21 DICAS PARA ORGANIZAR O QUARTO DO BEBÊ

Com ideias inteligentes é possível deixar o dormitório do neném muito mais prático e funcional

A chegada de uma criança é um momento muito especial para os pais que ficam ansiosos para montar, decorar e organizar o quarto do bebê que chegará em breve. É justamente nesta fase que, principalmente as mães ficam perdidas em meio a tantas ideias e possibilidades de decoração. 

Com medidas simples, que podem ser facilmente reproduzidas em casa, é possível criar um ambiente funcional, bonito e prático para o dia-a-dia”, comenta a personal organizer Aline Delavy.

A especialista em organização residencial selecionou algumas ideais que podem ajudar os pais a organizarem melhor o quarto da criança e que transformará a vida de todos os membros da casa. Confira!

1.    O primeiro passo para a organização é fazer uma lista de tudo que o bebê irá precisar, focando principalmente os três primeiros meses.

Confira também: Lista do enxoval do bebê completa

2. Se fizer um chá de bebê, especifique os itens que pediu e quais terá que comprar.

Aproveite e confira: Lista de presentes para chá de bebê

3.    Na hora de escolher os móveis do quarto do bebê preste atenção na quantidade e altura das gavetas da cômoda e no cabideiro. 

Costumo recomendar aos meus clientes que optem por uma cômoda de, no máximo, cinco gavetas”.

4.    Na primeira gaveta da cômoda, coloque os itens de uso diário, como fraldas, pomadas, lenços umedecidos. Conte também com a ajuda dos cestos organizadores, que poderão ser utilizados para categorizar os itens de uso frequente.

5.    Evite gavetas muito rasas ou muito fundas. Uma altura ideal é de até 15 cm.

6.    Quando chegar na etapa de organizar as roupinhas, opte por colocá-las em cascata. Uma atrás da outra. Dessa forma você enxerga tudo o que tem. 

Dicas para organizar a cômoda do bebê. Imagem: Truques Caseiros

7.    Separe as roupinhas por tamanho e tipo (manga comprida, curta, etc). E conte com a ajuda das colmeias organizadoras. 

8.    As demais roupas também devem ser separadas por categorias (macacões, bodies, mantas, etc).

9.    Para os recém-nascidos, as roupinhas de tamanho de 9 a 12 meses podem ser guardadas em caixas organizadoras ou nas últimas gavetas, pois não serão usadas no momento. 

10. Separe por tamanho (RN, P, M e G) e deixe visível para o seu uso, “porque o que você vê, você usa”.

11.  Nunca utilize sacos plásticos para guardar as roupinhas do bebê. Este tipo de embalagem favorece o acúmulo de umidade e pode estragar as peças delicadas. Escolha tecidos como TNT, organza ou algodão, que permitem que as fibras das roupinhas respirem.

12.  Reserve um espaço para fazer o estoque de fraldas. E separe-as por tamanho, deixando as de tamanho RN e P mais à amostra.

13.  Pendure as peças que podem amassar, como vestidos, camisas, blusinhas de tecido mais delicado.

14.  Lembre-se de colocar um item em cada cabide.

15.  Deixe o espaço em cima da cômoda o mais livre possível. Deixe somente itens para a troca do bebê, tais como o colchãozinho, recipiente com água morna, algodão, lenço umedecido, cotonete, entre outros itens de necessidade.

16.  Caso a bebê seja uma menina, coloque laços e tiaras em bandejas de veludo ou opte por uma gaveta exclusiva para estes acessórios.

Organizando a cômoda. Imagem: amaecoruja

17.  Para os sapatinhos, use as colmeias organizadoras.

18.  Para as chupetas, use cestos ou caixas organizadoras.

19.  Luvas, meias, gorros também podem ser colocados em colmeias, cestos ou caixas organizadoras.

20.  Planeje para lavar e passar as roupinhas do bebê um mês antes da sua chegada.

21.  Deixe a mala da maternidade (mãe e bebê) pronta um mês antes da chegada do bebê. “Assim você evitará preocupações e transtornos na hora de ir para o hospital”, recomenda.

Aproveite e confira: O que levar na mala da maternidade

A ideia e que cada item tenha sempre um lugar determinando no quarto. Assim a regra fica clara: após o uso, devolver para o local de origem. Isso evitará que a bagunça se espalhe”, aconselha Aline Delavy.