O primeiro brinco da bebê recém nascida

Assim que as mamães descobrem que o bebê que esperam é uma linda menininha uma dúvida vem a cabeça: Onde colocar os brincos? Desde 2010 alguns hospitais não fazem mais a colocação dos brincos afim de evitar uma possível infecção hospitalar.

Hoje em dia farmácias e clínicas de vacinação realizam a colocação. Mas nada melhor do que receber um atendimento domiciliar não é mesmo?

No Rio Grande do Sul existe uma empresa chamada MEU PRIMEIRO BRINCO que desde 2010 realiza a colocação do primeiro brinquinho da bebê com todo cuidado e carinho que esse momento merece. A Mari é Técnica em enfermagem, realiza atendimento domiciliar e hoje nos esclarece algumas dúvidas.

As principais dúvidas sobre colocação do brinco são:

Quando colocar o primeiro brinco?

O melhor momento é dentro do primeiro mês.

Qual o melhor brinco?

O brinco deve ser pequeno e sem pontas para não machucar a bebê.

Qual material deve ser o brinco?

Os que dão menos alergias sãos brincos de ouro, prata e aço cirúrgico.

Qual profissional pode realizar?

De preferência que seja da área da saúde trazendo assim segurança para a bebê.

Dói?

Cada bebê reage de uma forma, não é um procedimento indolor, porém existe um anestésico que pode ser usado com segurança e que reduz a sensibilidade das orelhinhas.

E os cuidados?

Com álcool 70%. O mesmo usado no umbigo.

E por falar em umbigo, alguns pediatras recomendam esperar cair o umbigo para fazer a colocação dos brincos, qual a relação? Tem pediatras que recomendam esperar e tem pediatras que não. Não existe relação nenhuma do umbigo com as orelhinhas. Alguns pediatras fazem essa orientação mais por questões de possíveis infecções.

Comente com o Facebook

comentários