Mãe que trabalha em casa: como lidar com a frustração do seu filho quando você não pode ficar com ele o tempo inteiro

dicas para mãe que trabalha
Imagem: Bebê Abril

Quem trabalha em casa e tem filhos pequenos sabe bem como pode ser difícil para as crianças aceitarem que, embora a mãe esteja ali do ladinho, é com a babá que elas precisam ficar na maior parte do dia.

Se você faz pequenas pausas e aparece para dar um oi na hora do lanche ou simplesmente porque ficou com saudade, o desafio se torna ainda maior, já que cada despedida estressa os pimpolhos.

Uma boa tática para lidar com a questão é organizar seu ambiente de trabalho separado do espaço em que a criança costuma ficar. Outra ideia é diminuir um pouco essas “visitinhas” ao longo do dia – por mais que bata aquela vontade de dar um beijo no seu filho no meio da tarde, ele se chateia quando não entende porque a mãe tem de dar tchau novamente.

“Também vale organizar a rotina com a babá de uma forma que as brincadeiras no parque e outros passeios coincidam com as horas em que você está trabalhando”, sugere Rosele Martins, relações públicas da Sitly, empresa holandesa que chegou em setembro aqui no Brasil e ajuda famílias a encontrar a babá ideal.


Aproveite e confira:


Não dá para esperar que crianças pequenas tenham total compreensão de que a mãe precisa se afastar por causa do trabalho. Mas sabe o que ajuda bastante? Conversar com seu filho e deixar claro que você não só entende porque ele fica chateado, mas também compartilha desse sentimento.

Conte que pensa bastante nele e mostre as fotos e os desenhos que deixou no escritório para ajudar a diminuir a saudade. Enfatize, ainda, o lado bom de ter a mamãe ali do ladinho.

Diga algo como:

“Sei que não é divertido quando preciso ficar no telefone ou no computador, mas é uma delícia podermos almoçar juntos todos os dias. Hoje faremos batatinhas smile, que tal?”.

Com o tempo, vocês irão se acostumar a esse esquema e curtir o fato de estarem a poucos passos de distância e poder se ver mais facilmente. Afinal, essa é uma vantagem que muitos pais não conseguem ter, então vale a pena driblar as dificuldades que surgem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here