Quais os benefícios do empreendedorismo materno?

Quais os benefícios do empreendedorismo materno?

empreendedorismo materno
Empreendedorismo materno: Imagem: https://www.freepik.com/

Durante a pandemia, muitas mães tiveram grandes dificuldades com suas crianças. Muitas das vezes alinharam o serviço de cuidar dos filhos em casa com o papel de professora, principalmente aqueles que estavam na fase de alfabetização, no trabalho cotidiano. Entenda sobre esse assunto maravilhoso que é o empreendedorismo materno.

Especialistas em curso de gestão de pessoas dizem que essa é a segunda revolução feminina no mercado de trabalho, a primeira aconteceu quando as mulheres saíram de casa e foram conquistar espaço no mercado de trabalho.

A segunda é a que está acontecendo agora, quando muitas mulheres deixam seus empregos e voltam para casa para empreender com o objetivo de ficar mais perto dos filhos.

Até porque a maternidade é uma condição democrática e coloca todas as mulheres em pé de igualdade, seja da Classe A ou da classe E, sofre as mesmas insegurança, as incertezas e angústias, mas no empreendedorismo materno existem algumas características bem particulares.

As mães da Classe A e B, adiam a maternidade para depois dos 30 e perto até mesmo dos 40 anos, então com isso elas têm tempo de amadurecer profissionalmente, de realmente galgar uma carreira profissional, interessante é bastante sólida. O mais interessante, que tudo isso vem acontecendo com o objetivo de não terceirizar a maternidade.

Como começar o seu próprio negócio?

Uma das dúvidas mais comuns de uma mãe no empreendedorismo é por onde começar. Esse texto você vai entender o passo a passo de como abrir seu próprio negócio de forma simples e direta. Muitas pessoas que querem começar o seu próprio negócio, acreditam que a primeira coisa a se fazer, é pensar no logotipo ou no nome da empresa.

Você fazer é importante, mas existe outros pontos que são mais ainda neste momento, a princípio existem várias tarefas, como por exemplo;

  • Determinar todo o corpo do negócio;
  • Calcular o financeiro da empresa;
  • Elaborar algumas estratégias de marketing;
  • Fazer um planejamento.

Por isso, ao invés de ficar sempre no mesmo lugar e tentar adivinhar como começar busque o máximo de conhecimento possível, investindo em um curso de gestão financeira, irá ajudar no começo do seu próprio negócio.

Se você está pensando em começar o negócio, porque provavelmente tem alguma ideia do que quer vender ou algum tipo de mercado que deseja entrar, nesta fase, faça uma busca rápida por empresas presentes no setor que foi escolhido, descubra como você pode fazer melhor.

Se você acha que a sua empresa pode oferecer algo que as outras empresas não oferecem, você tem uma ideia sólida e está pronta para criar um planejamento de negócio, a pergunta mais importante que deve fazer a si mesmo é porque de estar lançando o seu negócio, principalmente para as mamães empreendedoras.

Vale lembrar, que é importante investir em um curso app marketing, para obtenção de conhecimentos de marketing.

Por que investir no empreendedorismo materno?

Na verdade, a importância de investir no empreendedorismo materno é que tudo isso vem acontecendo com o objetivo delas não deixarem a maternidade de lado. Como já foi dito, ou seja, de alguma forma não “terceirizarem” a maternidade e sim conseguirem estar mais perto dos filhos.

Isso é extremamente importante, porque com essa aproximação, as mães empreendedoras conseguirão formar pessoas melhores, muitos possuem aquela indagação “qual o mundo que você quer deixar para o seu filho?”, sendo que na verdade, faz mais sentido questionar “qual o filho que você quer deixar para o mundo?”.

Então, por isso é importante investir no empreendedorismo materno para realmente mudar o mundo, mas, para que ele seja de sucesso, independentemente da área, por exemplo, para quem gosta de um design de interiores, poderão buscar conhecimento sobre curso design de interiores online.

Além de adquirir conhecimento, esses cursos onlines dentro de uma maternidade, fazem uma total diferença, porque assim como o empreendedorismo, eles também conseguiram fazer com que a mãe tenha a aula dentro de casa, ficando mais perto do filho e podendo dar carinho suficiente.


Aproveite e confira:


Como conciliar a maternidade e o empreendedorismo?

Depois de ser mãe, tudo ao seu redor muda, surgem novas vontades e sonhos. Não é à toa que mais de 24 milhões de mulheres são empreendedoras no Brasil, 75% dos negócios são criados a partir da experiência materna. Algumas dicas para dar conta do filho e do trabalho.

Por exemplo, existem as que gostam de vestir os seus filhos, é a partir disso que se tornam empreendedores de uma loja de roupas.

Já outras amam as questões internas, como por exemplo do quarto do seu filho e optam por investir em uma formação voltada à arquitetura. Para lidar com estruturas mais externas, procuram cursos de urbanismo. Independentemente da área é necessário ter uma conciliação.

Organização é tudo, você precisa entender o que te motivou a empreender para organizar a rotina de forma a priorizar o que é mais importante no seu ponto de vista fazendo uma lista nessa ordem. Sobre as tarefas, é  fundamental separá-las com quem está dentro de casa, seja marido, mães ou filhos, isso irá te ajudar a dar conta do trabalho.

A qualidade vale mais do que quantidade, muitas vezes a rotina corrida, não se cobre pelo tempo que consegue estar junto da sua família, mas a qualidade desse período. Nesse momento, precisa se desconectar das redes para se ligar totalmente com a sua família.

Faça um checklist, além do prazer de ir riscando o que você já fez no dia, essa lista ajuda a entender o quanto tempo demora em cada uma das tarefas, sendo útil para programar os próximos dias. É perfeito e nem espera isso de você, é importante ter em mente que todas as pessoas estão em desenvolvimento, dê o seu melhor mas sem cobranças excessivas.

Deixe um comentário

close