Alimentação na escola: Saiba como manter bons hábitos desde a infância

Nutricionista e pedagoga dão super dicas para incentivar a alimentação saudável e nutritiva das crianças na escola

Imagem: shutterstock

Os programas com foco na alimentação na escola surgem para conscientizar a população e chamar a atenção de toda a comunidade sobre a importância de desenvolver bons hábitos alimentares durante a infância.

A nutrição adequada colabora no desenvolvimento da capacidade cognitiva das crianças e afeta diretamente o aprendizado deles nas salas de aula.

As escolas públicas contam com o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnea), que busca garantir o consumo de alimentos saudáveis no ambiente escolar, respeitando cada cultura e região.

Enquanto isso, em escolas particulares, programas e ações específicas colaboram para a formação de novos hábitos. Projetos como dia da fruta, no Colégio Objetivo Brasília, prometem incentivar os alunos a se alimentarem melhor.

Priscilla Martins Mazzeti, coordenadora de educação infantil da escola, conta que, para ajudar na criação de uma rotina mais nutritiva, a escola criou um projeto chamado “Alimentação saudável”.

Onde uma vez por semana uma criança da turma leva para casa um bilhetinho que diz que ela deve trazer a sua fruta favorita para que todos os colegas possam experimentar. Junto com a fruta, o aluno pode trazer também curiosidades, uma receita legal, uma lembrancinha.

Diferentes possibilidades

Além de projetos que trabalham incentivando direto as escolhas mais saudáveis das crianças, as aulas de culinária podem ser uma boa pedida para isso.

Pensando na relação dos alunos com o alimento e com o entendimento dos ingredientes necessários em cada preparo, a Avidus School conta com aulas interdisciplinares. A ideia é colocar as crianças em contato com a culinária de maneira integrada com outros projetos de aprendizado. Assim, a relação com os alimentos torna-se mais rica e consciente.

“Os projetos que acontecem no ambiente escolar favorecem a descoberta de novos sabores, novas texturas e a curiosidade pela experimentação. Em projetos de culinária colocam a mão na massa e se realizam ao perceber como é gostoso se alimentar de forma saudável”.

A ideia é proporcionar uma vivência real, saborosa e saudável com a comida desde a primeira infância.

Como preparar o lanche ideal para a escola?

Laís Gomes, nutricionista clínica da Aliança Instituto de Oncologia explica que o lanche escolar, além da função nutricional, também tem importância social.

“As crianças compartilham vivências e saberes nesse momento, então vale lembrar que além de saudáveis, as opções devem ser atrativas e divertidas”.

De acordo com a especialista algumas formas de estimular o consumo de alimentos saudáveis pelas crianças é ofertar as frutas preferidas dela, fazer tambémvárias receitas de bolo e de biscoitos saudáveis, além de castanhas, sucos naturais.

Nesse contexto os alimentos industrializados – como sucos de caixinha, refrigerantes, biscoitos recheados, salgadinhos, bombons, entre outros – devem ser evitados, devido à quantidade excessiva de açúcar, sódio, corantes, saborizantes.

Pensando nisso, a nutricionista separou algumas sugestões de lanches saudáveis para as crianças levarem para a escola. Confira:

1. Espetinho de frutas diversas + 1 mini sanduiche com hambúrguer de carne moída + suco natural na garrafinha térmica

2. Mexerica + 1 sanduiche natural (pão integral + frango desfiado + ricota com orégano + pepino) + água de coco na garrafinha térmica

3. Banana + biscoito de polvilho + suco de melancia com hortelã na garrafinha térmica

4. Morangos + castanhas + tapioca com recheio de atum (orégano + tomatinho picado + queijo branco)

5. Ameixa fresca + bolo simples + suco integral de uva na garrafinha térmica

6. Salada de fruta + castanhas + iogurte natural

7. Cacho de uva + pipoca natural + suco de caju na garrafinha térmica

Quer mais dicas de lanches para a escola? Confira: