Laserterapia – para tratar fissuras nos mamilos, como funciona?

0
8
laserterapia
Imagem: Tua Saúde

Para quem está com os mamilos lesionados, a Laserterapia  é uma ótima opção de tratamento. Saiba como funciona aqui!

Muitas mulheres sofrem com problemas de fissuras nos mamilos por conta da amamentação. Os machucados surgem geralmente por conta da pega errada do bebê, pois principalmente para as grávidas de primeira viagem a amamentação ainda é cercada de dúvidas e incertezas.

Até então o que tínhamos de tratamento para as fissuras provenientes da amamentação eram a base de pomadas, indicações de tomar sol nos seios para ajudar a cicatrização e não usar sutiãs para ajudarem os seios a respirarem, não causando o abafamento que poderia permitir mais complicações.

Agora aliado a todos esses procedimentos citados acima, temos a laserterapia, uma tecnologia nova e revolucionária no mercado, ele é um laser de baixa intensidade e aprovado pelos dermatologistas (fato muito importante para novos procedimentos). Ele se tornou um tratamento eficaz e ágil para promover a cicatrização das feridas de pele.

Mas como todo novo tratamento no mercado, ele vem cercado de muitas dúvidas de como funciona, em quais situações pode ser usado, se ele tem contraindicação, etc… portanto vamos esclarecer alguns pontos para ajudar na decisão de iniciar o tratamento ou não.

O que é laserterapia e como ela funciona?

laserterapia
Laserterapia. Imagem: Tua Saúde

A laserterapia se baseia na utilização de laser de baixa frequência (laser terapêutico), que é uma energia eletromagnética, que se move do aparelho até seu objetivo final ( no caso os mamilos machucados) e ao atingir o tecido alvo age na fotoativação celular e promove vários tipos de efeitos, de acordo com o objetivo do terapeuta, neste caso a cicatrização dos tecidos.

“O médico dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia, André Piancastelli, um dos autores da pesquisa publicada na revista “LED”, explica que a luz vermelha de baixa intensidade tem efeito anti-inflamatório o que melhora a dor, além de provocar um acrescimento do colágeno e diminuir as rachaduras nos mamilos. “Nós, seres humanos, somos permeáveis a luz e certos comprimentos de onda conseguem atravessar a pele e estimular componentes genéticos a produzirem novas células para que a pele cicatrize. O laser de baixa intensidade faz com que os vasos sanguíneos aumentem e isso é exatamente o que precisamos para cicatrização”,

www.uol.com.br

O tratamento é indicado para quais situações?

O tratamento reduz principalmente inflamação e dores, cicatrização de tecidos machucados, desobstrui os ductos mamários e também ajuda nos casos de mamilo invertido (sim, hoje em dia isso é possível!).

Qual o valor das sessões?

O valor de cada sessão varia de R$150 a R$400, dependendo do profissional.

Quanto tempo dura o tratamento?

O tempo varia de acordo com cada caso, mas normalmente dura em torno de três semanas.


Aproveite e confira:


O tratamento é preventivo?

Não. Essa informação é importante ser destacada pois o tratamento de laserterapia não é uma prevenção para não ter mais fissuras nos mamilos, ele atua como um tratamento reativo, ou seja se você tem o machucado ele auxilia na cicatrização com mais eficiência do que os tratamentos convencionais. Para não haver mais fissuras e machucados nos seios é necessário fazer uma pega correta na hora da amamentação.

Para a prevenção de fissuras e machucados nas mamas, é indicado aplicar lanolina nos mamilos e expor os seios aos raios solares antes do nascimento do bebê. E após o nascimento, fazer a pega correta do bebê auxilia no sucesso da amamentação.

Como é realizado o procedimento?

O procedimento conta com a comodidade de ser realizado na própria casa do paciente ou em um consultório. A aplicação do laser não é invasiva e não possui efeitos colaterais, por isso as mamães podem realizar sem medos pois não há riscos para o bebê. Ele dura apenas alguns minutos, é indolor e o efeito analgésico é sentido de imediato! Ele pode ser realizado diariamente ou com alternância de dias (2 a 3 dias na semana), até a finalização do tratamento que dura em torno de três de semanas, que é geralmente quando se vê que a mama já está pronta para uma amamentação sem dor e desconfortos.

Quem pode fazer o tratamento?

Podem realizar o tratamento as mulheres que possuem mamilo invertido e pretendem engravidar ou que já estão grávidas. E mamães no pós parto com fissuras ou algum outro tipo de dano nos seios. Ressaltando que se os danos nas mamas não forem tratados outras complicações podem surgir, como a entrada de bactérias que desenvolvem infecções como mastite puerperal e abscesso mamário.

Quais as contraindicações?

O laser de baixa intensidade (laserterapia) não interfere no aumento ou na diminuição da produção de leite. Não existem contraindicações nem para a mãe e nem para o bebê, podendo ser usado inclusive em grávidas, pois ele não utiliza radiação, apenas luz visível.

Quem não pode usar são pessoas que usam marca-passo, possuem histórico de câncer e glaucoma.

Também é importante ressaltar que se a mama estiver infeccionada, o laser não irá funcionar. Neste caso é necessário primeiro tratar a infecção e só depois usar o laser para ajudar no processo de cicatrização.