Como evitar estrias na gravidez

Como evitar estrias na gravidez

E o medo das estrias na gravidez? Continue aqui e veja os fatores de riscos e como evitar estrias na gravidez!

É muito comum o surgimento de estrias na gravidez, podendo chegar a acometer de 70 a 90% das gestantes, e geralmente ocorre por volta do terceiro trimestre que é o período em que a região abdominal tem um maior estiramento por conta do crescimento do bebê.

O que são estrias?

A pele é composta basicamente por fibras com propriedades elásticas que conferem a ela a capacidade de esticar conforme a pessoa cresce ou engorda. Mas essa flexibilidade tem um limite, e portanto quando a distensão da pele ocorre de forma muito rápida essas fibras se rompem e a estria surge, ou seja, quando ocorre o estiramento com ruptura das fibras elásticas e colágenas da pele (que são as responsáveis pela firmeza da pele), elas se rompem e formam “cicatrizes” que são as estrias que vemos. Elas podem ocorrer em qualquer parte do corpo que contenha pele, normalmente elas surgem em áreas sujeitas a contínuo e progressivo esgarçamento como na barriga, nos seios, na coxa, etc.

O que ocorre na gravidez é que o útero cresce com a evolução da gestação e consequentemente a pele do abdômen é esticada e pode se “romper” e como resultado surgem as estrias que são as cicatrizes dessa ruptura.

Existem dois tipos de estrias, as recentes e as mais antigas. As estrias iniciais tem aspecto de lesões lineares rosadas ou cor da pele, são discretamente elevadas e são acompanhadas de um processo inflamatório. As estrias mais antigas já ocorreu a atrofia das fibras colágenas e elásticas portanto não há mais inflamação e elas apresentam coloração branca com espessura e largura variáveis, sendo mais frequentes nas nádegas, coxas, abdômen e costas.

Quando elas surgem, podem causar coceira e vermelhidão, mas no geral não apresentam sintomas, só aparência estética.

Fatores de risco, para o surgimento das estrias na gravidez:

estrias na gravidez
https://www.vemcomigoqueteconto.com.br/estrias-na-gravidez-luciara-creme-prevencao-de-estrias-na-gravidez/
  • Um dos principais fatores de risco, é o estiramento da região do abdômen no fim da gestação por conta do crescimento do bebê;
  • Existe uma pré disposição genética para o desenvolvimento das estrias, ou seja, mulheres que apresentam um histórico familiar de estrias, consequentemente apresentam um maior risco de desenvolverem estrias na gravidez;
  • E a idade também conta, mulheres mais novas (com menos de 25 anos) apresentam uma pele mais “firme” com uma maior facilidade do rompimento das fibras elásticas, portanto quanto mais nova for a gestante maiores são as chances das fibras se romperem. Em gestantes acima de 30 anos o risco já é mais baixo;
  • O risco de surgimento de estrias na primeira gestação é maior do que nas próximas, pois após a primeira gestação a pele já está mais “flácida” e portanto com mais aptidão para se distender novamente;
  • Ganho de peso na gestação é um alto fator de risco, quanto maior for o ganho de peso na gestação, maiores são as chances de surgirem estrias;
  • O tamanho do bebê também pode colaborar para o surgimento das estrias, pois quanto maior for o bebê, também maior será a barriga na gestação e consequentemente maior deverá ser o esgarçamento da pele;
  • Se você já teve estrias antes da gestação, há uma grande propensão de desenvolverem estrias na gestação;
  • Ocorrem muitas mudanças hormonais no corpo da mulher durante a gestação, e hormônios como estrogênio, cortisol e relaxina tornam as fibras elásticas da pele mais frágeis, facilitando o seu rompimento.

Aproveite e confira:


Como evitar as estrias na gravidez?

1.Controlar o peso

Muitos dos fatores de risco citados acima, estão ligados com um ganho de peso excessivo durante a gestação, então uma das formas de poder evitar o surgimento das estrias é justamente controlando o peso.

Durante a gestação, é aceitável que se engorde entre 11 a 15kg, mas o peso máximo aceitável varia de acordo com cada biotipo, portanto é necessário fazer um acompanhamento do ganho de peso com um profissional da área de nutrição para que ele possa lhe fornecer uma dieta equilibrada rica em legumes, frutas, cereais, carnes brancas, evitando excesso de açúcares e gorduras mas também levando em conta seu estilo de vida, seu biotipo, seus gostos, suas necessidades e também a sua genética.

2. Hidratar bem a pele

Primeiro passo para manter uma pele bem hidratada e com a elasticidade adequada é ingerir muita água, o recomendável é que se ingira em torno de 2 litros de água por dia, não substituído por outro líquido. Pois a pele hidratada ajuda a evitar o surgimento das estrias.

Também é importante que se utilize cremes e óleos hidratantes ricos em vitamina E, que são adequados para fornecer uma hidratação profunda para à pele durante a gestação. Utilize os cremes ou óleos durante ou após o banho, pois a água quente do banho abre os poros da pele, permitindo uma melhor absorção dos cremes e óleos para hidratação.


Aproveite e confira:


3. Fazer massagens regularmente na barriga e nas mamas

Faça massagens regularmente nas regiões com maior propensão ao surgimento das estrias, como abdômen, peito, coxas, etc. Pois as massagens ajudam a ativar a circulação sanguínea nessas regiões, melhorando assim a elasticidade da pele.

4. Usar roupa íntima apropriada

Usar roupas íntimas adequadas ajudam a suportar o peso da barriga e das mamas, pois conforme a gestação vai evoluindo a barriga e as mamas tendem a aumentar e o peso acaba “forçando” a pele, que pode acarretar no surgimento das estrias, uma vez que elas estão diretamente ligadas ao esgarçamento da pele. Também evite usar roupas muito apertadas que dificultam a circulação sanguínea.

5. Comer alimentos ricos em vitamina C e E

Você sabia que os alimentos ricos em vitamina C, como as frutas cítricas, cereais, óleos vegetais e sementes são alimentos ricos em substâncias antioxidantes, como betacaroteno ou flavonoides, e eles agem no nosso corpo como estimulantes do colágeno da pele, melhorando assim a elasticidade da pele e contribuindo para o combate ás estrias.

close