Bico do seio dolorido – Sintomas e causas que podem dar dor

- Advertisement -

Você já sentiu o bico dos seio dolorido? E já ficou preocupada com o que poderia ser?

Pois saiba que é bem comum sentir dores no bicos dos seios, e normalmente as causas são benignas e se resolvem naturalmente, mas em alguns casos também pode indicar algo mais sério como uma infecção ou câncer por isso é importante estar atento quando a dor surgir e verificar se não há outros sintomas envolvidos como:

  • febre;
  • caroços;
  • formação de fissuras;
  • dor intensa e persistente por mais de dois ou três dias;
  • secreção;
  • sangramento;
  • saída de leite sem estar grávida ou amamentando.

Nestes casos é necessário procurar ajuda médica como um mastologista ou dermatologista o mais breve possível, para verificar a causa e entrar com o tratamento adequado.

Das situações mais corriqueiras para bico do seio dolorido são:

bico do seio dolorido
Bico do seio dolorido. Imagem: Dicas de Mulher

1- Fricção na roupa

Muito comum quando estamos praticando algum exercício físico ou nos movimentando com mais rapidez nestes casos a blusa pode começar a roçar nos mamilos e acabar irritando a pele, gerando desconforto, coceira ou dor. Se for algo persistente pode acabar gerando inclusive uma ferida. Nestes casos pode se colocar uma fita adesiva no mamilo para evitar que este fique roçando na blusa.

Também é comum quando se usa sutiãs de material sintético ou que estão mal ajustados, acabar causando desconfortos pela fricção no tecido. Opte pelos sutiãs de algodão que permitem que a pele respire e protegem melhor o bico dos seios quanto as fricções.

Havendo feridas, higienize bem o local e utilize uma pomada cicatrizante.

2- Alergia

É bem comum os mamilos apresentarem algum tipo de alergia há produtos de higiene, cosméticos e roupas (materiais diversos que elas são confeccionadas).Uma vez que os mamilos são regiões muito sensíveis, também acabam respondendo rápido há mudanças de temperatura, de produtos, de tecidos, etc. Nestes casos o que se observa é coceira, mas que pode acabar gerando vermelhidão e a pele pode começar a descascar, gerando inchaço e dor.

Quando essa situação surgir, lave bem a região com água morna e sabão com pH neutro, troque as roupas que foram usadas recentemente por tecidos mais antialérgicos e caso os sintomas persistirem procure ajuda médica.

3- Eczema

O eczema é um tipo de dermatose que se caracteriza por apresentar vários tipos de lesões. Que provocam muita coceira persistente, aparecimento de pequenas manchas avermelhadas ou bolhas de água que ao se romperem, eliminam um líquido claro, após a secreção começam a secar, levando à formação de crostas. E as causas são as mais diversas como contato com a água, pele muito seca, estresse, etc.

Geralmente são utilizadas pomadas corticóides para aliviar os sintomas de coceira, que devem ser receitados pelo dermatologista, também pode se aplicar compressas de camomila com o intuito de acalmar a pele irritada. É importante manter a pele bem hidratada, para evitar novas dermatites.

4- Alterações Hormonais

Geralmente elas são as causas mais frequentes do surgimento de dor intensa no mamilo, pois quando há um aumento dos hormônios estrogênio e progesterona no organismo eles podem provocar um ligeiro inchaço nas glândulas mamárias tornando-as mais sensíveis. Essas alterações são associadas ao período menstrual ( pré ou pós), podendo também acontecer em homens devido as mesmas alterações hormonais principalmente na adolescência.

Você pode utilizar compressas geladas para diminuir o inchaço e o desconforto causado, geralmente a situação se resolve sozinha em torno de alguns dias, quando os níveis hormonais voltam a se equilibrar.


Aproveite e confira:


5. Infecção

Muito comum em lactantes, que devido a pequenas feridas ocasionadas pela amamentação, acabam permitindo a entrada de bactérias, vírus ou fungos. Nestes casos além de dor nos mamilos é comum sentir vermelhidão, inchaço e sensação de calor.

O tratamento mais adequado será indicado pelo seu médico, alguns cuidados básicos são manter a pele limpa e seca, permitir que os mamilos tenham uma boa ventilação ao longo do dia, para auxiliar no processo de cicatrização, além do uso de pomadas antibactericidas ou antifúngicas para tratar a infecção.

6- Rachaduras

Também muito comum quando a mulher está no período da amamentação (ou tem a pele muito seca) as rachaduras podem causar feridas, coceira, sangramentos e muita dor. O mais indicado nestes casos é usar uma pomada protetora, ou até mesmo o próprio leite (algumas gotinhas) e deixar secar naturalmente para impedir que as rachaduras acabem evoluindo para feridas, sangramentos e infecções.

6. Gravidez

Esta aí um causa muito comum de gerar a dor nos mamilos, a gravidez ! Ela é um período da vida da mulher no qual o corpo sofre diferentes alterações, muitas alterações hormonais que acabam por gerar um aumento das mamas e isso estica a pele e as mulheres podem sentir um pouco de dor ou coceira no mamilo por eles ficarem mais sensíveis.

8. Doença de Paget

A Doença de Paget é um tipo de câncer de pele do mamilo e pode indicar uma metástase de um câncer de mama, por isso se além da dor e coceira constante no mamilo, apresentar outros sintomas como pele áspera, liberação de líquido, alteração na forma do mamilo é necessário procurar um mastologista urgente.

Ana Paula Fernandes - Equipe Sou Mãe
Casada, mãe de segunda viagem, descobrindo um novo universo, o universo das mães! E compartilhando um pouco de suas descobertas aqui no Sou Mãe!

Posts relacionados