Você não precisa desmamar o bebê para que ele aprenda a dormir!

dicas para ajudar o bebê a dormir a noite toda sem desmamar
Imagem: pexels

Diariamente recebemos mensagens de mães exaustas, com grandes dificuldades com o sono dos bebês, pensando em fazer uma aprendizagem de sono, porém com duas grandes preocupações:

  • Vou ter que deixar meu filho chorando até dormir?
  • Vou ter que desmamar meu bebê para que ele durma por mais horas?

A resposta para as duas perguntar é não. Nem deixar chorando nem desmamar. Dormir é uma habilidade que 4 em cada 10 crianças não tem e, portanto, precisam ser ensinadas. Assim como existem diversos métodos para ensinar uma criança a ler e escrever, existem muitas técnicas para ensinar um bebê a dormir.

Falando sobre a amamentação, ela acaba se tornando uma das grandes associações de sono do bebê. Na tentativa de ajudar e sem saber se a criança está com fome ou não, a mãe usa a amamentação para tudo – quando o bebê tem fome obviamente, quando tem cólica, algum outro incômodo e também quando está com sono (principalmente se o bebê chora e não consegue relaxar). O ato de sugar e o conforto do seio da mãe certamente ajudarão – momentaneamente.

Depois de 3 ou 4 meses de vida, a criança passa a ter estas associações, ela adquire um padrão mais regular de sono, passa a fazer as sonecas em horários mais regulares e geralmente regula a alimentação em intervalos mais fixos (de 2 a 3 horas por exemplo). Dessa forma fica mais fácil de entender as necessidades dela, mas a associação de precisar do peito para dormir não desaparece.

Então ela adormece mamando e muitas vezes precisa do peito da mãe de madrugada apenas para conforto, não para alimentação. Um ciclo de sono tem cerca de 50 minutos e, em muitos casos, esse é o tempo que a criança consegue dormir, e para ligar um próximo ciclo, ela chora e precisa do conforto do peito para dormir novamente. A noite da criança fica terrível e mais ainda a da mãe, que precisa descansar para encarar o próximo dia com disposição.

Dessa forma, o que fazemos na Maternity Coach é ensinar as crianças que dormir e comer são habilidades diferentes, para que uma não dependa da outra para acontecer. Seu filho não precisa ser desmamado, mas é necessário que a criança aprenda outras formas de conforto, outras associações de sono, que não dependam do peito da mãe. O contrário também acontece frequentemente – crianças que só mamam bem quando estão muito sonolentas, o que também não é interessante. Quando dormir e comer são complementares, tanto o sono, quanto a alimentação, podem ser prejudicados.

Nossa sugestão é primeiramente entender a fome do bebê. Ele mama de 3 em 3 horas durante o dia? Então certamente ele consegue um intervalo de 4 horas de madrugada, ou seja, até ter a alimentação sólida completa, acordar 1 ou 2 vezes de madrugada pode sim ser por fome, e não por hábito. Entretanto aquela criança que acorda de hora em hora, não faz isso porque tem fome, mas sim porque não sabe ligar um ciclo de sono no outro.

E como arrumar isso?

O que sugiro é dar o primeiro passo no início da noite. Depois de ter um dia com uma rotina adequada em quantidade de sonecas e duração destes cochilos, além de um ritual de sono agradável e consistente, comece com uma transição gentil, tirando o bebê do peito quando a sucção diminuir, e por alguns dias você faz dormir no colo, com muito carinho e conforto. Depois de um tempo, tente tirar do peito sonolento e colocar no berço, ajudando o bebê a entrar no sono no bercinho. Aos poucos, vá diminuindo essa ajuda, para que ele desenvolva ferramentas de auto conforto (deixe de precisar de ajuda para iniciar o sono).

Talvez apenas essa mudança já faça diferença na madrugada.

Espero que este post ajude muitas leitoras aqui do Sou Mãe e, mesmo mantendo uma livre demanda durante o dia, que vocês consigam ter boas práticas no sono do bebê e consequentemente garantir uma qualidade de vida melhor para ele e para toda a família.

………………………..

Michele Melão é consultora de sono infantil certificada pelo IMPI (International Maternity and Parenting Institute, Califórnia). É mãe da Laura, escritora, jornalista e uma das sócias da Maternity Coach, Consultoria de Sono Infantil.

Quer mais informações sobre universo materno?

Mandamos conteúdos exclusivos sobre educação infantil, chá de bebê, enxoval, e muito mais!

Comente com o Facebook

comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here