Gravidez – Saiba quais atividades você deve evitar

Imagem: Pregnancy and Baby

Quantas mulheres já ouviram ou falaram coisas do tipo “eu estou grávida, não doente!!”. Algumas pessoas encaram a gravidez como algo que mereça repouso absoluto e contínuo até o nascimento do bebê, e outras acreditam que podem fazer todo tipo de atividade e exercício.

A primeira coisa a ser dita é: Cada mulher tem suas características específicas e por isso terá uma gravidez diferente de todas as outras, inclusive de outros filhos seus. Algumas precisarão de mais cautela e outras não.

E depois, é preciso concordar que estar grávida não é uma doença, mas é preciso ter alguns cuidados para o bem-estar da mãe e do bebê. Em geral a grávida deve evitar atividades que possam envolver quedas, batidas na barriga ou que alterem seu ponto de equilíbrio ou sua pressão sanguínea. Vamos exemplificar:

Pedalar: As trepidaçōes do percurso e até a possibilidade da perda de equilíbrio fazem dessa atividade física uma forte candidata a ser riscada daquelas liberadas para as mulheres grávidas.

Lutas e atividades de contato: Atividades que envolvem contato podem ser propícias para gerar impacto na região do útero e não são aconselháveis.

Mergulho ou escalada em altas altitudes: O mergulho mal executado pode formar bolhas de ar no sangue e a pressão atmosférica menor em altas atitudes também pode afetar a relação mãe e bebê através do cordão umbilical.

Corrida de alto impacto: A corrida também pode ser um risco de quedas e dependendo do terreno, pode haver muitas trepidações.

É preciso lembrar que as atividades físicas fazem bem à saúde do corpo e da mente, e esses dois resultados são excelentes para a gravidez. Por isso cada caso deve ser avaliado pelo médico e se possível, acompanhado por um profissional de educação física.

As mulheres que tem o hábito de praticar exercícios devem notificar ao médico que recomendará moderação nos movimentos e cargas, ou a troca de exercício por algum mais leve. Aquelas mulheres que estavam sedentárias antes da gravidez devem ter mais cautela.

Quem acompanha atrizes e musas fitness pelo Instagram e outros veículos de informação pode até se assustar pelos exercícios que elas praticam ou podem querer fazer o mesmo com o desejo de retornar ao corpo de antes da gravidez com a mesma facilidade.

Mas apesar da mensagem positiva para levar uma vida saudável, os exemplos não podem ser levados à risca e a qualquer custo. Algumas delas são atletas e cobrar de você mesma para que tenha o mesmo desempenho é injusto e estressante.

Exercícios sugeridos para a gravidez

Exercícios de baixo impacto e que melhorem de forma leve o condicionamento físico da grávida e o alongamento e a postura do corpo são os mais indicados.

Exercícios como pilates, alongamento, yoga e hidroginástica possuem baixo impacto e podem inclusive contribuir no parto.

Com os exercícios certos e a alimentação balanceada, você estará oferecendo o melhor para seu filho e isso também fará muita diferença no pós-parto, que as vezes possui uma carga emocional muito grande e o auto-estima elevado pode ajudar a passar esse período conturbado com mais facilidade.

Você sentiu ou sentirá falta de algum exercício específico durante sua gravidez? No meu caso eu senti muito a falta de fazer spinning!

Comente com o Facebook

comentários