Pedagogia Waldorf - o que é? como funciona?

Pedagogia Waldorf – o que é? como funciona?

A pedagogia Waldorf que em 2019 completou 100 anos, teve seu início quando um filósofo austríaco Rudolf Steiner foi dar uma palestra em uma fábrica de cigarros no interior da Alemanha, arruinada no pós-guerra, ele defendeu em sua palestra que além de comida e moradia a sociedade precisava apostar na sensibilidade, e assim a partir dos estudos que uniam ciência e espiritualidade nasceu a Pedagogia Waldorf, suas escolas hoje estão presentes em mais de 60 países, e no Brasil em mais de 21 estados.

Muito além de uma mera transmissão de conhecimento a pedagogia Waldorf tem a finalidade no desenvolvimento integral da criança em todos os seus aspectos físicos-anímico-espirituais aliando habilidades cognitivas, emocionais e corporais e dando atenção para que no ensino se mesclem os pontos de vista científicos e estéticos-artísticos, além de cultivar um profundo respeito e admiração ao mundo a sua volta. Com uma visão antropológica ela fundamenta o desenvolvimento dos seres humanos em princípios gerais evolutivos que compreendem etapas de sete anos, chamados Setênios. E assim cada setênio apresenta suas particularidades nos quais surgem ou se despertam interesses, perguntas e necessidades diferentes dos demais setênios.

Na Pedagogia Waldorf, é dada uma grande importância ao primeiro setênio, por se tratar de uma fase da vida aonde se dá o desenvolvimento do corpo físico, que é com ele que a criança e posteriormente o adulto irá utilizar como meio e instrumento para viver sua missão na Terra. E um dos fatores muito importantes para o desenvolvimento do corpo físico é o meio ambiente de onde virão os estímulos para a criança ter a sua formação nesse período. Ou seja, a saúde do indivíduo para toda sua vida depende das pré-disposições implantadas nessa fase em que todas as suas forças vitais estão empenhadas na formação e desenvolvimento do seu corpo.

O primeiro setênio (do zero aos sete anos): a criança está em seu pleno desenvolvimento físico, manifestando toda a sua vontade através da atividade corporal de forma intensa. Aonde a criança entrega-se ao mundo ao seu redor sem resistências, em plena confiança sem ter capacidade ainda de distinguir o bem o mal. Nessa fase ela responde com repetição aos estímulos vindo do mundo exterior, e por causa da imitação ela consegue aprender nessa etapa.

  • até os três anos de idade, o cérebro está em alto desenvolvimento, é quando a criança conquista o andar ereto e o falar, inicia também o processo de pensar, é a fase de aprendizado mais importante da vida, todas as experiências vividas nessa fase ficarão gravadas em seu cérebro e poderão ser usadas posteriormente como base para seu pensar;
  • dos 3 aos 4 anos de idade, as características do pensar se ampliam, a criança é influenciada intensamente pela fantasia e pela imitação, domina o uso dos braços e das mãos;
  • a partir dos 5 anos de idade: ocorre uma nova mudança de comportamento da criança, as brincadeiras são mais ordenadas, as perguntas se tornam mais frequentes e “filosóficas”, passam a compreender as mudanças temporais (ontem, hoje e amanhã) e já dominam melhor o uso das pernas e pés.

A alfabetização se inicia aos 6 anos e meio ou 7, quando os alunos iniciam no Ensino Fundamental, a partir dessa idade que passam a aprender sobre números, formação de palavras e outros conteúdos necessários para o momento, mas cada disciplina é pensada de acordo com o respeito ao desenvolvimento da criança, ou seja, o conteúdo corresponde ao que a criança está preparada para receber, bem como os conteúdos e metodologias de ensino correspondem ao que a criança precisa em cada fase de desenvolvimento cognitivo, emocional e corpóreo.

https://adrianachiarimagazine.net/blog/2019/2/21/voc-conhece-a-pedagogia-waldorf

Aproveite e confira:


Conceitos Específicos das Escolas Waldorf:

Antroposofia: 

é a filosofia que une a ciência à espiritualidade, elaborada pelo austríaco Rudolf Steiner no início do século passado. Na Educação, considera a importância da relação dos alunos com a natureza, as emoções e o estímulo à individualidade.

Antropologia evolutiva: 

o desenvolvimento das crianças é o centro da pedagogia, segundo Steiner. Em vez de buscar uma qualificação profissional direcionada, o aluno é estimulado a compreender qual é seu papel no mundo e a sua vocação.

Euritmia: 

dificilmente você vai encontrar essa disciplina em uma escola que não siga a pedagogia Waldorf. Ela foi criada por Steiner e estuda a linguagem e a música em movimento. Nas aulas, o professor e as crianças podem formar um círculo e fazer movimentos precisos, interpretados durante uma obra musical.

