Crianças podem fazer o uso de enxaguantes bucais?

Crianças podem fazer o uso de enxaguantes bucais?

Crianças e cuidado bucal
Enxaguantes Bucais. Imagem: https://br.freepik.com

A saúde bucal das crianças precisa virar um assunto mais recorrente. Isso porque, a principal característica dessa fase são os dentes de leite que acabam caindo para dar lugar aos permanentes. 

Justamente por causa dessa troca, as pessoas esquecem que danos na dentição decídua podem interferir no desenvolvimento dos dentes permanentes. 

Sendo assim, os cuidados com a dentição infantil não são muito populares, uma vez que a porcentagem de pais que levam seus filhos em consultas com odontopediatras são baixas em comparação com o número de crianças no país, cenário que precisa mudar. 

Portanto, confira a seguir algumas questões sobre a dentição infantil e entenda fatores, como por exemplo, se crianças podem ou não fazer o uso de enxaguantes bucais para que possam cuidar melhor da saúde bucal de seus filhos. 

Para que assim, possa ser possível evitar tratamentos como a colocação de aparelho invisível na idade adulta dessas crianças. 

Nossas crianças podem ou não fazer o uso do produto?

A resposta para essa pergunta é complexa. Isso porque, não é proibido que as crianças utilizem o enxaguante bucal. 

Entretanto, o seu uso deve ser realizado com cuidado, uma vez que esse produto pode ser agressivo para a saúde bucal dos pequenos e ao invés de ajudar, pode só levar as defesas da boca da criança a ficarem fragilizadas. 

Em suma, os especialistas avaliam que o uso do enxaguante bucal deve ser feito em crianças, apenas com a orientação de um odontopediatra. 

Ele, por sua vez, recomenda o produto quando ele faz parte de um tratamento específico, como é o caso do uso dos alinhadores invisíveis, por exemplo. 

Vale a pena destacar que para a higiene bucal infantil, basta uma boa escovação, realizada com a escova correta de maneira adequada, combinada com as visitas regulares ao dentista e uma alimentação saudável. 

Esses fatores ajudam na manutenção da saúde bucal de uma criança e evitam a maioria das possíveis doenças bucais que possam surgir na infância. 


Aproveite e confira:


Quais cuidados tomar?

Quando o assunto é criança, todo cuidado é pouco, uma vez que essa fase da vida é caracterizada pelo desenvolvimento do corpo e a personalidade daquele ser, que um dia será adulto. 

Dessa forma, com a saúde bucal não é diferente e para garantir que seu filho será um adulto com um belo e saudável sorriso sem precisar de ortodontia invisível, é preciso tomar alguns cuidados, entre eles o com o uso inadequado do enxaguante bucal. 

Assim como já mencionado anteriormente, o uso desse produto deve ser realizado apenas com indicação de um profissional odontopediatra. 

Caso contrário, ele pode levar a efeitos colaterais na criança, como por exemplo, problemas com o estômago e sistema digestório já que a criança pode acabar engolindo essa solução extremamente ácida. 

Como realizar a higiene bucal de sua criança?

O ideal é levar a criança ao odontopediatra para que ele possa indicar as melhores formas de realizar a higienização nos dentinhos. 

Assim como ensinar formas de instigar e incentivar a prática nos pequenos, já que a higiene bucal tem um papel central na manutenção da saúde bucal e é responsável por evitar o surgimento de inúmeras doenças. 

Entretanto, é possível afirmar que para promover uma boa higienização, é possível oferecer água após as refeições da criança para ajudar na limpeza da boca, principalmente se todos os dentes delas ainda não tiverem nascido. 

Quando nascerem os dentinhos, uma boa opção é a dedeira, acessório encontrado em farmácias e mercados para higienização.

Quais dicas para o cuidado bucal de uma criança?

Para evitar que seu filho precise usar aparelho móvel transparente quando estiver maior, é garantido que ele seja um adulto com um sorriso estonteante, é necessário garantir uma boa saúde bucal desde pequeno. 

Portanto, é possível afirmar que é preciso cuidar dos dentinhos de seu filho mesmo antes de todos eles nascerem. 

Isso porque, é necessário levar o pequeno ao odontopediatra para avaliações e acompanhamento desde os primeiros sinais que os dentes estão rasgando a gengiva. 

Além desse acompanhamento rotineiro, é importante manter a higiene bucal em dia, instigando a prática de escovar os dentes desde cedo.

Nesse sentido, vale a pena destacar que muitas crianças acabam tendo cárie na primeira infância, justamente pela falta de higiene bucal e cuidado dos pais. 

Outra questão que deve ser evitada é o consumo exagerado de doces. No lugar dele, priorizem alimentos que possam fortalecer a saúde bucal. 

Dessa forma, é possível garantir que seu filho terá um sorriso saudável e estético, sem precisar de clareamento dentário no futuro. 

Conteúdo desenvolvido pela equipe do Conviva Melhor, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.

Deixe um comentário

close