Prisão de ventre na gravidez, saiba como tratar!

imagem: sportlife

Infelizmente a grande maioria das gestantes, sofre com a prisão de ventre durante a gestação. É um problema muito comum mas tem como ser prevenido e tratado, requer apenas um pouco de determinação, esforço e algumas mudanças nos hábitos da futura mamãe.

#Quem são os responsáveis por esse incômodo?

Alguns responsáveis pela prisão de ventre na gestação são: o hormônio progesterona que faz com que o intestino fique mais lento para o trânsito dos alimentos pelo intestino e a pressão devido ao crescimento do útero comprime o estômago e o intestino acabando por dificultar a passagem do bolo fecal. Os suplementos vitamínicos à base de ferro e cálcio que geralmente são prescritos para serem ingeridos durante o primeiro trimestre da gestação também agravam a situação.

#Pode afetar o bebê?

Não. A constipação é mais um incomodo do que um problema médico. Portanto ela não afeta o bebê, apenas causa incomodos como cólicas e dores abdominais nas gestantes mas caso ela se agrave muito pode ocasionar as tão temidas hemorróidas que são muito doloridas, neste caso procure um médico para que ele possa lhe fornecer a medicação adequada.

#Sintomas da prisão de ventre

Os sintomas mais frequentes da prisão de ventre durante a gravidez são:

  • Cólicas;
  • Desconforto abdominal;
  • Rigidez abdominal;
  • Dificuldade em evacuar;
  • Inchaço.

Durante a gravidez é normal se a grávida for 1 vez por dia ao banheiro ou a cada 4 dias.

#Como tratar?

  • Beba muita água, cerca de 2 litros por dia (em torno de 8 copos), quanto mais água ingerir mais líquido se tornará o bolo fecal facilitando sua passagem pelo trato intestinal. Caso você não tenha o hábito de beber água é um bom momento para iniciar, adquira uma garrafinha para água e ande com ela para baixo e para cima, tome a todo o momento e não somente quando tiver sede, pois geralmente quando temos sede é porque nosso organismo já perdeu muita água;
  • Tenha uma alimentação saudável, importante ingerir alimentos com muitas fibras como grãos integrais, frutas, verduras e legumes.Faça pequenas mudanças como trocar o pão branco por pão integral, a massa por massa integral, arroz por arroz integral. Quando ingerir frutas polvilhe por cima um pouco de aveia ou linhaça. As frutas mais indicadas para serem consumidas durante esse período são mamão, ameixa, melão, laranja, damasco, manga e morango;
  • Praticar uma atividade física moderada e constante, como hidroginástica, yoga e caminhada, pois o exercício estimula o movimento intestinal, favorecendo a eliminação do bolo fecal. Lembrando que para praticar qualquer atividade física é necessário a liberação de seu obstetra.

RECEITINHA DE SHAKE PARA SER INGERIDO DIARIAMENTE EM JEJUM PELA MANHÃ:

Deixe na noite anterior dentro de um copo com 1/3 de água uma ameixa seca. Na manhã do dia posterior bata no liquidificador:

1 laranja com bagaço;

1 fatia de mamão;

1 colher de aveia;

1 colher de açúcar mascavo;

1 colher de linhaça;

+ a ameixa com a água em que ficou submersa

Coe se necessário e beba em jejum.

Faça esse shake diariamente em poucos dias seu intestino estará bem mais regulado.

EVITE

  • Evite as frutas como banana, maçã, pêra e goiaba, que são constipantes;
  • Chás e geléias laxativas, só devem ser consumidos com recomendação médica, pois alguns destes medicamentos podem conter substâncias que provocam contrações uterinas;
  • Evite alimentos ricos em gorduras e açúcares;

 

Veja mais temas relacionados:

Azia na gravidez, saiba como se livrar dela!

Tenha uma gestação tranquila em 10 dias

Parto normal o que dizem os especialistas

 

Comente com o Facebook

comentários