A pirâmide alimentar infantil e os piores alimentos para crianças

Quando a pediatra disse que você poderia começar a introduzir os alimentos sólidos, o que você pensou:

A) Oba, vou ganhar um descanso das panelas!
B) ah, jura?! Mas amamentar é tão mais simples
C) Mas quais alimentos são bacanas para ele?

Da introdução dos alimentos sólidos até a liberação completa, andamos por um território controlado e orientado pela pediatra, com papinhas doces e salgadas quase sempre 100% naturais. Mas com o passar do tempo, a alimentação do bebê é “promovida” à “alimentação igual da família”, e várias dúvidas vão surgindo.

A maioria das famílias fazem uma readaptação alimentar, o que é muito bom, diminuindo a quantidade de sal e condimentos nas refeições para que o sistema digestivo do bebê ainda em “Test Drive” não sinta diferença. Mas com o tempo, tudo volta ao normal, e para falar a verdade, começamos a ter alguns tropeços nutricionais.

Alimentação equilibrada

Lembra da sua aula de biologia ou química quando você viu pela primeira vez a pirâmide da alimentar? Se você não deu muita bola para ela naquela época porque estava fofocando com a sua “melhor amiga do dia” e se arrependeu depois no dia da prova porque não fazia idéia do que geometria tinha haver com comida, adivinha só?! Ela continua fazendo parte da sua vida! Te apresento a pirâmide alimentar infantil!

Pirâmide alimentar infantil

A pirâmide alimentar infantil, essa aí de cima sugerida pelo Departamento de Nutrologia da Sociedade Brasileira de Pediatria, é uma referência da composição alimentar por faixa etária. Salvo as crianças que possuem alimentações restringidas por recomendação médica, todas as demais devem seguir uma distribuição conforme essa tabela. Então é preciso manter a atenção.

Além da pirâmide alimentar infantil, é preciso ler os rótulos dos alimentos para caprichar na alimentação do seu filho. Produtos com muito açúcar e gorduras são ofertados de forma inocente para crianças, e se escondem em embalagens coloridas e convidativas. Da mesma forma, produtos intitulados “fit” e “light” são ofertados enganosamente para aumentar o preço e lucro. Por isso, evite o quanto puder os produtos industrializados, pois alguns deles podem ser danosos para a saúde do seu filho e do seu bolso.

Para afastar da sua despensa

Alguns produtos devem ser evitados para a saúde da sua família, especialmente das crianças, como por exemplo:

Embutidos e enlatados: Salsicha, linguiças, Picles, milho, ervilha e outros.  Para conservar esses alimentos em suas embalagens por mais tempo, e deixá-los com aspecto vivo ao retirar para consumo, esses alimentos são fabricados com muitos conservantes, corantes, antioxidantes e aditivos químicos. Estas substâncias consumidas em excesso podem desencadear doenças e/ou desconfortos digestivos.

Produtos embutidos

Refrigerantes e sucos industrializados: Os refrigerantes nem deveriam fazer parte de um alerta para não oferecer para crianças, deveria ser proibido! Possuem uma alta concentração de açucares, assim como os sucos do tipo refrescos e néctares. São calorias totalmente vazias e viciantes.

pirâmidealimentarinfantil refrigerantes

Frituras e salgadinhos tipo Chips: Gordura Trans deveria ser o sobrenome das frituras e salgadinhos. As frituras podem estimular o acúmulo de gordura abdominal e trazer consigo sintomas como cansaço e falta de energia, que simplesmente não combinam com crianças.

Pirâmide alimentar infantil chips

Margarina e cereais matinais: O processo de fabricação da margarina contém a hidrogenação do óleo, que gera a gordura trans. Para quem tem colesterol alto (o que infelizmente é o caso de algumas crianças), essa é uma péssima cia. Existem os cereais matinais saudáveis, mas a maioria das marcas infantis possuem alto teor de açucar e sódio. Por isso, mais uma vez, é preciso ler a composição antes de comprar!

Pirâmide alimentar infantil cereais

Sorvetes: Os sorvetes de massa industrializados são pobres em nutrientes e ricos em açucares. Existem opções mais leves, e é possível fazer versões caseiras de frutas que são muito mais gostosas, para comer sem culpa!

Pirâmide alimentar infantil sorvete

Além desses itens, é preciso escolher bem os alimentos que você vai levar do supermercado para casa e também a forma de oferecê-los. A maça é um exemplo. A maioria delas é cultivada com muito agrotóxico, e como não dá para observar a olho nú nem saber a origem das mesmas, o melhor é optar por frutas orgânicas.

Crianças de até três anos já começam a escolher e rejeitar algumas comidas, e algumas mães oferecem uma mamadeira para “completar” a refeição. Ainda que deixar nossos bebês satisfeitos seja um instinto materno, fazer isso pode criar um hábito ruim, além de fazer com que a ingestão de leite corte a absorção de ferro (*muita atenção: o leite materno não corta a absorção do ferro, ok?! Mais um ponto para ele!).

Resumindo, ofereça sempre alimentos naturais, de acordo com as porções diárias recomendadas pela pirâmide alimentar infantil. Aliás, aproveite esta pirâmide alimentar infantil para analisar o cardápio que a escolinha do seu filho tem oferecido. Evite os alimentos vazios e que fazem mal a saúde, no caso das crianças eles sempre são oferecidos com embalagens e brindes atrativos. E fique atento a qualidade dos alimentos e a combinação entre eles, que pode potencializar ou bloquear a absorção dos nutrientes.

O SouMãe.org recomenda que você consulte uma nutricionista pediátrica, pois uma dieta personalizada pode ser fundamental neste período tão gostoso do crescimento dos nossos filhos.

Quer mais informações sobre universo materno?

Mandamos conteúdos exclusivos sobre educação infantil, chá de bebê, enxoval, e muito mais!

Comente com o Facebook

comentários

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.