O primeiro brinco da bebê recém nascida

Assim que as mamães descobrem que o bebê que esperam é uma linda menininha uma dúvida vem a cabeça: Onde colocar os brincos? Desde 2010 alguns hospitais não fazem mais a colocação dos brincos afim de evitar uma possível infecção hospitalar.

Hoje em dia farmácias e clínicas de vacinação realizam a colocação. Mas nada melhor do que receber um atendimento domiciliar não é mesmo?

No Rio Grande do Sul existe uma empresa chamada MEU PRIMEIRO BRINCO que desde 2010 realiza a colocação do primeiro brinquinho da bebê com todo cuidado e carinho que esse momento merece. A Mari é Técnica em enfermagem, realiza atendimento domiciliar e hoje nos esclarece algumas dúvidas.

As principais dúvidas sobre colocação do brinco são:

Quando colocar o primeiro brinco?

O melhor momento é dentro do primeiro mês.

Qual o melhor brinco?

O brinco deve ser pequeno e sem pontas para não machucar a bebê.

Qual material deve ser o brinco?

Os que dão menos alergias sãos brincos de ouro, prata e aço cirúrgico.

Qual profissional pode realizar?

De preferência que seja da área da saúde trazendo assim segurança para a bebê.

Dói?

Cada bebê reage de uma forma, não é um procedimento indolor, porém existe um anestésico que pode ser usado com segurança e que reduz a sensibilidade das orelhinhas.

E os cuidados?

Com álcool 70%. O mesmo usado no umbigo.

E por falar em umbigo, alguns pediatras recomendam esperar cair o umbigo para fazer a colocação dos brincos, qual a relação? Tem pediatras que recomendam esperar e tem pediatras que não. Não existe relação nenhuma do umbigo com as orelhinhas. Alguns pediatras fazem essa orientação mais por questões de possíveis infecções.

Quer mais informações sobre universo materno?

Mandamos conteúdos exclusivos sobre educação infantil, chá de bebê, enxoval, e muito mais!

Comente com o Facebook

comentários