Introdução Alimentar BLW – Você Sabe O Que É?

Antes dos 6 meses de idade, é estritamente indicado que o único alimento do bebê seja o próprio leite materno, nada mais, afinal nele contém todos os nutrientes que o bebê irá necessitar para seu desenvolvimento.

Após os 6 meses, a criança já começa a se sentar e tenta segurar alguns objetos. Normalmente nessa fase, as mães começam a introduzir na alimentação do bebê papinhas, sopinhas e frutinhas amassadas. Incluindo também o leite materno que é indicado até a criança completar 2 anos de idade.

Um novo método que vem ganhando grande força entre as mamães modernas, é o método BLW de introdução alimentar, que dá ao bebê a chance de apreciar qualquer alimento que lhe pareça mais atrativo.

Parece interessante, não é? Então acompanhe e saiba um pouco mais sobre introdução alimentar BLW!

O Que É O Método BLW de Introdução Alimentar?

introdução-alimentar-blw

A introdução alimentar BLW, foi criada pela britânica Gill Rapley, consultora em saúde e autora do livro Baby-led Weaning: Helping Your Baby to Love Good Food.

Consiste sobretudo, em oferecer à criança alimentos nutritivos como carne branca, legumes cozidos e frutas macias em pedaços, preferencialmente em formatos que facilitam para a criança pegar. É uma maneira prática de incluir o bebê na mesa do almoço ou jantar.

Permite ao bebê controlar seu próprio ritmo de comer, explorar os alimentos o quanto quiser e ser motivado pela curiosidade de conhecer novos alimentos.

Isso o influenciará a descobrir as cores, sabores e texturas dos mais variados alimentos, além de começar a aprender como é a reunião familiar nas horas das refeições. Também irá fazer com que o bebê descubra sozinho quais alimentos prefere comer e principalmente aprende desde cedo como é uma boa alimentação saudável.

Dicas Para Introduzir o Método BLW

1 – E Quanto Às Papinhas?

As papinhas são recomendadas pela Organização Mundial de Saúde, para crianças a partir de 6 meses. No entanto a partir dessa fase , é indicado também que o bebê comece a provar alimentos que exigem o desenvolvimento das habilidades de mastigação.

Os alimentos não deverão ser oferecidos em pedaços muito pequenos, e que sejam alimentos macios de fácil manuseio o bebê.

Há contraindicações para a introdução alimentar, apenas para crianças que nasceram prematuras ou possuem algum atraso de desenvolvimento, como habilidades de se sentar.

2 – Esteja Preparada Para a Bagunça!

Esse é o momento que as mães não poderão desanimar. Pois, nos primeiros dias será natural o bebê brincar mais com os alimentos do que realmente se alimentar. No entanto, é importante que a mamãe o deixe a vontade, que tudo ocorra no seu tempo. Jamais obrigue-o a comer!

3 – É Seguro? Existe Riscos De Engasgos?

Um dos principais pontos da introdução alimentar BLW, é que os pais depositem toda a confiança nos filhos desde cedo. Embora esse método pareça ser muito arriscado, devemos entender que há muito mais riscos de engasgos quando são alimentados do que quando estão no próprio controle da alimentação.

Eles já são capazes de entender qual o momento certo para engolir o alimento. É claro que nos primeiros momentos ao introduzir um alimento desconhecido na boca possa causar ânsias ou o chamado gaga replex.

Mas uma dica muito importante, é observar o desenvolvimento de coordenação motora de seu bebê, se ele já consegue pegar objetos ou alimentos pequenos, já será capaz de desenvolver a habilidade de mastigação e de engolir com mais facilidade os alimentos.

É essencial também que entendam que nem toda criança será adepta e se estiver com dificuldades, tente encorajá-la a desenvolver suas habilidades iniciando com alimentação na colher, mas que seja por pouco tempo.

Ah! Não se esqueça de variar muito bem o cardápio da introdução alimentar de seu bebê, utilizando as técnicas da pirâmide alimentar.

 

Comente com o Facebook

comentários