Amamentação – Tenho mamilos planos ou invertidos. O que fazer?

Imagem: Popsugar

Vou ser sincera. Nunca pensava muito na importante função que meus seios desempenhariam quando tivesse meus filhos antes de estar exatamente grávida deles. Talvez por isso não sabia que o meu bico do seio plano “E” auréola grande (isso mesmo que você leu, e para tornar a jornada ainda mais difícil, também já havia feito uma redução de mama!) seria um obstáculo para a amamentação.

Obstáculo esse que, assim como vários outros durante a gravidez e a maternidade, nós mães conseguimos vencer sem pensar que eles foram obstáculos. É tão natural que parece ser um fato simples. Mas afinal de contas, como saber se você tem mamilos planos e/ou invertidos e o que fazer para que isso não atrapalhe a amamentação?

Bico do seio e a amamentação

O bico do seio normal é destacado do restante da auréola quando estimulado ou naturalmente e 90% das mulheres possuem o bico do seio assim, o que favorece muito a amamentação.

Já o bico do seio plano é aquele que acompanha a curva do seio, não se destaca para fora nem para dentro. E ainda tem o bico do seio semi-invertido ou invertido, que é destacado para dentro do seio, como se fosse um bico do seio normal, mas empurrado para dentro da mama. Esses dois tipos de bico podem dificultar a amamentação, mas não a inviabiliza, pois é possível estimular o bico.

Outro aspecto que deve ser observado é o tamanho da auréola, que quanto maior, mais difícil será para que o bebê abocanhe toda a auréola e cause fissuras nos seios.

Como já comentei antes, isso nunca me chamou atenção porque a aparência não é estranha, as vezes o próprio sutiãn podia contribuir para que o bico ficasse plano. E é isso que pode confundir algumas mulheres ao se olharem no espelho.

Imagem: breastfeedindmamas
Imagem: breastfeedindmamas

Como estimular o bico do seio invertido ou plano

Em suas consultas de pré-natal você poderá perguntar ao médico como você deverá preparar a sua mama para a amamentação (nas primeiras semanas de gestação o seio costuma ficar dolorido e a última coisa que você vai querer é que o médico faça qualquer exame de toque, não é mesmo? Nem abraçar as pessoas conseguimos direito! Mas é preciso, viu!), e ele analisará qual seu tipo de bico e também passará algumas orientações para que não ocorram fissuras ou rachaduras no bico do seio. Veja algumas delas:

  • Uso de conchas durante a gestação: A concha tem um buraco aonde o bico do seio fica para dentro e pinga o leite para não molhar a roupa e mantê-lo seco depois que o bebê já mamou. Mas usá-lo durante a gestação vai fazer com que o bico fique destacado.
  • Girar o bico do seio com leves apertadas durante a gestação e antes da amamentação também é uma forma de firmá-lo.
  • Se a auréola for muito grande, é preciso fazer a pega corretamente para que a boca pegue toda a auréola e o bico do seio encoste no céu da boca do bebê para estimular a produção de leite.
  • Tomar sol no bico do seio é uma maneira de torná-lo mais resistente. Mesmo que não seja uma solução direta para o bico do seio plano ou invertido, é uma maneira de previnir fissuras por causa deles.

Essas informações também são faladas em cursos de gestante e cursos para amamentação, mas nada melhor do que trocar vivências como a minha e a de outras mães ou grávidas desse momento. Além daquele famoso “eu sei o que você está sentindo”, o apoio de outras grávidas e mães pode te trazer grandes amizades e oportunidades, que nessa fase é tão importante. Com quem você divide suas preocupações? Conte pra gente!

 

Quer mais informações sobre universo materno?

Mandamos conteúdos exclusivos sobre educação infantil, chá de bebê, enxoval, e muito mais!

Comente com o Facebook

comentários