doenças de inverno e covid-19

Diferenças dos sintomas de doenças do inverno e de Covid-19 nas crianças

O outono chegou, acompanhado do friozinho e de várias doenças (agora ainda temos Covid-19) que acabam pegando carona nas temperaturas baixas, preocupando mães em todo o país.

Além disso, a pandemia do novo coronavírus deixou todos em estado de alerta, especialmente por esse ser um vírus respiratório, causando uma doença de fácil e rápida transmissão.

Nessa época do ano, muitas mães ficam preocupadas com alguns sintomas apresentados por seus filhos. Se com o H1N1, dengue e outras doenças já era preocupante quando os pequenos apresentavam os sintomas como os da gripe, com o Covid-19 ficou ainda mais tenso.  

Fique alerta aos sintomas de seus filhos e saiba diferenciar quais são relacionados às doenças de inverno e quais levantam as suspeitas de ser o novo coronavírus!

Quais as doenças de outono mais comuns?

O “outono viral”, “doenças de inverno”, são vários os termos para falar sobre as doenças respiratórias no inverno, que chegam junto com as temperaturas baixas. Isso acontece porque, no frio, as pessoas costumam ficar mais tempo em locais fechados, o que possibilita uma transmissão mais fácil de vírus e bactérias.

A mudança de temperatura baixa a umidade relativa do ar, deixando as pessoas mais predispostas a apresentarem doenças respiratórias. As doenças mais comuns neste período são as “ites” (rinite e sinusite), além da gripe, resfriado e asma, para os que têm predisposição.

Por mais que pareçam todas iguais, por apresentarem sintomas parecidos, saiba diferenciar as doenças, também considerando os sintomas do novo coronavírus.

Quais são os sintomas de cada doença?

1. Rinite alérgica

A rinite traz a inflamação da mucosa nasal, podendo ser crônica ou aguda. Pode ser genética ou adquirida, quando há exposição às mudanças de temperatura ou muita poeira. A criança apresenta sintomas como espirros, coriza, coceira no nariz e obstrução nasal.

2. Sinusite

Consiste na inflamação dos seios da face, provocado por alergias, vírus ou bactérias. Os sintomas incluem dores de cabeça, tosse, secreção nasal espessa, diminuição do olfato e, em alguns casos, febre.

3. Resfriado

Causado por vários tipos de vírus, os resfriados apresentam sintomas mais leves e passageiros, como coriza, tosse seca e obstrução nasal. Pode também apresentar febre baixa e irritação na garganta.

4. Gripe

A gripe é causada pelo vírus Influenza e pode ter vários níveis de gravidade. Os sintomas mais comuns são tosse seca, febre, dor de cabeça, dor de garganta, fadiga e dores musculares. Em casos mais graves, pode apresentar falta de ar. Geralmente dura mais tempo que o resfriado.

5. Asma

A asma tem como causadores fatores genéticos ou ambientais. Quem tem a predisposição de crises de asma, pode ter a crise estimulada pelo frio, poluição ou outros fatores que irritam a respiração. Os sintomas são falta de ar, chiado nos pulmões, tosse seca e cansaço.

6. Coronavírus

A covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, também pode apresentar tosse seca e falta de ar. O sinal de alerta fica se esses sintomas são acompanhados de febre por pelo menos 48 horas de duração e extrema falta de ar.

Além da tosse seca persistente, a covid-19 também pode apresentar, como sintomas, dores de cabeça, garganta ou dores no corpo, mas esses sintomas aparecem em raros casos. Em alguns casos do coronavírus, a pessoa infectada não apresenta nenhum sintoma, mas isso não significa que a criança assintomática não transmita o vírus.

Sempre que tiver dúvidas, não deixe de consultar o pediatra. Além dele, existem muitos canais de atendimento on-line para quem apresenta sintomas da Covid-19.

Por: Andreia Silveira, editora no PlanodeSaude.net.

Fontes: Saúde Abril e BBC

close