Métodos contraceptivos: entenda os prós e contras

Métodos anticoncepcionais: prós e contras
Foto: Pixabay

Conhecer os métodos anticoncepcionais disponíveis no mercado é a melhor forma de evitar uma gravidez com segurança e praticidade. Se você não quer ficar grávida, porém tem medo do que alguns métodos podem fazer com o seu corpo, não se preocupe!

Selecionamos os principais métodos anticoncepcionais usados pelas mulheres para podermos listar os prós e contras de cada um. Assim, será muito mais fácil escolher qual é a opção com a qual você se sente mais segura.

Afinal, cuidar do seu corpo é essencial não apenas para evitar uma gestação indesejada, mas também para construir um estilo de vida saudável para você e o seu companheiro!

Métodos anticoncepcionais: prós e contras
Foto: Pixabay

Agora, que tal conhecer os principais métodos anticoncepcionais, seus benefícios e suas desvantagens?

Métodos anticoncepcionais: camisinha

A famosa camisinha é um dos métodos preferidos das mulheres e homens. Encontrada nas versões feminina e masculina, uma das principais vantagens deste método é que elas são baratas e também protegem de doenças sexualmente transmissíveis.

A única desvantagem da camisinha é que o descuido na colocação pode fazer com que 16 mulheres a cada 100 corram o risco de ficar grávidas. Por isso, é essencial prestar atenção nos métodos certos de colocar a camisinha para evitar complicações.

Métodos anticoncepcionais: DIU

O DIU também é um método contraceptivo muito famoso e popular entre as mulheres. Ele consiste em um dispositivo de cobre que é inserido diretamente no útero. Ele torna o ambiente hostil para a movimentação dos espermatozoides.

A vantagem do método é que ele dura até cinco anos e tem uma taxa de eficiência muito alta. Porém, ele deve ser inserido por um médico, o que torna o método inacessível para algumas mulheres.

Você provavelmente já ouviu falar sobre o DIU se deslocando no útero e causando complicações para a mulher. Porém, a incidência deste tipo de complicação é muito baixa. Com os cuidados certos, esse dispositivo se torna um dos mais eficientes métodos anticoncepcionais do mercado.

Métodos anticoncepcionais: pílula

A pílula é o contraceptivo mais utilizado ao redor do mundo. Os hormônios liberados pelo anticoncepcional tornam a fecundação muito mais difícil e podem oferecer outros benefícios para as mulheres, como por exemplo:

Controle da oleosidade da pele;

Controle de distúrbios como a ansiedade e;

Regulação do ciclo menstrual.

Por tratar-se de um medicamento, o anticoncepcional só pode ser receitado por um ginecologista. Além de indicar o melhor remédio de acordo com o seu organismo, o profissional poderá definir a periodicidade com que você teve tomar a pílula para que ela seja mais eficaz.

Uma das maiores vantagens deste método é que existem diversos tipos de pílula disponíveis no mercado. Os riscos são muito baixos, mas incluem complicações como a trombose e a endometriose.

Portanto, o acompanhamento médico durante o tratamento anticoncepcional é imprescindível para garantir as condições seguras!

Métodos contraceptivos: adesivo

Também é possível encontrar adesivos contraceptivos no mercado. Eles devem ser colocados na pele (de preferência nos braços, abdômen ou nádegas) por 21 dias e liberam estrogênico e progestagênio no organismo. Essas são as substâncias conhecidas por dificultarem a fecundação.

O problema dos adesivos é que eles de descolam com muita facilidade e, se você não prestar atenção, são grandes as chances de que eles se tornem ineficazes e causem uma gravidez indesejada.

Métodos contraceptivos: injeções

Se você tem problemas com esquecer de tomar a pílula, as injeções podem ser a solução ideal para você. É possível optar por doses mensais ou trimestrais dos hormônios para evitar a gravidez.

A desvantagem relatada por muitas mulheres são os efeitos colaterais causados pela quantidade de hormônios recebida, já que ela é maior do que nas pílulas tradicionais. Os desconfortos podem incluir enjoos e dores de cabeça.

Agora que você já conhece os prós e contras dos principais métodos contraceptivos do mercado, chegou a hora de analisar qual a melhor opção para você. No caso de dúvidas, lembre-se de que você pode sempre consultar o seu ginecologista para identificar as melhores escolhas de acordo com o seu próprio organismo.

Confira também:

Se tiver alguma pergunta, deixe o seu comentário no espaço abaixo para que possamos ajudá-la da melhor forma possível. Aproveite também para compartilhar o artigo em todas as suas páginas nas redes sociais!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here