Bruxismo Infantil: Como ajudar o seu filho?

Bruxismo Infantil: Como ajudar o seu filho?

Já ouviu o seu filho ranger ou apertar os dentes durante o seu sono, ou até mesmo em alguma atividade diurna? Essa questão é caracterizada pelo bruxismo infantil, uma ação realizada pela mandíbula, que é muito prevalente na infância.

Quer saber mais sobre o bruxismo infantil? Continue lendo o conteúdo abaixo.

O que é o bruxismo?

Bruxismo Infantil
Bruxismo Infantil. Imagem: freepik

O bruxismo é uma desordem fisiológica, um problema muscular que afeta os dentes por ter um apertamento e um excesso de força na musculatura da mastigação

O bruxismo infantil acontece quando a criança começa a esfregar os dentes uns nos outros, podendo provocar desgastes e tensão dentária.

Ele consiste numa hiperatividade dos músculos envolvidos no fechamento e abertura da boca. Durante o dia, é possível perceber e controlar, durante a noite, o movimento se torna involuntário.

O que pode causar o bruxismo? 

Existem alguns fatores que podem ser principais colaboradores para que o bruxismo se desenvolva, apesar de atingir algo material, ele tem envolvimento até mesmo com a vida emocional da criança.

1. Problemas emocionais

O transtorno emocional pode estar ligado a algum problema familiar, os pais podem estar passando por processo de divórcio, a criança estar trocando de escola ou até mesmo ter ganhado um irmãozinho.

Mudanças muito drásticas ajudam no desenvolvimento de movimentos involuntários, descontando todo o estresse.

2. Troca de dentes

Geralmente de 7 aos 12 anos, acontece a troca dos dentes, onde os dentes de leite estão sendo substituídos pelos dentes permanentes. Essa fase da troca pode desencadear uma ansiedade na criança trazendo uma mistura de emoções, favorecendo o bruxismo.

3. Problemas respiratórios

Uma das causas do bruxismo é o problema respiratório, neste caso, o dentista encaminha o paciente ao otorrino, para fazer uma verificação das vias nasais.

Pode ser que a criança esteja sofrendo com as amígdalas, isso acaba dificultando a passagem de ar.

Possivelmente, nessa situação a criança respira com a boca aberta, isso poderá trazer mais consequências além do bruxismo, como, os dentes tortos.

Os dentes ficam tortos porque para a criança conseguir respirar pela boca, é necessário que ela deixe a língua mais baixa para o ar passar, a língua poderá empurrar os dentes, movimentando a arcada dentária.   

Com o acompanhamento na clínica odontopediatria, irão encaminhar a criança para o dentista especialista em aparelhos ortodônticos, para que possa ser corrigido.

4. Sono

Antes de dormir é importante que a criança não tenha momentos agitados, aproximadamente uma hora antes do sono, é recomendado que desligue aparelhos eletrônicos.

Dê um banho nela e deixe ela relaxada contando uma história, isso fará com que consiga ter uma excelente qualidade de sono.

A falta de sono ou a noite mal dormida, deixa a criança estressada, podendo causar o bruxismo.

A qualidade de sono é bem importante para as crianças de todas as idades, principalmente para os bebês.

O sono irá ajudar no desenvolvimento dos dentes, mesmo sendo um bebê, faça um acompanhamento no dentista de bebe, quando ele apontar o primeiro dentinho.

5. Uso excessivo da chupeta

O uso excessivo da chupeta pode fazer com que a criança fique com a mordida aberta, atingindo principalmente os dentes da frente. O encaixe errado da mordida pode estimular o bruxismo.

Essa mordida aberta pode ser corrigida por meio de um aparelho ortodôntico transparente, realizando o tratamento do bruxismo e da mordida.

Como identificar se o meu filho tem bruxismo? 

Os responsáveis poderão fazer uma espécie de observação na criança, quando ela se encontra concentrada e no momento do sono.

É possível identificar através dos dentes das crianças, o bruxismo causa um desgaste que passa a deixar todos os dentes do mesmo tamanho.

Ao perceber algum barulho ou atitudes estranhas, é necessário ir ao dentista infantil 24 horas, ele passará a identificar a causa do desgaste excessivo, verificando a sensibilidade, porquanto eles podem até começar a quebrar.

Tratamentos

Os tratamentos do bruxismo poderão ter o envolvimento de alguns profissionais, como o otorrino, psicólogo e até mesmo psiquiatra, dependendo da situação. Irá depender do que está causando essa disfunção na criança.

1. Psicólogo

Em casos de transtornos psicológicos, a odontopediatra passará a encaminhar a criança para um psicólogo, para que ela possa fazer suas terapias evitando o estresse.

2. Placas de acrílico

Essas placas são utilizadas no momento do sono, para ter uma administração de fluídos e normalmente elas são indicadas se houver um desgaste significativo.

Ela irá servir como uma proteção para prevenir o desgaste, evitando dores musculares e até mesmo dor de cabeça.

3. Pet terapia

A terapia é realizada com a compra ou adoção de animais de estimação.

A partir do momento em que se tem um animal para fazer a troca de afetos, é possível que haja liberação dos hormônios da felicidade.

Um desses hormônios se chama ocitocina, ao liberar esses hormônios pode causar na criança uma sensação de relaxamento, aliviando o estresse da criança.

Ela poderá gastar toda sua energia durante as brincadeiras, isso pode ajudar a ter uma boa qualidade de sono.

Observe a sua criança, caso haja uma situação incomum, não hesite em levá-la regularmente ao dentista para criança.Conteúdo desenvolvido pela equipe do Status Fit Center, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.

close