Gestação exige cuidado com a saúde da coluna

Gestação exige cuidado com a saúde da coluna

Mais da metade das gestantes apresenta dor lombar em algum momento da gestação devido ao excesso de peso na barriga 

gestação e cuidados com a coluna
Gestação e cuidados com a coluna. Foto: Tirachardz/Freepik

A gravidez é um momento de muitas transformações na vida de uma mulher. Gerar um filho traz uma série de desafios e a maioria deles tem relação direta com a saúde e as alterações no corpo. Náuseas, enjoos, mamas sensíveis, cansaço, inchaços e azia são alguns dos sintomas mais comuns mencionados na Cartilha da Gestante elaborada pela Fundação Abrinq e o Centro de Estudos de Saúde Coletiva da Faculdade de Medicina do ABC (Cesco). 

Além disso, o documento também elenca alguns sintomas da área de ortopedia. Dores nas articulações, dor lombar e câimbra nas pernas podem ser comuns durante o período gestacional, devido à sobrecarga do peso do bebê na coluna da mãe. De acordo com a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT), essas dores são comuns durante a gestação e, na maioria das vezes, não apresentam nenhum problema sério para a coluna. 

No entanto, o órgão afirma que, durante a gravidez, é essencial que as mães tenham acompanhamento especializado com profissionais da área de obstetrícia para minimizar problemas nas costas. 

Como prevenir as dores na coluna durante a gestação? 

Segundo um levantamento publicado na “Revista Brasileira de Anestesiologia”, cerca de metade das gestantes apresenta dor lombar em algum momento da gestação ou durante o puerpério. O índice sobe para 65% no caso de grávidas em idades avançadas. 

Por ser um sintoma comum durante o período gestacional, muitos médicos e profissionais de saúde que acompanham as grávidas costumam dar dicas para prevenir e minimizar as dores na região lombar, pernas e articulações. 

Ter atenção com a postura e a posição ao dormir, evitar pegar peso em excesso, escolher sapatos adequados, fazer atividade física e utilizar mecanismos específicos quando o incômodo surgir são algumas das orientações passadas pela SBOT às gestantes. 

No entanto, é preciso ressaltar que, caso as dores nas costas e pernas sejam muito intensas ou venham acompanhadas de outros sintomas, o obstetra deve ser comunicado para que a mãe obtenha o tratamento mais adequado, sem comprometimento à gestação. 

Tenha atenção com a postura 

A coluna, apesar de importante, costuma ser negligenciada pela maioria das pessoas. De acordo com a SBOT, as dores na região lombar ou nas costas podem ser causadas por uma série de fatores, como a falta de exercícios físicos, levantamento de peso de maneira inadequada e, inclusive, hábitos incorretos com a postura ao deitar, sentar ou realizar qualquer atividade do dia a dia. 

Durante a gestação, essa parte do corpo acaba sendo bastante comprometida e, por esse motivo, a atenção deve ser redobrada. Conforme a Cartilha da Gestante elaborada pela Fundação Abrinq e o Cesco, as dores de coluna são comuns no segundo e terceiro trimestre da gestação, podendo ser evitadas com atenção à postura. 

No dia a dia, é essencial que as mães mantenham a postura adequada ao andar, sentar e deitar. Para alinhar a coluna, algumas gestantes utilizam cinta, mas cabe ressaltar que o uso do item só deve ser feito caso haja a liberação do obstetra, pois pode causar pressão na barriga. 

Além disso, ficar muito tempo em pé ou sentada pode ajudar no surgimento do incômodo nas costas. Assim, é importante intercalar as posições para reduzir as chances das dores.


Aproveite e confira:


Atente-se à posição ao dormir 

Na hora de dormir, as mães também devem se manter atentas às costas. Segundo a SBOT, ter cuidado ao deitar pode minimizar as dores na lombar e em outras partes do corpo. 

Para as gestantes, deitar com a barriga para cima é uma das melhores opções, pois ajuda a aliviar a pressão nas costas. Além disso, é possível utilizar almofadas nas pernas para diminuir o peso no quadril e na região lombar. Essa prática reduz dores, já que mantém a coluna alinhada. 

Cuidado ao carregar excesso de peso no dia a dia 

Outro aspecto citado pela SBOT como facilitador no surgimento de dores na lombar durante a gestação é levantar peso em excesso. Algumas mães acabam esquecendo desse detalhe e realizam um esforço físico intenso no período gestacional, o que pode resultar na sobrecarga da coluna e, posteriormente, no aparecimento de dores na região. 

Durante a gravidez, é essencial evitar levantar objetos muito pesados ou realizar qualquer tipo de esforço exagerado. Essas práticas, além de prejudicarem a coluna, podem ainda comprometer outros aspectos da saúde. 

Escolha sapatos adequados 

O uso de sapatos inadequados é um dos principais causadores de dores na região da coluna, conforme a SBOT. Durante a gravidez, esse aspecto também deve ser considerado pelas gestantes, pois, além do incômodo, os pés podem sofrer com inchaços e dores. 

Calçados confortáveis, ortopédicos e não muito altos são os mais indicados para as mães. Esses itens proporcionam bem-estar e minimizam o risco do surgimento de dores na coluna durante o período gestacional. 

Faça atividades físicas 

Muitas pessoas tendem a acreditar que, durante a gravidez, os exercícios físicos não devem ser praticados. Mas a realidade não é essa. De acordo com a Cartilha da Gestante, a prática de atividades físicas é recomendada e pode proporcionar benefícios à saúde da mãe e do bebê. 

Atividades físicas como caminhadas, hidroginástica, alongamentos e até mesmo a musculação podem ajudar no fortalecimento muscular e na diminuição das dores na coluna. Além disso, manter-se ativo é um fator que ajuda no combate do excesso de peso, um fator que pode afetar uma gestação saudável. 

Nesses casos, é essencial que a gestante converse com o médico para obter a autorização para desempenhar qualquer uma das práticas. Além disso, durante o exercício, ela deve ser acompanhada por um profissional de educação física. 

Saiba como agir caso a dor surja 

Na gestação, se prevenir é a melhor forma de evitar dores na coluna, mas em alguns casos ela acaba sendo inevitável. Por isso, é importante conversar com o médico e seguir as orientações para sanar dores nas costas. 

Geralmente, massagens, técnicas de relaxamento e compressas de água quente tendem a aliviar a tensão muscular e o desconforto na coluna. Fora isso, o uso de qualquer medicação só deve ser feita com prescrição médica.

Deixe um comentário

close