Sintomas da gravidez – quando surgem os primeiros?

primeiros sintomas de gravidez
Imagem: Tua Saúde

Os primeiros sintomas da gravidez geralmente surgem por volta da 5º semana de gestação, ou seja quando você estará fechando 40 dias de gravidez. Claro que isso é variável de mulher para mulher, mas a maioria das mulheres relatam iniciar os sintomas por volta da quinta semana, então fique atenta porque você pode entrar para esse clube.

Existem mulheres que são mais sintomáticas do que outras, isso porque os sintomas variam de mulher para mulher, mas vamos ver os principais sintomas que acometem a maioria das mulheres no primeiro trimestre de gestação, que é quando se iniciam os sintomas gestacionais.

Os primeiros sintomas da gravidez:

sintomas da gravidez
Sintomas da gravidez. Imagem: Dicas da Japa

Náuseas e vômitos

A campeã número um dos sintomas são as náuseas, ou conhecidos popularmente como enjôos. Eles podem atrapalhar bastante, tem mulheres que por conta dos enjôos não conseguem se alimentar direito e portanto acabam perdendo peso no início da gestação (isso é bem comum) em contrapartida há casos de mulheres que apesar dos enjôos, elas sentem muita fome, e acabam engordando mais do que o esperado para esse período por conta das náuseas.

As causas porque as gestantes sofrem tanto com as náuseas e vômitos no início da gestação não é claro ainda, aponta-se como um provável responsável o hormônio Beta HCG que começa a ser produzido em larga escala por conta da gestação e acaba ocasionando as náuseas como efeito colateral. Outra hipótese considerada é a desacelaração do movimento do estômago e também questões psicológicas.

Cansaço e sono

Surgem geralmente já por volta da segunda semana de gestação podendo se estender por todo o primeiro trimestre. O corpo ainda está se adaptando para fornecer a energia necessária para o desenvolvimento do bebê, portanto é muito comum que as gestantes se sintam muito cansadas no início da gestação.

Não é o cansaço comum de um dia puxado de trabalho, mas é quando as mesmas atividades que se faziam antes sem maiores complicações agora são muito difíceis de executar, quando a gestante chega no fim do dia completamente exausta sem condições de fazer mais nada, ou quando o sono aumenta consideravelmente. Aquela rotina anterior de dormir pouco é substituído por um estado de sonolência constante, tem mulheres que sem o hábito de dormir no período da tarde, passam a precisar fazer essa pausa pois já não conseguem mais dar conta das rotinas diárias como anteriormente e precisam dessa pausa para recuperar as energias.

O cansaço e o sono na gravidez ocorrem por alterações hormonais, principalmente da progesterona que chega a aumentar em 500% o seu nível durante a gestação, e um dos efeitos colaterais dela é a sensação de cansaço e sono excessivo. Além do que no início da gestação há a produção da placenta, que irá nutrir o bebê durante a gestação, e para isso há um gasto de energia muito grande, fazendo com que o corpo da mulher priorize o desenvolvimento do bebê em detrimento as necessidades da mulher.


Aproveite e confira:


Tontura

Surgindo por volta da 5º semana de gestação, a tontura surge decorrente da queda da pressão arterial, da redução da glicose no sangue e também pode estar associada a uma má alimentação decorrente do enjoos e vômitos frequentes também no primeiro trimestre de gestação.

Mamas inchadas e doloridas

Já nas primeiras duas semanas de gestação, é possível notar uma mudança nas mamas, elas tendem a aumentar de tamanho e ficam mais sensíveis e doloridas. Aliás muitas mulheres tem como primeiro sintoma de gestação a sensibilidade e dor nos seios. E isso ocorre porque um sistema de alimentação começa a ser formado dentro dos seus seios, as células produtoras chamadas lactócitos começam a se desenvolver, a quantidade de sangue que flui para os seus seios dobra durante a gestação, além de que:

A gravidez ativa o crescimento do tecido secretor existente no seio. A mama possui pequenas ramificações de brotos glandulares e, quando você engravida, esses brotos crescem e formam canais e pequenos sacos, chamados alvéolos, para reter o leite”.

Essa atividade no interior dos seios pode causar formigamento, dor, inchaço ou peso, que são sinais precoces de gravidez. (extraído do texto do site MEDELA)

Cólica e inchaço abdominal

As cólicas surgem por volta da quarta ou quinta semana de gestação, podendo até serem confundidas com sintomas de pré-menstruação. Elas são muito comuns no início da gestação e sua causa está relacionada com o fato de que quando o óvulo é fecundado há um aumento do fluxo sanguíneo na região pélvica, os hormônios da gestação para preservar o embrião acabam por causar esse desconforto abdominal que pode ser confundido com uma cólica menstrual.

Quanto ao inchaço abdominal que pode vir seguido de cólica ou não, que também é um dos primeiros sintomas gestacionais e surge na primeira ou segunda semana de gestação. O inchaço surge devido ao aumento do fluxo sanguíneo e crescimento do útero devido a gestação. E também porque há uma redução no trânsito intestinal podendo acarretar em um inchaço abdominal.

Gostou de saber sobre os primeiros sintomas da gravidez?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here