Sensibilidade artística: 

a arte e a imaginação devem estar presentes em todas as aulas, por meio de imagens, músicas e atividades manuais. Isso porque, para Steiner, o desenvolvimento intelectual não deve ser mais importante do que as habilidades artísticas e artesanais.

Habilidades manuais: 

alunos e alunas fazendo projetos de tricô, de marcenaria e mexendo na terra. Os conceitos de arte e as oficinas criativas são levadas à prática. O trabalho manual ajuda na coordenação motora e mantém o cérebro em alerta.  

Imitação e experimentação: 

a criança já aprende naturalmente imitando o comportamento dos pais e de outros adultos próximos. A pedagogia estimula esse aprendizado pela imitação, com jogos e músicas em sala de aula.

Professor companheiro: 

o professor permanece responsável pela mesma turma durante os oito primeiros anos de ensino, podendo, assim, acompanhar a evolução dos alunos e compreender o tempo de aprendizado de cada um.  

(Fonte: Nova Escola)

Jardim de Infância Waldorf

https://www.novalis.org.br/jardim-de-infancia/

No jardim de infância as crianças são colocadas em grupos aonde as idades variam de quatro a seis anos, pois o ambiente e as atividades desenvolvidas atendem a todas as idades, assim como em uma família os irmãos de idades diferentes educam-se mutuamente assim as crianças no jardim de infância tem essa oportunidade em grupos de idades mistas.

O objetivo no jardim de infância Waldorf é criar um ambiente acolhedor, sendo o prolongamento do lar, e não uma sala de aula de ensino formal. Não se pretende acelerar o desenvolvimento da criança, uma vez que na sociedade de modo geral há uma tendência de estimular o aprendizado de forma precoce. Ao contrário é estimulado o brincar livre, de forma não dirigida, procurando assim a atividade lúdica que melhor corresponde com as necessidades evolutivas do momento, sendo assim a criança pode seguir seus próprios instintos corpóreos. Nesse contexto os educadores tem a tarefa de propiciar um ambiente adequado e condições para o processo auto-educativo da criança através do brincar.

sala Pedagogia Waldorf
https://vovolupo.blogspot.com/2016/08/ha-mais-aprendizado-no-jardim-de.html

Cada objeto ou brinquedo em sala de aula tem seu valor (são escolhidos um a um) para que a criança crie um vínculo com eles, são objetos de qualidade sensoriais para estimular o desenvolvimento dos órgãos dos sentidos, são de materiais naturais, duradouros e bonitos esteticamente despertando desde cedo o amor e respeito a natureza.

Qualidades importantes de serem cultivadas uma vez que vivemos em um mundo aonde tudo é descartável e consequentemente desprezível. Além dos brinquedos estruturados como bonecas de pano, carros de madeira, que despertam a fantasia infantil, na pedagogia Waldorf também se dá muita importância ao oferecimento de objetos rústicos naturais como pinhas, sementes, tocos de madeira, conchas, pedras, raízes e instrumentos musicais como metalofone, xilofone, triângulos, sinos, etc.

Também procura-se oferecer alimentos naturais, selecionados de acordo com orientações antroposóficas a respeito da alimentação das crianças, como frutas, legumes, cereais integrais, mel (evita-se o uso do açúcar branco) entre outros que fazem parte do cardápio.

Dentre as atividades desenvolvidas no jardim de infância Waldorf, estão as rodas rítmicas (cirandas e dramatizações) que são inspiradas na natureza e na vida. É incentivado o desenho livre como uma atividade diária, com lápis de cera ou outro que tenha a superfície corante bem larga. Apreciação da música de acordo com o estágio de desenvolvimento que cada criança se encontra. E assim, nas demais atividades propostas, também procura-se atender as reais necessidades físicas, psíquicas e espirituais de cada criança, proporcionando um ambiente adequado ao grupo como um todo e a cada uma em sua individualidade.

Ritmo

Ligadas ao ritmo, são comemoradas as festas do ano, sendo assim cada criança vivencia o ciclo anual de uma forma direta, pois o perfaz com todo seu ser, como se fizesse parte da natureza. Neste contexto, as festas anuais (que seguem o calendário cristão) podem ser compreendidas mais conscientemente, cada uma de acordo com as suas características. Delas são extraídos os conteúdos e transformados para as crianças em imagens retiradas da natureza. Também é comemorado o aniversário de cada criança, e neste dia, além da festa, todo o ritmo é voltado para esse evento.No ritmo de cada dia, o brincar ocupa um lugar de extrema importância.

Pedagogia Waldorf
https://ewfa.com.br/waldorf/nosso-curriculo/3o-ano/

A pedagogia Waldorf estuda cada criança, individualmente, buscando suprir suas necessidades. Trabalha com o grupo de classe, fornecendo o alimento anímico à sua etapa de desenvolvimento e ainda orienta os pais para que participem ativamente do desenvolvimento e formação de seus filhos, construindo uma comunidade viva, forte e muito mais feliz.

close