o Facebook

comentários